Início » Negócios » Steve Ballmer vende todas suas ações do Twitter, mas diz que ainda acredita na empresa

Steve Ballmer vende todas suas ações do Twitter, mas diz que ainda acredita na empresa

Victor Hugo Silva Por

O Twitter registrou o segundo lucro de sua história no trimestre encerrado em março de 2018. A base de usuários cresceu seis milhões e a receita ficou acima do estimado, chegando a US$ 664,9 milhões.

Apesar do bom desempenho, Steve Ballmer, um dos principais acionistas da empresa, decidiu vender todas as suas ações. Em entrevista à Bloomberg, o ex-CEO da Microsoft disse que tomou a decisão porque não deseja mais focar em ser um investidor.

Steve Ballmer

“O preço parecia muito bom”, brincou.

O empresário anunciou, em novembro de 2015, a compra de cerca de 4% do Twitter. À época, as ações da empresa eram cotadas em US$ 25 cada, mas estavam em baixa. Meses antes, elas chegaram a ser vendidas por US$ 51.

A participação do executivo foi vendida em uma alta recente, que fez as ações chegarem a cerca de US$ 33. Ballmer, certamente, teve um lucro expressivo.

Ele foi beneficiado com os números positivos dos dois últimos trimestres, quando as ações tiveram um crescimento maior em sua cotação.

O empresário disse que a partir de agora focará em fundos de índice, que segundo ele, tornam sua vida mais simples. Com isso, ele poderá seguir como um acionista indireto da companhia.

Apesar de buscar mais simplicidade, Ballmer não abriu mão de suas ações na Microsoft.

Na entrevista, Ballmer disse acreditar que o Twitter ainda trará bons resultados para os acionistas. “Eu acho que o Twitter terá sucesso e vai avançar, mas eu simplifiquei minha vida e saí por um preço muito bom”, disse.

Com informações: Bloomberg, CNBC.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Programador Front-End

Apenas business, comprou na baixa, vendeu na alta... não tem sentimentos nesse tipo de negócio

DeadPull

O que você escreveu só confirma o que eu disse. Ele teve um bom lucro, que, concordemos, foi um feliz golpe de sorte, e aproveitou pra pular fora antes que esse lucro evaporasse. De bobo ele não tem nada.

Caleb Enyawbruce

parabens e segue o jogo...

Vanderson Lima

Não fala que atrai as bizarrices.

Jeffrey Sinclair | ᴳᶤᶻᴾʳᵉᵐᶤᵘᵐ

Ele tinha feito um investimento de risco e aproveitou o momento para lucrar. Se ele realmente acreditasse que poderia lucrar ainda mais ele venderia só uma parte e manteria o restante.

Jonas S. Marques

São coisas diferentes aplicadas de formas diferentes.
1. A microsoft vale 25 vezes o Twitter. É o chamado investimento seguro. A Microsoft não vai valorizar suas ações em 30 % nos próximos dois anos.
2. Os estados Unidos vivem uma crise de privacidade por conta de todo o escândalo do Facebook. Ele não é bobo de achar que as ações vão continuar subindo como estavam, e não faz sentido manter ações de risco quando o risco é maior do que a possibilidade de ganho.

Daí a dizer que ele pulou fora do barco é uma distância enorme. Ele fez uma saída segura e tem 30 % a mais de dinheiro do que investiu. Pular fora do barco é salvar o que pode e quando pode. E tenha certeza que se ele conservador como é já obteve os lucros dele alguém vai comprar esse risco.

Esqueça o mundo de milhares percentuais das criptomoedas e das empresas startups. São muito poucas as empresas que rendem 30 % de lucro em dois anos.

Molinex

developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers developers

Marcus Araújo

Considerando todas as escolhas terríveis do Ballmer, isto para mim me pareceu um indicativo de que agora o Twitter vai de vez.

João

Tanto faz, não deixa de ser a melhor rede social atualmente, sem as bizarrices do Facebook.

DeadPull

Nós dois sabemos que o Twitter deu prejuizo por bastante tempo, e apenas nos dois últimos trimestres é que começou a dar algum lucro, o que valorizou suas ações. Logo, o Ballmer viu que poderia ganhar alguma coisa e resolveu pular fora do barco sim, antes que a situação voltasse aos patamares anteriores e ele tivesse prejuízo com a venda das ações, ou então tivesse que esperar outra vida até ter outra oportunidade de ganhar alguma coisa com o Twitter. Tanto isso é verdade, que ele fez questão de manter, conforme diz a matéria, as ações da Microsoft, que é uma empresa muito mais sólida.

Zanac_Compile

É um fanfarrão

Jonas S. Marques

Se você chama 30 % de lucro de pular fora do barco, rapaz...

DeadPull

Pulou fora do barco na primeira oportunidade que teve de ganhar alguma coisa antes do barco afundar de vez, isso sim.