A Cambridge Analytica está mesmo fechando as portas. No início do mês, a companhia anunciou a decisão de encerrar as suas operações por consequência da controvérsia com o Facebook. Nesta semana, a companhia avançou uma etapa no processo: abriu um pedido de falência para a sua filial nos Estados Unidos.

Quando anunciou o encerramento de suas operações, a Cambridge Analytica atribuiu à decisão à falta de clientes. A empresa surgiu em 2013 como um braço do SCL Group (que também está fechando) voltado a análises de dados para fins comerciais e, principalmente, políticos. Mas, desde que o escândalo veio à tona, a clientela sumiu.
Cambridge Analytica

Pelo menos é o que a Cambridge Analytica diz. É possível que a decisão faça parte de uma estratégia para diminuir os estragos causados pelo caso. A despeito disso, é bastante provável que a companhia tenha mesmo perdido clientes: é de se esperar que nenhuma organização ou pessoa queira se envolver com um serviço cujo próprio nome serve para descrever um escândalo.

Para validar o pedido de falência, a Cambridge Analytica levou a um tribunal de Nova York documentos que indicam que a companhia tem ativos no país cujas somas podem chegar a US$ 500 mil, mas dívidas na faixa de US$ 1 milhão a US$ 10 milhões. O procedimento tem como base o Capítulo 7 da lei de falências dos Estados Unidos, que trata especificamente de liquidação.

O fechamento de uma empresa não acontece de uma hora para a outra, razão pela qual o processo pode se arrastar por um bom tempo. Mas regulares norte-americanos que lidam com o caso já adiantaram: independente do que for decidido, eles continuarão investigando a Cambridge Analytica.

Com informações: Reuters.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Mendonza

Republicanos fazendo republicanisses.

Keaton

Emerdata.

DeadPull

R.I.P., Cambridge Analytica. E que Satanás te receba de braços abertos no inferno.

Diogo

Sim, o problema específico dessa é que ela estava ligada diretamente às eleições dos EUA. E já sabe: qualquer coisa que esteja diretamente envolvida com Trump por lá será escarnecida até a morte.

Ricardo - Vaz Lobo

E o banco de dados bem guardadinho pra futuros usos, imagino.

Trovalds

Pegaram essa pra crucificar. Tem dezenas de outras (centenas se duvidar) que fazem praticamente o mesmo e ninguém faz nada.

O que eles tinham que ganhar de dinheiro já ganharam. Metem uma falência, salvam o que podem, liquidam o que precisam. E voltam com algum outro esquema parecido com outro nome.