Início » Celular » Nexus One deixará de ser vendido online

Nexus One deixará de ser vendido online

Avatar Por
9 anos e meio atrás

Em um post no blog da empresa, o vice-presidente de engenharia do Google, Andy Rubin, explicou uma drástica mudança na estratégia de venda do Nexus One. Ela essencialmente será virada de cabeça para baixo: o celular que era vendido apenas na loja online deixará de ser vendido dessa maneira e passará a estar disponível apenas por meio de canais tradicionais de varejo.

Rubin comenta que os objetivos do Google com o Nexus One foram dois: introduzir uma referência de inovação entre os dispositivos com Android e tornar mais fácil e rápida a aquisição de um aparelho com o sistema operacional. A primeira meta foi atingida com louvor: o legado do Nexus One já está presente em aparelhos mais modernos e avançados, como o HTC Evo 4G e o HTC Droid Incredible. Já quanto a venda exclusivamente online… Bem, nesse aspecto podemos dizer que o Google falhou miseravelmente.

O sistema de vendas online simplesmente não deu certo. Seja por causa de uma forte cultura de comprar celulares com a sua operadora de preferência (já associado a um plano e aos correspondentes subsídios) ou pela impossibilidade de ter o produto em mãos antes de concretizar a compra, as vendas da loja online do Google ficaram muito abaixo das expectativas.

Sendo assim, o Google reconhece que o novo sistema proposto “não pegou”  e afirma que irá adotar uma estratégia mista de início, aumentando a presença do Nexus One nos canais de venda tradicionais. Concluída essa fase, o aparelho deixará de ser vendido pela internet e a “loja” online do Google passará a funcionar apenas como vitrine dos diversos modelos de Android disponíveis pelo mundo, sem vender nada.

Costumam dizer que quem está um passo à frente é um líder, mas quem está dois passos a frente é um mártir. Foi assim com o Google. Ao tentar mudar um paradigma fortemente enraizado no nicho em que entrava (sem nem ao menos passar por um modelo híbrido que desse opção ao consumidor), a empresa de Mountainview teve o seu diferencial transformado em desvantagem competitiva. Pelo menos ela soube reconhecer a hora de tirar o time de campo e mudar de estratégia antes que o fracasso fosse maior ainda.

Mais sobre: , ,