Início » Mobile » Galaxy A3, A5, A6, A7, A8, A9: entendendo as diferenças na linha A da Samsung

Galaxy A3, A5, A6, A7, A8, A9: entendendo as diferenças na linha A da Samsung

O que muda entre cada um desses aparelhos? Bastante coisa: veja como eles são diferentes

Por
30 semanas atrás

Quando você olha para a linha Galaxy A, pode se perguntar: qual a diferença entre os smartphones Galaxy A3, Galaxy A5, Galaxy A6, Galaxy A7 e Galaxy A8Galaxy A9? Pela mesma lógica usada na linha S (S7, S8, S9), pode dar a entender que eles são sucessores, mas não é bem assim que funciona.

A linha A da Samsung é composta de smartphones intermediários ou intermediários premium, que são um meio-termo entre os celulares com preço médio e os topos de linha. No entanto, a nomenclatura dos aparelhos funciona de forma diferente desde que a linha surgiu.

Qual diferença entre Galaxy A3, A5, A6, A7, A8, A9

Samsung Galaxy A8

Galaxy A8

Antes, a linha A da Samsung funcionava da seguinte forma: a empresa lançava o Galaxy A5 e o Galaxy A7 juntos, que tinham hardware similar, e a principal diferença entre eles era o tamanho da tela, de 5,2 polegadas no Galaxy A5 (2017) e de 5,7 polegadas no Galaxy A7 (2017). Foi assim desde 2014, quando os primeiros modelos foram lançados, até 2017.

Em 2018, a Samsung decidiu mudar o jeito que a nomenclatura da linha A funciona e passou a usar o mesmo sistema da linha S e Galaxy Note. Em vez de usar A5 e A7 para diferenciar o tamanho da tela (entre outras características), ela usou Galaxy A8 e Galaxy A8+, assim com acontece com o Galaxy S9 e Galaxy S9+.

Depois, a fabricante anunciou dois novos membros para a linha A: o Galaxy A6 e A6+. É o sucessor do Galaxy A5? Não, o sucessor do A5 (2017) é o próprio A8. O A6 fica entre o Galaxy J7 e o Galaxy A8 em termos de hardware. Somente o Galaxy A6+ chegou ao Brasil.

Mais recentemente, a Samsung anunciou um outro Galaxy A7 (2018), um modelo com câmera tripla e leitor de impressões digitais na lateral do celular. Ele funciona como um meio-termo entre o Galaxy A6+ e o Galaxy A8 ou Galaxy A8+. O modelo ainda não chegou ao Brasil.

Também existe o Galaxy A9, mas esse modelo já é antigo: ele foi lançado em 2016 e já não é mais vendido no Brasil. A mesma coisa vale para o Galaxy A3, que era um smartphone básico mas com construção de metal e já foi descontinuado.

Galaxy A6+ e Galaxy A8 e A8+ são os mais novos

Ou seja, a linha A da Samsung pode ser organizada dessa forma, do modelo mais novo até o mais antigo, vendidos atualmente ou não:

Vale apontar Galaxy A6 não é necessariamente melhor que o A5; é um smartphone que deve competir com o Moto G6 e G6 Plus, enquanto o A8 e A8+ competem com o Moto Z3 Play. E aí, ficou mais claro agora?