A Microsoft está trabalhando em uma solução para quem usa o Windows 10 em PCs com pouco armazenamento disponível. Por meio de uma build de testes (17650), a empresa liberou uma versão mais leve do sistema operacional.

Batizada de Windows 10 Lean, a alternativa será oferecida em notebooks e tablets com até 16 GB de armazenamento, segundo o The Verge. O objetivo é permitir que esses aparelhos mais baratos também consigam receber atualizações.

De acordo com o Windows Central, a nova versão é 2 GB mais leve em relação à memória ocupada pelas versões convencionais do sistema. A economia é possível porque a Microsoft decidiu remover itens como Internet Explorer e até o Editor do Registro.

A empresa entende que essas ferramentas não costumam ser muito usadas nesses aparelhos. Apesar disso, o sistema não removeu o suporte para esses programas, e ainda permitirá que eles sejam baixados e utilizados se for preciso.

A informação sobre o Windows 10 Lean foi divulgada no Twitter por um usuário que aproveitou para compartilhar algumas capturas de tela:

O Windows 10 Lean deverá ser liberado na Redstone 5, grande atualização do sistema que será liberada no segundo semestre. Atualmente, ela está disponível somente para usuários do programa Insider.

A Microsoft pode divulgar mais detalhes na conferência Build para desenvolvedores, marcada para maio.

Com informações: Windows Central, The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Trovalds
Hélio Márcio Matos dos Santos

Na verdade a LTSB é uma versão LTS do Windows. Não tá muito focado em dispositivos embarcados.

Hélio Márcio Matos dos Santos

Se todas as filosofias se juntassem ai sim seria uma bagunça. Debian querendo ser estável com pacotes velhos, Arch Linux querendo sempre os pacotes mais atuais, Lubuntu querendo ser leve, Deepin querendo ser bonito, OpenSUSE querendo recursos pra servidores, Ubuntu querendo atender os usuários finais.

Era ai que o Linux acabava.

IMSAI8080

Mas a telemetria e a coleta de dados é versão full, com certeza.

"A economia é possível porque a Microsoft decidiu remover itens como Internet Explorer e até o Editor do Registro."

Removeram o editor de registro porque é por ali que o pessoal futuca pra desativar aquelas aberrações de telemetria. Entendi...

Alexandre Roberto

o pior e q o segmento e tao especfico, q ate na (in)seguranca da ferramenta pra deitar e rolar.
os dados dos clientes nao podem ser divulgados....porem...sou obrigado a fornece-los ao orgao publico responsavel...em 3 esferas de governo..e para os "financiadores privados" tambem...e mais um detalhe...tenho q ter autorizacao previa dos mesmos para executar o servico ....entao...seu sigilo ja se foi a muito tempo por outras maos...
e os dados sensiveis da empresa? sou obrigado a dar publicidade dos mesmos as 3 esferas de governo e ao publico em geral....
cara..nao precisamos nos preocupar nem mesmo em nos mantermos operando com nossos proprios recursos...
relevante funcao social...e a desculpa oficial para vivermos em um mundo paralelo e ainda apresentar a conta pra vc pagar

Rafael Oliveira

2gb a menos não vai fazer diferença menhuma, nem mesmo em notebooks da negativo com 32gb de SSD.

ricms

Não tem lote para carpir aí não?

Molinex

O core, os negocios, e o lucro de uma empresa, são os pontos importantes. E é nisso que os homens de negocio focam. A tecnologia no meio empresarial, é só uma ferramenta. Ajuda o trabalho a ser feito, mas eles não dão muita importância...

Bom seria, se os homens de negocio tivessem o minimo de interesse em tecnologia. Exatamente como a gente que trabalha com tecnologia tem que ter pelo negocio.

Porque assim, por melhor que seja a empresa que presta consultoria, o fato dela apresentar uma solução que rode no IE como cliente, e que ainda faça uso de flash, não passaria nem pela porta...
Um homem de negocio com noções de tecnologia, não confiaria seu negocio a uma solução que não oferece o mais importante: Segurança...

Mas o mundo ta mudando. E esse cenário também vai evoluir...

tuneman

Goodbye Mr Figueiredo

tuneman

Você entendeu que eu disse que gosto muito de Linux, né? Não pode ser tão imbecil assim....

doorspaulo

Cara, eu gosto muito do Linux, e fui usuário do Mint por muito tempo.
Mas, que a comunidade é uma bagunça, isso é.

Se houvesse um esforço conjunto, a MS já tinha levado uma naba tremenda, mas não, tem 500 pelego desenvolvendo a mesma coisa, mas cada um do seu jeito.

tuneman

Amo Linux, mas também não curto a extrema segregação entre distribuições.

Alexandre Roberto

Flash vai morrer...entao a "fabrica" tera que rever versoes,linhas de codigo e sobre qual "plugins" vai rodar...
Embarcaram nessa de rodar sobre o navegador tem uns 7 anos...e terao que se virar para rodar nos navegadores mais modernos..

Mas ai que esta o pulo do gato...a plataforma sobre a qual rodam, acaba sendo pouco importante....o que eles vendem de verdade e consultoria de processos, rever suas praticas para tirar o maximo da instituicao....o sistema em si, nada mais e que uma guia e coleira pra que vc faca as coisas como eles pregam

Como e um segmento de mercado com regras, condicoes e leis bem especificas, deitam e rolam, tanto que a plataforma sobre a qual rodam e essa modernidade toda de IE + flash + java

Trovalds

Exato. Se livra de pelo menos um problema chamado Kernel Linux.

ʞǝʌǝɥs

Fuchsia e` o futuro :)

Exibir mais comentários