Há pouco mais de um mês, três mil empregados do Google assinaram uma carta pedindo que a companhia deixe de colaborar com o Pentágono em um projeto militar chamado Maven. Diante da negativa, alguns deles deram o passo seguinte no protesto: pediram demissão. Pelo menos 12 funcionários renunciaram aos seus cargos.

Todos eles, declaradamente, saíram por conta da insistência do Google com o Maven. Apesar de a oposição ao projeto ter aumentado para quase quatro mil funcionários nas últimas semanas, a empresa não desistiu da participação, pelo contrário: defendeu a sua permanência na parceria com o Pentágono.

Google + cérebro

Mas o que é o Maven? O projeto surgiu formalmente no ano passado como um programa para encontrar formas de acelerar o uso da inteligência artificial em aplicações militares. A iniciativa visa, sobretudo, aplicar a tecnologia na identificação de objetos em imagens capturadas pelos drones das forças armadas.

Basicamente, o Google tem contribuído com o Maven dando acesso e suporte ao Pentágono para uso do TensorFlow, sua biblioteca de código aberto para aprendizagem de máquina. Apesar de a companhia reiterar que a sua tecnologia vai ajudar o Pentágono a identificar ameaças e prevenir a morte de pessoas inocentes, os funcionários que assinaram a carta não ficaram convencidos.

Para começar, há o temor de que, mesmo que o Google se posicione contra, os militares apliquem a tecnologia em ações que podem causar morte de pessoas. Além disso, os funcionários acreditam que a participação contradiz os princípios do Google de trabalhar em prol do bem-estar geral.

Também há questionamentos éticos. O Google começou a colaborar com o Pentágono de um modo um tanto silencioso. Só no final de fevereiro é que a notícia do envolvimento da empresa no Maven começou a se espalhar internamente.

Pressionado, o Google prometeu atualizar os funcionários sobre seu posicionamento ético, mas até agora não o fez. Para um dos que pediram demissão, seria tarde de qualquer forma: “preocupações éticas deveriam ter sido abordadas antes de entrarmos nesse contrato”.

Centcom Combined Air Operations Center

Alguns funcionários decidiram sair não só como forma de protesto, mas também por se sentirem desconfortáveis. “Em algum momento, percebi que eu não poderia, de boa vontade, recomendar que alguém entrasse para o Google, sabendo o que eu sei. Percebi que, se não posso recomendar às pessoas que trabalhem aqui, por que devo continuar?”, disse um deles.

Não deve haver uma debandada massiva. De todo modo, o protesto conseguiu gerar alguma mobilização. Uma nova carta aberta dirigida aos principais executivos do Google pede que a companhia deixe de colaborar com o Maven. A maior diferença em relação à primeira é que esta foi assinada por cerca de 400 especialistas, pesquisadores e acadêmicos de várias partes do mundo.

O Google não se pronunciou sobre os funcionários que pediram demissão, pelo menos até o momento.

Com informações: Gizmodo.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Mega Mota

Melhor assim.

robsonc

Olha não vou me dar o trabalho, passe bem.

Mega Mota

Diz que minha frase não faz sentido respondendo com uma frase sem sentido??? "tá serto" Manifestação pode ser ideológica, moral, condicional, objetiva, etc... Ética envolve ideologia mas ideologia não envolve ética, principalmente se a ideologia é de esquerda.

Mega Mota

Vc vem com uma frase sem sentido dizer que minha frase não faz sentido, ou não entendeu o que eu disse ou se fez de desentendido. Ou as vezes segue a mesma ideologia.

Leandro Malta

a CERN criou a world wide web em 1992 mas qm começou inicialmente foi o departamento de defesa dos EUA com a rede ARPANET criada pelo grupo DARPA a empresa CERN q aperfeiçoou a internet como conheçemos

Leandro Malta
Leandro Malta

foi a DARPA estudei na faculdade sobre isso até meu prof mostrou em um slide.

Chode 'Infamous' McBlob

O que isso que você disse tem a ver com "economia baseada em confiança" que você defende? Pode explicar isso?

Outra coisa: eu nunca disse que o lastro é SÓ OURO. Eu disse, com todas as letras, há 6 dias atrás, que o ouro é UM DOS lastros da economia baseada em PIB, é o lastro que pode ser guardado enquanto não usado. Se você não consegue entender algo tão simples como meu texto simples, você quer entender de economia? Ah, vá plantar batatas, moleque. Talvez assim você entenda um pouco de commodities também, que é outro lastro da economia, do lado da cadeia produtiva.

