Início » Telecomunicações » Argélia desliga internet para evitar que estudantes colem na prova

Argélia desliga internet para evitar que estudantes colem na prova

Victor Hugo Silva Por
1 ano atrás

A Argélia quer impedir de qualquer jeito que os estudantes do ensino médio colem nas provas desse ano. Para isso, o governo adotou uma medida bastante controversa: desativar toda a internet do país durante a realização dos testes.

Com a decisão, o serviço será bloqueado uma hora depois do início de cada dia de prova. A internet do país ficará indisponível enquanto os 700 mil estudantes estiverem em sala de aula, o que levará cerca de duas horas.

A ordem entrou em vigor na última quarta-feira (20) e é válida até a segunda-feira (25). Neste período, o Facebook ficará totalmente bloqueado no país.

Ao jornal argelino Annahar, a ministra da educação da Argélia, Nouria Benghabrit, admitiu não estar confortável com a situação. No entanto, ela entende o país não deve "ficar passivo diante de um possível vazamento".

O objetivo do governo é impedir um novo incidente como o ocorrido em 2016, quando as respostas vazaram antes mesmo das provas começarem. No ano passado, as autoridades pediram que os provedores de internet impedissem o acesso às redes sociais, mas isso não foi suficiente.

Agora, alunos e funcionários das escolas também foram proibidos de entrarem com dispositivos eletrônicos nos 2 mil locais de prova.

Para se certificar de que a ordem será cumprida, o governo instalou detectores de metal na entrada das escolas. Nas locais de impressão das provas, também foram colocadas câmeras e bloqueadores de sinais de celular.

Com informações: BBC.

Mais sobre: ,