Início » Internet » As melhores séries da Netflix sobre tecnologia

As melhores séries da Netflix sobre tecnologia

Inovações tecnológicas, hackers, experimentos científicos, viagens ao futuro, deep web, inteligência artificial e privacidade

Melissa Cruz Cossetti Por
TB Responde

Se você curte tecnologia e Netflix, prepare a pipoca. Reunimos as melhores séries sobre o tema disponíveis no Brasil — e mais alguns bônus e dicas de como encontrar títulos similares neste e em outros serviços de streaming online. De títulos recentes como as novas temporadas de Black Mirror até produções nacionais, você vai encontrar opções para maratonar, se divertir e até aprender coisas interessantes enquanto assiste TV.

E o melhor, sem spoilers!

Antes disso, confira como você pode assistir cada uma em 4K na Netflix.

1. Altered Carbon

Altered Carbon é uma série criada por Laeta Kalogridis e baseada no livro de mesmo nome, de Richard K. Morgan. A primeira temporada estreou na Netflix em 2018 e já atraiu espectadores que gostam do assunto. Ela se passa no futuro em que seres humanos podem guardar sua consciência em cápsulas e trocar de corpo sem morrer. Takeshi Kovacs, personagem principal, acorda 250 anos após a morte para desvendar um assassinato usando três armas: inteligência artificial, realidade virtual e big data.

Tudo se passa no ano de 2.384. As memórias de uma pessoa são depositadas em dispositivos de armazenamento e os corpos físicos chamados de "luvas" ou "capas", são na verdade corpos descartáveis que aceitam qualquer "pilha cortical" de consciência.

2. Black Mirror

Black Mirror é uma série da TV britânica de ficção científica (OK, que parece bastante real, em alguns momentos) criada por Charlie Brooker. Cada episódio tem um elenco e um cenário diferente, mas todos tratam de temas obscuros e satíricos sobre a sociedade moderna, a respeito das consequências imprevistas das novas tecnologias.

O que muita gente que viveu o hype de Black Mirror nas redes sociais não sabe é que a série não é nova e foi transmitida pela primeira pela Channel 4, no Reino Unido, em 2011. A Netflix comprou os direitos para exibi-la em 2015, encomendando também novas temporadas que se tornaram grande sucesso. Fato que o interesse pela série cresceu com a associação da obra à Netflix, um serviço de streaming de alcance global.

3. Erased

A Netflix do Japão fez uma adaptação cinematográfica do mangá e anime Erased (Boku dake ga Inai Machi, em japonês), com atores japoneses, em 2017. A trama acompanha a história de Satoru, um jovem problemático e com muitos dons especiais, que trabalha como entregador de pizzas, mas é quase um super-herói e pode voltar no tempo.

Após salvar estranhos com a ajuda dos seus poderes, ele embarca em uma aventura perigosa e usa sua habilidade para voltar 18 anos no tempo para tentar evitar a morte da própria mãe e de mais três colegas de classe, ainda na infância.

4. Scorpion

Scorpion é uma série de TV americana, transmitida pela CBS desde 2014. No ano seguinte a trama chegou à Netflix. É inspirada em uma história real, de um gênio excêntrico: Walter O'Brien. Ainda criança, ele consegue hackear uma agência dos EUA: a NASA. Mais tarde, passou a trabalhar para o governo federal usando o que descobriu.

Sua equipe é composta pelo comportamentalista Toby, a calculadora humana Sylvester, e a prodígio da mecânica Happy. Quando um problema sério surge no espaço aéreo americano, um agente chamado Cabe Gallo resolve recrutar essa turma de gênios (equipe Scorpion), já que ninguém parece ser capaz de resolver de outra forma.

5. Travelers

Travelers é uma série de ficção científica criada por Brad Wright e uma coprodução entre a Netflix e o canal de TV Showcase em 2016 para suas duas primeiras temporadas no Canadá. Depois, a Netflix assumiu a produção e a distribuição mundial. Se passa num futuro em que os travalers (os viajantes do futuro), conseguem voltar ao passado, mas somente com a consciência, passando a assumir a vida de outras pessoas.

Eles trabalham juntos para realizar missões importantíssimas, como salvar a humanidade de um futuro caótico e destruição. Como ferramentas, usam o conhecimento histórico e perfis de mídias sociais para reconstruir essa história.

6. White Rabbit Project

Se você curtia os Caçadores de Mitos, Kari Byron, Tory Belleci e Grant Imahara estão de volta em "Projeto Coelho Branco", uma série original da Netflix. Essa turma vai tentar desvendar estranhos eventos que vão desde os principais avanços tecnológicos até as guerras mundiais. A ideia é colocar a prova diferentes verdades dos 4 cantos do mundo.

Você nunca pensou em testar se tudo não passa de um mito? Em 10 episódios, recheados de loucura e engenhocas tecnológicas, a equipe enfrenta um caso por vez e deixa os seus telespectadores hipnotizados com os experimentos e os resultados.

7. 3%

Tem produção nacional, também. 3% é uma obra brasileira criada por Pedro Aguilera. A história foi desenvolvida a partir de um episódio piloto lançado independente no YouTube no ano de 2011. É também a primeira produção brasileira original da Netflix e a segunda produzida na América Latina, depois de Club de Cuervos, do México.

