Início » Web » Firefox 60 ganha suporte a login sem senha e traz links patrocinados

Firefox 60 ganha suporte a login sem senha e traz links patrocinados

Por
49 semanas atrás

A Mozilla está tentando diversificar suas fontes de renda. 90% de sua receita dependem de um acordo com o Yahoo que está sendo questionado na Justiça. Por isso, o Firefox passará a exibir links patrocinados, ainda que de uma forma limitada.

O Firefox 60 traz algumas mudanças para a Nova Aba. Usuários nos EUA poderão ver links patrocinados na seção de Recomendações do Pocket — serviço adquirido pela Mozilla há um ano.

As sugestões são personalizadas de acordo com seus gostos, mas isso acontece localmente no computador, sem enviar dados para a nuvem. “Nem a Mozilla, Pocket ou patrocinadores recebem uma cópia do seu histórico de navegação”, diz a empresa.

É uma medida necessária. Depois que a operadora Verizon comprou o Yahoo, a Mozilla deixou de adotá-lo como buscador padrão no Firefox em alguns países. O contrato permite que, ainda assim, ela continue recebendo US$ 375 milhões por ano até 2019. O Yahoo abriu um processo dizendo que o contrato não reflete sua situação atual.

É possível desativar os anúncios clicando no ícone de engrenagem, no canto superior direito da Nova Aba, e indo até a opção “Mostrar histórias patrocinadas”. Isso provavelmente não estará disponível para você, no entanto, porque o teste está sendo feito apenas nos EUA.

Para todos os países, a Nova Aba ganhou um layout mais amplo, com campo de pesquisa, sites preferidos — agora com até oito ícones — e destaques.

Além disso, o Firefox 60 é o primeiro navegador a suportar o novo padrão de segurança chamado Web Authentication, ou WebAuthn. Ele permite fazer login em sites ou serviços online através de biometria — como reconhecimento facial e leitor de digitais — ou usando uma chave USB.

“Com o Firefox, o WebAuthn permite que as pessoas usem um único dispositivo como o YubiKey para acessar suas contas online sem digitar uma senha”, explica a Mozilla. “Somente sites que adotaram o WebAuthn reconhecerão seu YubiKey e permitirão seu acesso.”

Temos também novidades para o Firefox Quantum for Enterprise, voltado para empresas. Profissionais de TI agora podem configurar o navegador usando a Diretiva de Grupo no Windows ou um arquivo JSON que funciona no macOS, Linux e Windows.

Por fim, o Firefox para Android ganhou uma nova engine CSS mais rápida chamada Stylo. Ela “aproveita melhor os dispositivos móveis com vários núcleos otimizados para baixo consumo de energia”.

O Firefox 60 está disponível para Windows, macOS e Linux neste link, e para Android na Play Store.

Com informações: The Next Web, Bleeping Computer.