Início » Brasil Negócios » FGC vai começar a pagar clientes afetados pela liquidação do Banco Neon

FGC vai começar a pagar clientes afetados pela liquidação do Banco Neon

Instituição financeira ligada à Neon Pagamentos teve atividades interrompidas pelo Banco Central após irregularidades

Por
17/05/2018 às 14h37
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

O Fundo Garantidor de Créditos (FGC) anunciou que vai iniciar nesta sexta-feira (18) o pagamento aos clientes do Banco Neon, anteriormente conhecido como Pottencial. A instituição financeira, que possuía acordo operacional com a Neon Pagamentos, teve suas atividades interrompidas pelo Banco Central, que encontrou graves irregularidades e decretou a liquidação extrajudicial da empresa.

Quem aplicava no recurso Objetivos, um investimento em CDB (Certificado de Depósito Bancário) que prometia render mais que a poupança, deverá acessar o aplicativo da Neon Pagamentos e seguir as instruções para o pagamento da garantia. De acordo com o FGC, as informações de resgate ficarão disponíveis no aplicativo entre os dias 18 de maio e 18 de junho.

Já os demais clientes do Banco Neon deverão comparecer a uma agência do Bradesco para receber a garantia. “O pagamento será efetivado no município constante no cadastro do credor, existente na instituição em Liquidação. Na hipótese de o município não ter agência Bradesco, o pagamento será efetivado na agência do município mais próximo”, diz o FGC. Não haverá cobrança de tarifa. Mais informações estão disponíveis no site do órgão.

O FGC é uma associação de direito privado que garante o pagamento aos credores em caso de intervenção ou liquidação de uma instituição financeira pelo Banco Central. A garantia ordinária é de até R$ 250 mil por CPF e vale para depósitos à vista, cadernetas de poupança, CDBs e outros tipos de investimentos. Segundo a Neon Pagamentos, nenhum cliente tinha mais do que esse valor.

Após a liquidação extrajudicial do Banco Neon, a Neon Pagamentos fechou parceria com o Banco Votorantim para voltar a operar. O acordo permitiria que a fintech retomasse serviços como transferências, depósitos por boleto bancário, pagamentos de contas e recargas de celular. Na quarta-feira (16), a Neon Pagamentos passou a aceitar o cadastro de novos clientes.