Após eventos que deixaram todo o planeta devastado, o Brasil é dividido em Continente (parte mais pobre) e Maralto (uma grande promessa de abundância e prosperidade). Para chegar lá, é preciso passar por uma seleção que usa tecnologia, provas físicas e psicológicas e os coloca diante de dilemas morais. São selecionados só 3% ir para o outro lado (daí o nome da série). Aos 20 anos de idade, todo cidadão tem direito de tentar.

8. Como Vender Drogas Online (Rápido)

Como Vender Drogas Online (Rápido) é uma série de comédia adolescente alemã lançada em maio de 2019, original Netflix. A produção foi co-criada por Philipp Käßbohrer e Matthias Murmann.

Na trama, Moritz (Maximilian Mundt) quer reconquistar a namorada que o trocou por um traficante da escola. Um membro da Geração Z que respira internet, o protagonista começa um comércio online para vender drogas.

Apesar de não abusar principalmente da tecnologia para a trama, a série ilustra esses assuntos sutilmente no decorrer da narrativa.

9. O Código Bill Gates

O Código Bill Gates é uma série documental de três episódios — cada um com aproximadamente uma hora de duração — criada e dirigida por Davis Guggenheim. A história foi publicada na Netflix em em setembro de 2019.

Os episódios são dedicados a entrar na vida do ganancioso e visionário por trás do sucesso da Microsoft, Bill Gates. Um dos homens mais ricos do mundo e que hoje se dedica a apoiar causas sociais — uma das finalidades para a grande fortuna que acumulou.

10. Rede Sombria (Dark Net)

rede sombria

Apesar de não ser uma produção original da Netflix, a segunda temporada dessa série documental foi disponibilizada no serviço. Criada por Mati Kochavi, em 2016, tem como uma das principais abordagens a deep web.

Entre os episódios da segunda temporada (2017) que estão na Netflix, estão histórias sobre o uso da inteligência artificial para criar robôs sexuais, reconhecimento facial, bitcoin, segurança doméstica e privacidade.

A descrição do conteúdo diz que o conteúdo "explora as aplicações mais sombrias e perigosas do mundo cibernético, criadas e utilizadas por pessoas completamente diferentes".

11. Better Than Us

Better Than Us é uma série russa criada por Andrey Junkovsky e publicada na Netflix em agosto de 2019. São 16 episódios com cerca de 50 minutos de duração cada um, com um debate sobre inteligência artificial de robôs em uma realidade futurista.

Na trama, a sociedade vive em harmonia com robôs, que servem para substituir diversas tarefas humanas. Arisa é uma robô rara, criada pelos chineses e programada para ser mãe e esposa. O problema é que agora ela é desejada por uma corporação, terroristas e investigadores de um assassinato que a envolve.

12. E Mr. Robot?!

Você deve estar se perguntando como Mr. Robot pode estar fora dessa lista. A verdade é que a série americana criada por Sam Esmail e estrelada por Rami Malek (como Elliot Alderson), um engenheiro de cibersegurança e hacker — e que sofre de transtorno de ansiedade e depressão — não está disponível na Netflix, e sim na Amazon Prime Video.

Elliot se vê numa encruzilhada quando o líder Mr. Robot de um misterioso grupo de hackers (vivido por Christian Slater) o recruta para destruir a firma em que ele trabalha, em um dilema ético que envolve o mercado financeiro e a indústria da cibersegurança. A série começou a ser exibida na USA Network em 2015 e despertou ótimas críticas.

Mais séries sobre tech

Ao fazer buscas por termos relacionados na Netflix, você pode encontrar mais séries em que a tecnologia é usada como pano de fundo, fio da trama ou até mesmo como personagem. Uma dica para buscar obras em outras plataformas é usar o Just Watch, que revela em qual serviço de streaming uma série ou filme está disponível online.

Outras séries que podem interessar:

  • Hawaii Five-0 - também está disponível no Amazon Prime Video.
  • Silicon Valley - está disponível em português apenas no HBO GO.
  • The IT Crowd - está disponível em português apenas na Netflix Portugal.
  • CSI: Cyber - a CBS optou por não renovar, ainda não apareceu por aqui.

Você também pode aproveitar a dica que ajuda a explorar por categorias ocultas da Netflix sites e plugins para navegador e fazer uma busca apurada por "technology".

Colaborou: Lucas Lima.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Funnie
vi os primeiros eps dessa Scorpion e to gostando.basicamente é uma série de ação com nerds como protagonistas.não é um primor de produção mas da para se divertir bem. valeu pela indicação
zoiuduu .
Qual dessas aí, mais faz crítica positiva quanto à evolução tecnológica e ao futuro? Entretenimento que mostra futuro ruim, tem uma penca, quero algo novo.
Eric
Recomendo muito Halt and Catch Fire. Está passando no canal AMC da tv a cabo.
JOSE HAROLDO SENA DE O. FILHO
Gente faltou Star Trek Discovery. Também é SciFi "raiz"! Os episódios se desenrolaram muito na teoria dos Universos Paralelos. Aliás, a série clássica de Star Trek, também disponível completa no Netflix, já fez um episódio nos idos de 60 também sobre a teoria dos Universos Paralelos e o Império Terráqueo com o mesmo símbolo. Os produtores e editores fazem sempre um link com o primeiro legado de Gene Rondeberry. Acho isso muito legal!
Leonardo Feelckins
mr. robots?