Início » Software » O que há de novo no Ubuntu 18.04 LTS

O que há de novo no Ubuntu 18.04 LTS

Por
21 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

O Ubuntu é uma das distribuições mais populares do Linux. A cada dois anos, ele ganha uma versão LTS (Long Term Support) com suporte prolongado.

Nesta quinta-feira (26), o Ubuntu 18.04 LTS foi lançado com algumas mudanças importantes, tanto na interface como nos bastidores.

Para quem usava a versão 16.04 LTS, lançada em 2016, a maior diferença está na interface. O Ubuntu passou a adotar o Gnome com algumas modificações; o desenvolvimento do Unity foi interrompido no ano passado.

Por isso, após a instalação, o sistema avisa que “funciona de forma diferente que outras versões”. Os botões minimizar/maximizar/fechar ficam do lado direito nas janelas (dá para mudar isso nas configurações).

O dock lateral permite fixar programas, e tem um ícone na parte inferior que abre a lista de aplicativos instalados. Enquanto isso, a barra superior exibe o menu do programa ativo; um widget de relógio e agenda; e um menu de sistema para gerenciar conexões, volume e usuários.

A Canonical também está reforçando seu apoio aos snaps, formato universal para distribuição de software. Para novas instalações, alguns programas (Calculadora, Mapa de Caracteres e Monitor do Sistema) vão adotar esse padrão.

Os snaps podem ser atualizados automaticamente, e são compatíveis com várias distribuições do Linux, incluindo Debian, Fedora e Mint.

O Ubuntu 18.04 LTS tem uma nova opção de instalação “Mínima”, apenas com o navegador web e utilitários básicos. Ela não inclui o LibreOffice, players de mídia e jogos, que podem ser instalados depois. Isso economiza cerca de 400 MB de espaço.

Além disso, há um novo recurso chamado “Canonical Livepatch”, que permite instalar atualizações do kernel do Linux sem reiniciar o sistema. Para ativá-lo, você precisa fazer login com uma conta Ubuntu One.

Esta versão coleta mais dados sobre o seu PC. Isso inclui a fabricante do seu computador, o modelo do processador, seu ambiente de área de trabalho e o fuso horário. Ele também envia automaticamente relatórios de bugs pelo Apport. É possível desativar isso, claro.

O Ubuntu 18.04 LTS usa o servidor gráfico Xorg, com a opção de alternar para o Wayland (ainda sem suporte de drivers da Nvidia) na tela de login.

E o sistema consegue exibir emojis coloridos em quase todo programa, usando a fonte Noto Color Emoji, do Google — a mesma presente no Android 8.0 Oreo. É possível abrir um menu de emojis com os atalhos de teclado Ctrl + . (ponto) ou Ctrl + ; (ponto e vírgula).

Você pode baixar o Ubuntu 18.04 LTS neste link. Ele receberá atualizações de segurança até 2023.

Com informações: How-To Geek, OMG Ubuntu.