A Netflix está modernizando o conceito do Você Decide, antigo programa de TV em que você podia conduzir o rumo da história votando por telefone. Ela está preparando uma série interativa de Minecraft em parceria com a Telltale Games.

Minecraft: Story Mode terá cinco episódios e será lançada no quarto trimestre. Este também é o nome de um jogo oferecido em várias plataformas, como iOS, Android, Steam e consoles.

Minecraft

No entanto, a Netflix esclarece que este não é um jogo, e sim uma história interativa. “Não temos planos de entrar no ramo de jogos”, diz um porta-voz da empresa ao TechCrunch. “Eles se tornaram cada vez mais cinematográficos, mas vemos isso como uma narrativa interativa em nosso serviço.”

Vale lembrar que a Netflix já oferece outros títulos interativos, como Gato de Botas – Preso num Conto Épico; Stretch Armstrong: A Fuga; e Buddy Thunderstruck: A Pilha do Talvez. São títulos com apelo maior para crianças.

É possível fazer suas escolhas em smart TVs e consoles com o aplicativo da Netflix, ou em dispositivos iOS. Essa experiência não é compatível com Android, Chromecast, nem Apple TV.

Netflix na TV com a história interativa Buddy Thunderstruck: A Pilha do Talvez

No ano passado, a empresa anunciou que começaria a experimentar histórias do tipo “escolha sua própria aventura”, em que você decide o rumo da história.

Segundo o TechRadar, a Netflix também vai lançar um jogo de Stranger Things na plataforma da Telltale. Ele não estará disponível no serviço de streaming; será um esforço de marketing para a série.

Com informações: TechCrunch.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

EAOT1983

Verdade. Show.

𝕵𝖆𝖈𝕶 ⚡𝖎𝖑𝖘𝖆𝖓

Beam.

𝕵𝖆𝖈𝕶 ⚡𝖎𝖑𝖘𝖆𝖓

@paulohiga:disqus e demais tecnoblogueiros, sei que não é o foco de vocês, mas acho que valeria apena falar um pouco sobre as mega aquisições da Time Warner pela AT&T, e da Fox ou pela Disney ou pela Comcast, ou pela divisão da raposa entre o rato e o pavão.
O que vai para as mãos do comprador, caso o negócio seja aprovado, conforme artigo do MeioBit https://meiobit.com/377144/... : a totalidade da 20th Century Fox, o estúdio que conta com as subsidiárias para cinema, TV, Home Video e animações como a Fox Searchlight, a 20th Television e a Blue Sky Studios; 73% da National Geographic; 30% do Hulu (como ela já era dona de outros 30%, a Disney passa a ser sócia majoritária com 60% e assume o controle do serviço de streaming; Comcast e Time Warner detêm 30% e 10% respectivamente); 50% da Endemol Shine Group (Big Brother, MasterChef, The Biggest Loser; o resto está na mão da Apollo Global Management); o serviço de satélites Star India e 39,14% da Sky e a manutenção dos planos de aquisição dos outros 60,86%, iniciados um tempo atrás e sob escrutínio dos reguladores; mais de 300 canais internacionais, cerca de 22 canais de esporte regionais e serviços como a FX Networks, e por fim todas as propriedades intelectuais produzidas pela empresa.
Só para citar algumas das marcas que passam para o controle da Disney, além do retorno dos direitos para o cinema dos X-Men para as mãos da Marvel Studios (os do Quarteto Fantástico dependem de um acordo a ser firmado com a Constantin Film) temos as franquias Avatar, Alien, Predador, Duro de Matar, Planeta dos Macacos, A Era do Gelo, Kingsman, Alita: Battle Angel, Maze Runner e várias outras, bem como o controle de produções para a TV como Os Simpsons, Futurama, Family Guy, American Dad, The Orville, Buffy, Sons of Anarchy, Prison Break, How I Met Your Mօther, Cosmos: A Spacetime Odyssey e curiosamente a série de TV do Batman dos anos 1960, que a Disney não poderá explorar já que a Warner é a distribuidora. A Disney também colocará as mãos em acordos de distribuição embora não controle algumas marcas, como Archer (pela FX).
É muita coisa, tanto pra Disney quanto pra Comcast. De toda forma, fica evidente que a real intenção da Comcast é evitar que uma nova Netflix surja, já que a Fox inteira junto com Marvel, Disney e Star Wars de fato daria origem a um monstro capaz de derrotar a Netflix; esse tipo de conteúdo nichado, baseado em Minecraft e afins, é pouco pra Netflix encarar o que pode estar por vir.

Leonardo Feelckins

caramba...

Leandro Amaral

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk típico!

Russo

ok...

EAOT1983

Mixer (Been), LinkedIn, e etc.

EAOT1983

Vai vendo...

Russo

Microsoft comprando a Netflix...
Não.

Renan
EAOT1983

Já ouvi e vi uma história dessa. E no fim, a MS comprou a empresa. Vai vendo...

Renan Alves

tem muito jogo bom que na mão de uma boa/criativa empresa daria otimas series e filmes, como daquele jogo que virou filme, nunca joguei o jogo, mas achei o filme TOP