A cidade do Rio de Janeiro foi uma das primeiras a regulamentar os aplicativos de transporte individual após a sanção de uma lei federal, que estabelece que a responsabilidade da fiscalização é dos municípios. Agora, a prefeitura decidiu a taxa que será cobrada sobre as corridas de Uber, 99, Cabify e semelhantes: 1%.

A taxa vale para todos os motoristas de aplicativos, exceto para os taxistas do Taxi.Rio, serviço criado pela prefeitura para competir com as opções privadas. O aplicativo do município oferece descontos entre 10% e 40%, permite avaliar os taxistas e serviu como base para a criação de um aplicativo próprio da prefeitura de São Paulo.

De acordo com a Reuters, a receita obtida com as taxas será destinada à educação no trânsito e manutenção de vias. A expectativa da prefeitura é arrecadar até R$ 40 milhões por ano com as corridas por aplicativo, realizadas por mais de 150 mil motoristas cadastrados na cidade.

O decreto do Rio de Janeiro também obriga os aplicativos de transporte a disponibilizarem informações para a prefeitura. A exigência envolve acesso a sistemas de controle de frota, faturamento e bases de dados. A taxa de 1% será paga pelas próprias empresas e tem validade inicial de três meses, podendo ser alterada no futuro.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Carlin

Partindo do principio que o papel do Uber é conectar motoristas e passageiros, os proprietários do carros já arcam com os custos de manter o veiculo rodando! Não to defendendo o Uber nem nada, mais é ridículo como politico brasileiro sempre esta atras de alguma brecha pra arrecadas mais dinheiro, SE AO MENOS INVESTISSE NO QUE É PUBLICO FARIA SENTIDO!

Jhon

O motorista tem sempre a opção de oferecer seus serviços fora da plataforma do Uber, ninguém obriga ele. Se ele acha vantajoso ter uma plataforma com milhões de usuários em troca de uma % nas corridas é ótimo pros dois.

raphaela1

O que seria gastos com "Educação no trânsito" que eu nunca vi?

johndoe1981

Prefeituras querendo manter o status quo da máfia que é o transporte por táxi, lamentável.

johndoe1981

Chora mais que tá pouco.

johndoe1981

Chola mais, taxista mafioso nunca mais ver a cor do meu dinheiro.

johndoe1981

A Uber não faz nada não, só desenvolve o aplicativo e gerencia as corridas e os pagamentos, que sem ele não teria como o motorista prestar o serviço e ganhar dinheiro. Você aceitaria trabalhar de graça pros outros? Quem não tá contente pode ficar à vontade para trabalhar para outro aplicativo ou virar taxista, isso se conseguir uma permissão. O Estado sim que não faz porcaria nenhuma, a não ser impor burocracia, e ainda quer a parte dele.

Elizio Bernardes

Mais uma??? Que taxa a Uber paga?? Ainda mentem morreu uma família em Madureira EA Uber falou que a responsabilidade era do parceiro...ta de sacanagem...aviao da lâmia...kkkkk

Elizio Bernardes

Igual a empresa pirata que o Zé povinho defende...kkkkk

Elizio Bernardes

A Uber TB...faz porrada nenhuma e cobra 25% na casa do Zé povinho

Elizio Bernardes

Kkkkkkk coloque carro na praça que vc vai ver quanto te custs

Elizio Bernardes

A população achou que um carro particular que sempre foi proibido fazer transporte de passageiros remunerado..( piratas) ia resolver o problema de transporte..kkkk so aumentou e ainda enche a cidade de carros velhos de outras regiões sem vistorias e seguros é MT Zé povinho..kkkkk

Elizio Bernardes

É engraçado ...uma empresa sangue suga vem cagar goma no Brasil cobra 25% dos trouxas engana passageiros e falam que táxi e máfia...kkkkkkk

Alexsandro da Silva Barbosa

Esponha seus motivos ao envés de ficar esbravejando.

Alexsandro da Silva Barbosa

Hehehehehehehehe

Exibir mais comentários