Início » Telecomunicações » TIM ativa primeira rede 4G para internet das coisas e cidades inteligentes

TIM ativa primeira rede 4G para internet das coisas e cidades inteligentes

Felipe Ventura Por

A TIM está lançando sua primeira rede 4G para a internet das coisas, isto é, para dispositivos que precisam estar sempre conectados. Ela acredita que isso será útil para cidades inteligentes, controlando redes de iluminação; monitorando ônibus e trens; e detectando vazamentos e outros problemas.

A operadora lançou sua nova rede na cidade de Santa Rita do Sapucaí (MG). Ela está usando aqui a tecnologia NB-IoT (Narrowband IoT) aprovada pelo 3GPP, organização que define os padrões para operadoras móveis.

O diretor técnico Leonardo Capdeville prevê que essa tecnologia será aplicada em cidades inteligentes, no agronegócio e até mesmo em maquininhas de cartão.

A TIM está usando o 4G na faixa de 700 MHz, que já foi ativada em mais de mil cidades após o desligamento da TV analógica. Capdeville diz ao Mobile Time que a tecnologia NB-IoT pode ser implementada nesses lugares apenas com uma atualização de software.

O alcance da nova rede deve ser até 40% maior do que em smartphones na mesma frequência. Isso acontece porque a operadora dedica um canal de apenas 250 kHz, já que dispositivos IoT geralmente consomem poucos dados.

"É uma parte muito pequena de espectro para dedicar, e exatamente por isso que ele consegue concentrar a energia e fazer cobertura melhor do que a tradicional de 4G", explica o diretor técnico.

E se a demanda pela rede IoT aumentar muito, assim como o consumo de dados? Nesse caso, a TIM cogita dedicar canais nas faixas de 1.800 MHz, 2.100 MHz e 2.500 MHz.

A nova rede foi implementada em parceria com a Ericsson e com o Inatel (Instituto Nacional de Telecomunicações).

Com informações: Mobile Time, TeleSíntese.

Tecnocast 009 – A internet das coisas

Você provavelmente já ouviu falar de internet das coisas, mas qual o real significado desse conceito? Estamos falando de novos gadgets? De geladeiras que fazem compras e acessam o Facebook? Será que eu preciso disso, mesmo?

Na verdade, apesar de gerar uma certa confusão, o conceito é relativamente simples. A internet passou pela era dos computadores e das pessoas (redes sociais, e-commerce etc.), mas agora será “utilizada” pelos objetos. Eles foram pensados para entender o nosso comportamento, se comunicar entre si através da rede e assim facilitar o nosso cotidiano.

A tecnologia já está entre nós! Dá o play e vem com a gente:

Mais sobre: , , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Divana Barbosa
Por nada =).
Caleb Enyawbruce
Perfeito, agora ficou claro!! Muito obrigado!! :)
Divana Barbosa
Eles estão adicionando esse recurso para os dispositivos de IoT - 250 kHz (inicialmente dedicado para todas as funções necessárias). Todos os dispositivos poderão ser conectados. Funcionará primeiramente dentro do campus do Inatel. Estamos fazendo da faculdade uma mini Smart City para testes. Os 700 MHz vão ser utilizados normalmente por outros dispositivos, menos os 250 kHz para os aparelhos específicos.
Caleb Enyawbruce
O que eu estou tentando entender é: É uma rede 4G separada para IoT (onde celulares não se conectam), ou eles estao "atualizando" a rede 4G existente, adicionando este recurso que facilitará/aprimorará a conexao de dispositivos IoT?Tipo, eles citam que dos 700 MHz de frequencia, 250 KHz serao dedicados a um canal especifico para IoT, mas não sei se isso significa que o restante da frequencia será usada por celulares, como numa outra rede 4G qualquer.
Divana Barbosa
Os dispositivos IoT são todos aqueles que possuem um IP. Os celulares, tablets e outros podem ser conectados nessa rede. =)
Gabriel
O meu é o Europeu, até agora não pegou a banda 700MHz
Caleb Enyawbruce
Blz!! Valeu
X-Tudãoᴳᴼᵀ
E que dei uma viajada na interpretação mas é isso mesmo uma rede de 700 MHz mas com um canal dedicado.
Caleb Enyawbruce
Ué, a frequencia nao é os 700Mhz citados na materia, que é a mesma banda que já está sendo usada nas redes 4G "convencionais"?
X-Tudãoᴳᴼᵀ
Rede que tabalha em frequência baixa.
Caleb Enyawbruce
É uma rede 4G "normal", mas onde só se conectam dispositivos IoT, é isso? (isto é, não se conectam celulares, tablets,
Gabriel
Em Curitiba ainda não peguei 4G nessa faixa, tenho um Nexus 6P
Doug
Preciso conhecer mais o Brasil.