A Microsoft confirmou na segunda-feira (4) que adquiriu o GitHub por US$ 7,5 bilhões. Alguns desenvolvedores foram pegos de surpresa: por muitos anos, a empresa não via projetos open-source com bons olhos — Steve Ballmer já chamou o Linux de “câncer”.

No entanto, desde que Satya Nadella assumiu o cargo de CEO, a Microsoft mudou de rumo. Em 2016, ela passou a fazer parte da Linux Foundation. E Jim Zemlin, diretor-executivo da fundação, quer deixar isso bem claro.

Foto por Microsoft

Scott Guthrie, da Microsoft, e Jim Zemlin em 2016

Por muito tempo, Zemlin criticou a Microsoft por travar uma guerra silenciosa contra o Linux, usando patentes que a empresa alegava serem relacionadas ao kernel. Mas ele reconhece que a empresa evoluiu desde então.

“Esta é uma boa notícia para o mundo do código aberto, e devemos celebrar a iniciativa inteligente da Microsoft”, diz ele sobre a aquisição. A empresa “tem os recursos e a experiência para melhorar o GitHub. Ela vai colocar Nat Friedman como CEO, alguém que eu conheço há anos e que é respeitado há décadas na comunidade de código aberto”.

O diretor-executivo lembra que a Microsoft se tornou um dos principais contribuintes para o Linux e Kubernetes; desenvolve e distribui produtos baseados em Linux; abriu o código do .NET; e apoia a Apache Software Foundation e a Open Source Initiative.

Além disso, Zemlin aponta que “dois dos projetos da Linux Foundation que estão crescendo mais rápido, Kubernetes e Node.js, são desenvolvidos no GitHub”. Nenhum desses projetos irá para as mãos da Microsoft após a aquisição; “eu conferi isso três vezes com nossos advogados”.

Basicamente, comprar o GitHub não significa comprar seus 70 milhões de projetos open-source. “Os tempos mudaram e é hora de reconhecer que todos crescemos — a indústria, a comunidade de código aberto, até mesmo eu”, diz Zemlin.

Chris Wanstrath (cofundador do GitHub), Satya Nadella e Nat Friedman

Para reforçar a mensagem, Nat Friedman — futuro CEO do GitHub — participou de uma sessão de perguntas e respostas no Reddit.

No geral, ele promete que nada vai mudar. Usuários perguntaram se haveria alguma integração com o Bing, Skype ou Office. Friedman nega: “não estamos comprando o GitHub para transformá-lo na Microsoft”. O máximo que vai acontecer é uma “integração total” com o Visual Studio Team Services.

Inclusive, ele promete que o Atom continuará a ser desenvolvido. Trata-se de um editor de texto voltado para programadores, assim como o Visual Studio Code. Friedman sabe que os usuários não ficariam felizes em serem forçados a mudar de ferramenta.

E quanto à migração de alguns projetos para o concorrente GitLab? O executivo diz: “admito que fiquei triste ao ver que alguns se sentiram compelidos a exportar seu código. Eu levo a sério a responsabilidade de ganhar sua confiança”.

Ele continua: “dito isso, a equipe do GitHub relata que o conjunto de usuários que migraram ou fecharam suas contas é extremamente pequeno, e isso é mais do que compensado pelo aumento de novos inscritos”.

Friedman é ex-CEO da Xamarin, que implementou o framework .NET entre diferentes plataformas, boa parte em código aberto. Ela foi adquirida pela Microsoft em 2016. Sua empresa anterior, Ximian, desenvolvia programas para Linux na plataforma GNOME.

Com informações: The Verge, Ars Technica.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

VaGNaroK Alkimist

Você não viu a palavra "Praticamente", ou seja não é uma afirmação total, é algo quase inexistente.... se comparado com windows, é bem fácil afirmar que é imune a vírus se usado por uma pessoa que tenha um bom censo. Uso linux a 7 anos e como usuário posso afirmar isso, que até hoje não tive problemas com pragas.

Rafael Moreira

Esse Visual Studio para Mac só serve para desenvolver aplicativos para mobile, utilizando o .NetCORE ?

Gebher El Samis

Eu uso na empresa o Skype for Business.. antigo Lync... que é o concorrente do Same Time da IBM...

Gebher El Samis

Eita... veremos arquivos .exe no Linux da Microsoft! Pelo menos não vamos mais consumir aquelas .DLLs sofríveis que o Windows disponibiliza... aff!

Gebher El Samis

Se ele usasse o github... já teria conseguido... hahahaha

Gebher El Samis

Agora sim aquele plugin vai funcionar direito!

Gebher El Samis

Calma que vai melhorar mais! Vamos continuar ajudando nos projetos que mt em breve vai ser top!

William Alves da Silva

linux imune a vírus? desde de quando?

Flavio Everton

E agora? O choro acabou?

Léo Oliveira

Sem mais.

ばか

Screenshot muito interessante...

Lucas Henrique

O Skype for Business segue "forte" na área corporativa.

Lucas Henrique

Eu ri muito nessa parte. kkkkk

Gaba

mimimi

Arthur Reyx

Deixe os haters pra lá, é mania de louco e há sempre uma desculpa idiótica. O importante é o now. O que acontecer e sair de bom disso é lucro e isso é ótimo.

Exibir mais comentários