A tendência de mercado é que uma tecnologia nova sempre tome o lugar da versão imediatamente anterior. No setor de telefonia móvel, o 4G substituiu o 3G, que substituiu o 2G. Só que o desligamento das redes deve acontecer em uma ordem diferente: no Brasil, é bastante provável que as operadoras desativem as redes 3G antes mesmo do 2G.

Essa é a visão do conselheiro da Anatel, Leonardo Euler de Morais. Não é difícil entender o motivo: você provavelmente migrou de forma natural do 3G para o 4G quando trocou de smartphone, mas o 2G é utilizado especialmente por terminais M2M, como maquininhas de cartões, que nem sempre são atualizadas com frequência. Só elas representam cerca de 15 milhões de acessos nas redes antigas das operadoras.

Também há a categoria M2M especial, que abrange os dispositivos que utilizam a rede móvel para se comunicar, mas não sofrem intervenção humana. Eles incluem, por exemplo, sistemas de monitoramento e diagnóstico. A estimativa é que 80% deles se comuniquem por 2G, o que corresponde a outros 30 milhões de acessos (!).

Foto por Bojan Pavlukovic/Flickr

Por isso, é menos doloroso desligar o 3G do que o 2G. E isso não deve demorar: pode acontecer em menos de quatro anos, segundo o conselheiro. Entre as operadoras, a TIM informa ao Mobile Time que planeja iniciar o refarming da frequência de 2.100 MHz ainda este ano, para “não apenas minimizar, mas já começar a fazer o shutdown da rede 3G”. O objetivo é desativar as redes antigas e abrir caminho para o 5G.

TB Responde: veja qual operadora tem a melhor cobertura

Aliás, a TIM é um caso peculiar: recentemente, passou a cobrir mais municípios no 4G (3.120) que no 3G (3.096), de acordo com os números do Teleco (a expectativa era que isso só ocorresse em 2019). A operadora claramente foca os esforços no 4G em vez de ampliar a rede legada — como usuário, é bem comum eu encontrar sinal de LTE, mas não 3G quando viajo para cidades menores.

Se as previsões se tornarem realidade, o Brasil não deverá ser o único a desligar o 3G antes do 2G. Algumas operadoras seguiram o caminho natural, como a AT&T nos Estados Unidos, que já acabou com o 2G; além disso, no Japão, nenhuma operadora possui 2G desde 2012 (!). Mas, na Europa, a Vodafone não pretende desligar o 2G antes de 2025, também por causa dos dispositivos M2M e de internet das coisas.

Só espero que as operadoras tenham uma cobertura de 4G realmente boa antes de matarem o 3G.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Douglas B

Com vc falando, me lembrei que tem um shopping aqui que tem o sinal 4G bom, mas não conecta. Daí sempre tenho que mudar pra 3G rs. Deve ser sobrecarga.

Seraph

É estranho. em Meu bairro, o 4g pega muito bem, o 3g não. Porém no meu trabalho, de área industrial, o 4g é extremamente lento e me obriga a mudar

Douglas B

Em Ibirité (região metropolitana de BH), é o contrário. O 3G da TIM sempre foi uma porcaria, mas o 4G pega muito bem em qualquer canto, até no porão da minha casa.

Yago G. Oliveira

Eu consigo 6Mbps no HSPA.

Jefferson Rodrigues

3G pode atingir 10MB de velocidade. Já consegui essa velocidade.

Jefferson Rodrigues

Concordo! Eu assisto a filmes, em HD, no 3G da TIM. Roda liso.

Jefferson Rodrigues

O 3G da TIM é bem mais rapido que o 4G dela mesma. Não entendo!

Anderson Antonio Santos Costa

Eles ainda vão usar o 2G por um bom tempo para ligações. Se ao menos os celulares 4G fossem mais baratos e as operadoras incentivassem a troca por terminais 4G já aliviaria o bolso.

Felipe Silva

te digo que com o avanço da tecnologia e o ganho em escala (já que o 3g vai continuar em parte do mundo que desligou o 2g primeiro), vai acabar saindo o mesmo preço usar chips 2g produzidos em pequena quantidade somente para mercados selecionados ou meter um 3g que serve para o mundo todo.

RB

infelizmente não sou expert no assunto, portanto me desculpe se falei algo equivocado. O que quis dizer é que pro cliente final n vai ser cobrada a tarifação de dados pelo uso do VoLTE, além do telefone não precisar alterar a rede para ser realizada uma ligação enquanto conectado ao 4G.

@Sckillfer

Mas eu disse que essa era a desculpa dada, não que é o motivo.

@Sckillfer

Para usar o VoLTE não é necessário (nem devido) a *cobrança* de dados, porque ao contrario do 2G e 3G voz e dados não são separados.

Não tem essa de Edge ou GPRS para voz... A tecnologia de voz no 2G é a mesma, Edge e GPRS são evoluções na transmissão de dados.

Fred

Só esqueceram de um detalhe. Nosso lindo 4G, em quase sua totalidade não tem VoLTE, ou seja, não serve para fazer ligações! Então matar o 3G para ficar com 4G não parece inteligente

jacob

Sim, de fato, o problema é o custo adicional pra suportar uma tecnologia que vai ser descontinuada.

Porto Velho

4G usa VoLTE pra vóz, uma espécie de VOIP. Usa a rede de dados pra trafegar vóz.

Exibir mais comentários