A fabricante chinesa ZTE chegou a uma solução para evitar novas sanções do governo dos Estados Unidos. A empresa aceitou pagar um multa de US$ 1 bilhão e incluir uma equipe de compliance escolhida pelas autoridades.

Ela também se comprometeu a definir em até 30 dias um novo conselho e um novo time executivo, que receberá os relatórios de compliance. A companhia ainda deu uma garantia de US$ 400 milhões para possíveis violações no futuro.

A informação foi divulgada nesta quinta-feira (7) pelo secretário americano de Comércio, Wilbur Ross, à CNBC. A ZTE recebeu a nova multa por conta de uma longa história, que começou com a venda para o Irã e a Coreia do Norte de produtos fabricados nos EUA, como roteadores e servidores.

Acordos com esses países são proibidos pelo governo americano e levaram a uma multa inicial de US$ 890 milhões. Na ocasião, a ZTE afirmou que puniu os envolvidos na negociação, mas mentiu, segundo os EUA.

Isso levou a uma decisão mais drástica por parte do governo americano: proibir que qualquer empresa americana fornecesse produtos à ZTE. Na prática, a medida impediria as atividades da empresa, que tem parcerias com Google e Qualcomm, por exemplo.

O acordo faz com que a ZTE, que emprega mais de 75 mil pessoas, possa continuar fabricando seus produtos. No entanto, a decisão não foi bem recebida por políticos dos dois partidos no Congresso. Eles pretendem se unir para rejeitar a medida.

Com informações: Engadget, TechCrunch.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

𝕵𝖆𝖈𝕶 ⚡𝖎𝖑𝖘𝖆𝖓

...😅

tuneman

claro que to de sacanagem!
até parece que nao me conhece. fora que deixei um /s ali....
relaxa brother hehehehe

𝕵𝖆𝖈𝕶 ⚡𝖎𝖑𝖘𝖆𝖓

Tá de brincadeira? A ZTE é uma empresa chinesa cheia de espiões, inclusive não duvido que esse U$1 bilhão da multa saia parcial ou mesmo totalmente de alguma agência governamental chinesa, nem que seja de forma indireta. Tinha era que banir de vez mesmo.

Cléber

Os acionistas devem estar muito felizes!

Mickão

Não puxando o saco dos EUA, mas é inegável não comentar que o sistema de Justiça dos caras é muito cabreiro no sentido de fazer as punições serem aplicadas. Não teve choro, vão pagar uma multa violenta e caso não o fizessem estariam na roça de vez.

Louis

Nada como ter dinheiro, para dar um jeitinho.

tuneman

Que bobagem isso tudo. O Estado não deveria interferir na economia.
Se fazem isso então imaginem o que podem fazer com o pretexto de "segurança nacional ".
/s