Início » Games » PlayStation 4 está no fim do seu ciclo de vida, diz Sony

PlayStation 4 está no fim do seu ciclo de vida, diz Sony

Não espere um PlayStation 5 tão cedo, porém: ele deve ser anunciado até março de 2021

Por
23/05/2018 às 12h05
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A Sony fez uma conferência para investidores nesta quarta-feira (23) em que a empresa apresentou seus planos para os próximos anos — e aparentemente não tem grandes planos para o PlayStation 4. Segundo a empresa, é o começo do fim do console, que acumula 79 milhões de unidades vendidas.

De acordo com um repórter do The Wall Street Journal, John Kodera, CEO da divisão de PlayStation, afirmou que o PS4 “está entrando na fase final de seu ciclo de vida, o que teria impacto negativo para a unidade, mas a receita recorrente através de serviços de adesão deve amortecer um pouco [esse impacto]”.

Foto por Jon Fingas/Flickr

Ele fala de plataformas como a PlayStation Network, PS Store (além de PS Video e PS Music) e o PlayStation Plus, o serviço de assinatura de jogos online do PlayStation. Hoje, o PlayStation Plus tem 34,2 milhões de assinaturas e cresceu cerca de 64% em apenas dois anos, um dos grandes trunfos da empresa. No Brasil, o serviço custa R$ 25 por mês ou R$ 130 por ano.

A estratégia da Sony para o próximo ano fiscal, que termina em 31 de março de 2019, é impulsionar ainda mais a base de usuários ativos do PlayStation 4, aumentar a receita recorrente a partir de seus serviços, e aprimorar os jogos exclusivos para o PS4. Enquanto isso, o PlayStation VR é considerado um desafio para a empresa: suas vendas cresceram, mas abaixo do esperado.

Apesar do PlayStation 4 ainda estar nos planos da Sony (ele ainda não foi oficialmente descontinuado), é esperado que o aumento nas vendas do console esfrie mais e mais ao longo dos próximos três anos, tempo que a divisão do PlayStation vai usar para planejar o novo console e impulsionar seu crescimento novamente.

Não espere um PlayStation 5 tão cedo, porém: ele deve ser anunciado no ano fiscal de 2020, que se estende até março de 2021. A empresa já patenteou uma nova tecnologia de DRM baseada em blockchain para o novo console.

Com informações: Engadget, Polygon.