Início » Celular » Empresa contrária à obsolescência programada está há mais de dois anos sem lançar smartphone

Empresa contrária à obsolescência programada está há mais de dois anos sem lançar smartphone

Victor Hugo Silva Por

As grandes fabricantes costumam restringir a atualização e a manutenção dos aparelhos. A tática contribui para que, rapidamente, um celular deixe de ter o melhor desempenho. Como consequência, é normal que você sinta a necessidade de trocar o aparelho mais vezes.

Porém, algumas empresas são contrárias a essa estratégia. Uma delas é a Fairphone, que está há mais de dois anos sem lançar um novo celular e foi apontada como a mais amigável ao meio ambiente. A marca diz que um de seus principais objetivos é oferecer produtos com mais longevidade.

O celular mais recente é o Fairphone 2, lançado em dezembro de 2015. Ele é um aparelho modular, que permite trocar itens como o visor, a bateria e o módulo de câmera. As peças são vendidas diretamente no site da fabricante.

A Fairphone também tem como um dos objetivos oferecer melhorias no sistema operacional. O modelo deverá receber nos próximos meses sua segunda grande atualização, passando para o Android 7.1 Nougat. Com a nova versão, a empresa espera oferecer mais segurança e maior tempo de bateria.

“Queremos manter seu celular funcionando pelo maior tempo possível para que você não precise trocá-lo tão frequentemente. Um software seguro, atualizado e útil é essencial para atingir esse objetivo”, explica a empresa.

No hardware e no software, o objetivo é estender ao máximo o ciclo de vida do aparelho. No entanto, apesar da filosofia de manter o celular sempre atualizado, a empresa entende que uma mudança para o Android Oreo seria mais complicada. O Fairphone 2 conta com chip Snapdragon 801 com quatro núcleos de 2,26 GHz. Para a fabricante, as especificações não garantiriam um bom funcionamento do celular com a versão mais recente do Android.

Com informações: Fairphone.

Tecnocast 075 – Antiobsolescência programada

No mundo da tecnologia nós sempre ouvimos falar da obsolescência programada, aquela tese de que as empresas deixam os produtos antigos mais lentos a cada atualização de sistema operacional para te obrigar a comprar um novinho em folha.

Mas olhando o copo meio cheio, algumas categorias de produtos ainda conseguem durar, basicamente, até o dia em que efetivamente param de funcionar. E isso entregando uma performance igual ou muito similar ao dia da compra. Neste programa conversamos sobre os gadgets que não atualizamos com tanta frequência. Dá o play e vem com a gente!

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jean Santos Lopes

As pessoas já compram um produto sabendo quanto tempo a empresa fornece o suporte, por contrato. A questão é que muitas empresas estão descumprindo esse contrato (sobretudo as de smartphone Android, que estão andando e cagando para isso).

Sandro Caleu Carneiro

Sony lixo, obsolescência programada até nos videogames!

zoiuduu .

Discordo, se tudo durasse muito tempo, a economia iria esfriar, o que faria muitos empregos serem perdidos.
IMagina se a fábrica de carros fizesse carro novo a cada 5 anos, ela faria 100 carros por dia, depois faria 80 ,50,20, 10, pois o povo todo já teria o modelo, daí 9 em cada 10 pessoas perderiam o emprego.

zoiuduu .

Fala assim pra ele ó....
Se eu tneho um galaxy s3 e quero um novo galaxy, pq eu compraria um galaxy s6(3 anos atras) , sendo que tem o iphone de 2018 que é melhor que o galaxy s6?

A empresa ia perder muito mercado, imagina se o play station fosse só a 10 anos que lançasse, eu estou em 2014 e quero um console novo, eu vou comprar o xone ou o ps3? claro que é o xone rss
Mas eu ficaria em dúvida se compraria o xone ou o ps4 pq ambos estão atualizados.

Fred

Mas lançar uma atualização para um sistema defasado em DOIS anos não me parece muito amigável deles...

Cameron Poe

Questão é, não vão dar mole com ps4/ps5 agora, se não sabem que vai demorar pra deslanchar (porque com a quantidade de jogos bons que temos nessa geração - ainda mais de exclusivos - não vai dar vontade de adquirir um console de nova geração nem tão cedo, ainda mais sem isso),

Cameron Poe

Fora que nesse mercado hoje, ao invés de otimizarem os jogos (especialmente de pc), lança mal otimizado pra forçar a comprar componentes melhores sempre, complicado

Paulão da Regulagem

Ja usei Samsung, Motorola (melhor custo x benefício ) e Apple.
Minha única queixa em relação às atualizações do IOS eh a duração da bateria! O S.O continua rodando liso mas a bateria ficou uma porcaria, ainda mais depois do ios 11 (iPhone 6S)..

Paulão da Regulagem

Por muito tempo pensei assim.. Mas se vc comparar o quanto custavam esses eletrodomésticos antigos que duravam “30 anos”, vai ver que era uma fortuna, acessível a pouquíssimas pessoas..hoje uma pessoa humilde consegue ter um celular, tv de led (não das melhores marcas e modelos, mas consegue ter)
Eletrodoméstico antigo: “caro” proporcionalmente e duradouro
Eletrodoméstico atual: “barato” e de curta vida útil
Façam suas escolhas!

Daniel Meurer

Arquitetura completamente diferente. O PS3 foi revolucionário na sua época mas era uma plataforma muito difícil de ser trabalhada. Sony foi obrigada a mudar e a retrocompatibilidade não foi mais lossivel.

Alexandre Roberto

eu ainda nao entendo a necessidade de atualizar p o android mais atual...
uso um samsung no 6.0...semana passada mesmo consertei em casa um antigo asus q tive q ainds esta no 4.4.....e roda todos os apps q uso no 6.0......e no sony com 5.1 tambem....
a limitacao de versao so percebi em um tablet antigo com 4.1 que realmente nao encara todos os apps q tenho...mas ai ja tem uns 5 anoa de estrada e realmente o processador claramente passa sufoco

Anubis

O Xbox One a Microsoft já fez varias atualizações e mudanças de interface. VÁRIAS. E ele está cada dia melhor. E lançou um mais potente para jogadores ainda mais exigente.

Nicolas Kim

Tipo o que a Lenovorola fez com alguns smartphones dela, que passam a desligar repentinamente sem ter zerado a carga MESMO APOS TROCAR A BATERIA E RESETAR O SISTEMA.

Jonas Rafael Rossatto

Usei o primeiro iphone de 2007 a 2010 e rodava numa boa

Caleb Enyawbruce

Nunca ouvi falar da marca, mas espero que tenham sucesso na empreitada

Exibir mais comentários