O Banco Central decretou, nesta sexta-feira (4), a liquidação extrajudicial do Banco Neon S.A. Antes conhecido como Pottencial, ele foi retirado do sistema financeiro nacional, e suas atividades foram interrompidas.

Em nota, o BC diz que “constatou o comprometimento da situação econômico-financeira, bem como a existência de graves violações às normas legais e regulamentares”.

O Neon é conhecido por oferecer uma conta corrente sem mensalidade. No entanto, o BC diz que essas irregularidades não têm a ver com a abertura e movimentação da conta digital, nem com a emissão de cartões pré-pagos — tudo isso é realizado pela empresa Neon Pagamentos S.A.

A instituição explica à Exame que é composta por duas empresas com operações separadas: a Neon Pagamentos oferece a conta digital e cartões pré-pagos; enquanto o Banco Neon é responsável por serviços de crédito.

No entanto, se você é correntista, não pode usar o aplicativo para realizar transações — ele diz que “está temporariamente fora do ar para melhorias”.

A página banconeon.com.br não dá acesso à sua conta. Ela exibe a decisão do BC, com links para mais informações e canais de atendimento ao cliente:

No Twitter, a empresa diz que ainda é possível realizar saques e usar o cartão.

O BC avisa que os cartões pré-pagos podem ser usados normalmente, porque a Neon Pagamentos não passou por liquidação extrajudicial.

À Exame, o BC diz que o Banco Neon S.A. — que cuida apenas dos serviços de crédito — tinha “patrimônio líquido negativo” e “deficiência de controle e monitoramento para prevenir a lavagem de dinheiro”. Enquanto o caso for apurado, os bens de seus controladores e ex-administradores ficarão bloqueados.

Para clientes do Neon S.A., o saldo será coberto pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) “com a celeridade possível”. Este fundo protege clientes de banco em casos de falência, liquidação extrajudicial ou insolvência, e permite recuperar até R$ 250 mil por correntista.

A liquidação do Neon pegou os correntistas — inclusive eu — de surpresa. Na última quinta-feira (3), a startup anunciou que recebeu um aporte de R$ 72 milhões. Em março, a empresa lançou um cartão de crédito sem anuidade.

O Neon detém 0,0038% dos ativos do sistema bancário, e possui apenas uma agência em Belo Horizonte. Segundo o Valor, seu prejuízo no ano passado foi de R$ 2,756 milhões.

Ele foi criado em 2016 a partir de uma joint venture entre a startup Controly, que trabalhava com cartão pré-pago, e o Banco Pottencial.

O Pottencial, que se especializa no ramo de seguro garantia, foi denunciado em 2010 pelo Ministério Público Federal em Minas Gerais por crimes contra o sistema financeiro. Seus diretores foram acusados de registrar R$ 6 milhões em ativos fictícios para maquiar as contas do banco. No ano passado, a Pottencial Seguradora foi colocada à venda.

Com informações: Folha, Exame. Atualizado às 10h54.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Amom Mandel

Quais são, além do tecnoblog, os sites de notícias de tecnologia mais conceituados ou com mais acessos? Olhar Digital?

raphael_silva

A Amazon tem dezenas de empresas financeiras nos seus servidores, não tem nada a ver com eles.

Você tem que otimizar tanto seu servidor quanto seu código.

raphael_silva

Tecmundo tem mais acesso que o tecnoblog, bem mais por sinal, só usar um Alexa ou similarweb.

Leonardo Feelckins

inter derrubado? oi?

renan Brait

BC garante ate 250k em depositos por IF, pode abrir numa boa que seu dinheiro nao vai pro ralo(a menos que vc tenha mais de 250k, mas ai voce abre conta em outro banco e fica segurado)

Zé das Covi

Até me ofereceram diminuir o valor lá e eu nem liguei, creio que voltarei lá ...

Volta o cão arrependido
Com suas orelhas tão fartas
Com seu osso roído
E com o rabo entre as patas

PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

Não sei, hoje em dia imagino que simplesmente gerar números e descobrir códigos cvv não seja fácil, mas não tinha pensado em invasão, na verdade nem sabia desses problemas de clonagem.

 david

Cancelei minha conta no banco Neon, já não estava mesmo utilizando

Leonardo

O prazo exato que levou o pagamento em cada caso:

https://www.fgc.org.br/Back...

Matheus Gelinski

Depois dessa, alguém pode receber uma visitinha inesperada do... https://uploads.disquscdn.c...

Matheus Gelinski

Olha... Depois disso tudo, estou com um receio enorme em encerrar minha conta no Itaú também pra abrir uma conta digital em um banco independente... É preferível perder dinheiro com cesta bancária em um grande banco do que ver todo o seu pagamento ir pro ralo da noite pro dia em um banco desses...

Matheus Gelinski

Pense da seguinte forma: essa é a hora de ver como - e se - o FGC realmente funciona. Isso pode esclarecer algumas coisinhas, como o quão lascado estará o cliente numa eventual (nova) quebra de banco. Na teoria é uma coisa, mas essa é a hora de ver o que rola na prática.

johndoe1981

Podia era fechar logo aquela birosca de site. Tecmundo tá mais pra "Tequimundo".

johndoe1981

Da série "trocadalhos do carilho".

johndoe1981

"Para clientes do Neon S.A., o saldo será coberto pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) “com a celeridade possível”. Este fundo protege clientes de banco em casos de falência, liquidação extrajudicial ou insolvência, e permite recuperar até R$ 250 mil por correntista."

Por isso não julgo quem tem receio de abrir uma conta no Nuconta, mesmo não sendo uma conta-corrente tradicional. Toda segurança sobre o patrimônio e investimentos é pouca. E agora é torcer pra o FGC pagar mesmo os correntistas do Banco Neon.

Exibir mais comentários