Tite³

"No entanto, a economia teve que se adequar mais uma vez, pois atualmente nem os países mais ricos, tem ouro suficiente para resgatar sua moeda, deixando a moeda sem lastro, sem garantia."
Dá uma lidinha no que diz o professor Reinaldo Clementino de Souza.
https : / / esamc.br / noticia / a-relacao-moeda-ouro-e-cambio / 8016

Chode 'Infamous' McBlob

Agora mudou o discurso. Defendia "economia baseada em confiança", agora assumiu exatamente o que eu disse, economia baseada em PIB e reserva por lastro, mas não admite que errou.

Só para lembrar você que eu escrevi exatamente o que está no artigo, copio aqui o trecho de meu comentário de 6 dias atrás:

"A economia mundial, com base em PIB, utiliza cálculos baseados em recursos. Uma das várias formas dos países guardarem seus recursos é por meio da reserva de ouro. O ouro é um dos lastros do PIB."

Assim, afirmo com total fundamento que você é um moleque mesmo. Moleque mimado esperneador.
Não discuto com moleque.

Tite³

Eu estava falando de uma situação hipotética meu caro gênio, você veio falando de uma situação histórica (real), tá fazendo doutorado e não sabe a diferença...
Lê o que você mando mano, o cara não está falando nada de padrão-ouro, e ele destrói o seu argumento no quinto paragrafo, "No entanto, a economia teve que se adequar mais uma vez, pois atualmente nem os países mais ricos, tem ouro suficiente para resgatar sua moeda, deixando a moeda sem lastro, sem garantia."
E ele afirma exatamente como eu disse, "Hoje o que dá garantia ao dinheiro é o PIB (Produto Interno Bruto), que representa toda a produção de bens e serviços de uma economia, e se há produção suficiente para a troca de moeda, isto é, a quantidade de produtos da economia se iguala aos valores monetários em circulação, esta moeda é considerada uma moeda forte. " se um banco fali e a circulação diminui (desemprego = recessão que é = menos dinheiro circulando).
O seu "pensamento econômico" é baseado em uma teoria do século XIX que nem existe mais na prática.

Chode 'Infamous' McBlob

Primeiro, quem falou de hackers foi VOCÊ. Esqueceu? Ou está se fazendo de besta? Eu vou lhe lembrar:

Tite³
6 dias atrás
Um cara com um computador pode falir a economia mundial em um segundo, se for para ter medo da tecnologia tenha medo disso. O que impede que um hacker com um PC destrua o "mundo" é o mesmo que vai impedir a IA: Segurança e Prevenção.

Tite³
Sim um hacker poderia invadir o sistema de um grande banco, poderia não, já foi feito só que não em grandes proporções. Um exemplo, um hacker bem [email protected] invadiu o sistema do banco paulista e desviou milhões.
Fonte: http://g1.globo.com/sao-pau...
9:16 p.m., Wednesday May 16

Segundo, nem vou mais me dar ao luxo de continuar pisando na sua ignorância, vou deixar o professor Reinaldo Clementino de Souza fazer isso por mim:
https : / / esamc.br / noticia / a-relacao-moeda-ouro-e-cambio / 8016

Natthan Fruche Terzi

Esse Putero é construído por brasileiros, se todos tiverem esse pensamento derrotista e vender a alma a nossos grandessíssimos políticos, nada muda. Tem gente que se muda para o sertão para dar aulas e instruir a quem o governo não atende, e tem gente que é o revolts do facebook, que reclama e nada faz...

Alexandra Farias

foi mal aé eu pensei que você fosse que nem as outras pessoas mas sim pode existir uma possibilidade sim de um ataque extraterrestre , eles podem querer os recursos do nosso planeta para eles caso eles já tivessem esgotado o do planeta deles isso não é só ficcção cientifica é um fato que se pode torna realidade , e sim eles podem escravizar a nossa espécie , nós não fazemos isso com os animais porque eles não fariam isso com a gente por isso devemos desenvolvemos tecnologicamente para estamos a merce desses seres , que vença o mais forte.

Tite³

Quem está falando de hackers? Você afirmou que uma crise privada em um setor isolado (o bancário) nada se refletia na economia mundial, quando a historia já provou o contrario. E a crise financeira mundial nada teve a ver com lastro ou com esgotamento de reservas, não imagino de onde você tirou tal asneira. Você sequer sabe do que está falando doutor de internet, isso que você fala anda tem a ver com a crise de 2008-2009, nem com qualquer outra crise do Capitalismo (como a de 29), só no seu mundo maluco suas palavras fazem sentido.

Exibir mais comentários