Está bom, mas está ruim. Essa talvez seja a melhor forma de resumir a situação atual da Lenovo no mercado: divulgados recentemente, os últimos resultados financeiros mostram que a companhia conseguiu fazer mais dinheiro entrar no caixa, por outro lado, as divisões de PCs e smartphones continuam preocupando. A pior parte é que não há sinal de melhora no curto prazo.

Lenovo

Os números dizem respeito ao último ano fiscal da companhia, encerrado no final de março. No quarto trimestre desse período, a Lenovo obteve receita de US$ 10,6 bilhões, superando as expectativas, que eram de US$ 9,8 bilhões.

Considerando todo o ano fiscal, a receita foi de US$ 45,3 bilhões, um aumento de 5% em relação ao período anterior. Mesmo assim, a empresa encerrou o ano fiscal com prejuízo de US$ 189 milhões. Apesar de o último trimestre ter sido bastante favorável para a Lenovo, há a desconfiança de que a companhia não irá manter esse ritmo. 2018 tende a ser um ano nebuloso, portanto.

Mas o que está dando errado? Os problemas começaram em 2014, depois que a Lenovo comprou a Motorola Mobility do Google. Parecia que a companhia iria se firmar no segmento de dispositivos móveis, mas até hoje a Lenovo não conseguiu fazer a integração das duas marcas dar certo.

 Lenovo Vibe a7010

Uma série de fatores influenciaram nisso, entre eles, a decisão de simplificar a marca Motorola para Moto (já revertida), certa “bagunça” na quantidade de aparelhos lançados nos últimos meses e falta de um smartphone realmente capaz de fazer frente aos topos de linha de companhias como Samsung e Xiaomi.

A situação é mais confortável no segmento de PCs, mas não muito: embora tenha conseguido registrar vendas significativas, a Lenovo viu o seu posto de líder desse mercado ser tomado pela HP no ano passado.

É verdade que o desempenho tem sido ótimo nas vendas de servidores, mas esse segmento apenas ameniza a situação das outras áreas. Entre outras medidas, a companhia promete reagir dando mais atenção a mercados mais promissores para dispositivos móveis, como América Latina e Estados Unidos. Mas a Lenovo sinaliza que nenhuma grande melhora deve ser notada antes de 2019.

Com informações: Bloomberg.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

avinicius

Isso, a maioria dos PCs das instituições federais brasileiras são da HP.

Comentário Mil Grau℗

Ela tentou tornar a Motorola a Samsung de anos atrás onde lançava uma penca de smartphones achando que com isso iria gerar lucro e c***** pro pós venda e atualização. Fragmentou as linhas G, E e X, tornou a linha X que era uma espécie de flagship CxB em mais um smartphone mid end que NÃO DEU CERTO etc, etc etc.

Se eles mantivessem a política que a Motorola estava quando o Google adquiriu ela provavelmente esse cenário estaria em outro patamar, na minha opinião a única coisa que deu certo na Motorola da Lenovo foi a linha Z que manterão os moto mods compatíveis com as versões anteriores segundo os vazamentos da linha Z 2019.

Ainda vendem bem a linha G no Brasil pelo passado que ela representou, mas certeza que tmb houve queda de vendas pela fragmentação da linha. Agora é esperar pra ver se o novo presidente BRASILEIRO da Motorola irá conseguir voltar a ter a filosofia Motorola a Google Company.

SiouxBR

O pós-venda da HP é terrível. Comprei 20 máquinas para a empresa que trabalhava e foram inúmeros problemas (incompatibilidade dos drivers do Windows fornecido por ela com as peças de hardware - só fornecido após conseguir uma imagem "limpa" fornecida pela Microsoft). O pior é que o suporte deles simplesmente te ignora... :(

tuneman

Mas aí eu acho que o corporativo puxa muito essa liderança.

Luizão

as vezes uma empresa só faz cagada aqui no brasil (não é bem cagada, é vender coisas baratas), mas manda mto bem em mercados de 1º mundo, dai o sucesso de vendas (sim, to falando da hp, e da lenovo tbm, olha os lenovo yoga q eles vendem nos eua)

Eduardo Braga

:/
Nunca vou testar então. Vou continuar com os Samsung e Dell da vida.

johndoe1981

Sim. Quem sofreu com problemas de superaquecimento com notebooks da HP e enfrentou o descaso da empresa pode confirmar.

johndoe1981

Simplifiquem a e baixem os preços da linha Moto e garantam atualizações do Android que as vendas aumentam. Aparentemente todo mundo no Tecnoblog sabe disso, menos a Lenovo.

Molinex

Lenovo, tem o toque de midas ao contrario kkk

Léo Oliveira

Ia dizer a mesma coisa...

Se fosse Dell, Acer e até ASUS, beleza, mas HP... Pqp 🙄

Eduardo Braga

Hahahah

Rodolpho Camargo

Sim, são.

Eduardo Braga

São tão ruins assim?

Robert Rey

O mais impressionante dessa notícia é saber que a HP (!!) é a empresa que mais vende PC's no mundo hoje. Haja mal gosto generalizado!

pedrowillyam

Depois de toda a bagunça que a Lenovo fez com a Motorola, após a Google tê-la entregado na melhor forma possível, só me faz achar muito bem feito. Era tão maravilhoso quando a linha dos Moto era simplificada (E, G e X), e hoje em dia tá pior do que a Samsung.

Exibir mais comentários