Será que um dia o Apple Maps será tão relevante quanto o Google Maps? O caminho é longo, mas pelo menos a Apple demonstra estar disposta a melhorar a ferramenta. Para isso, o aplicativo de mapas da companhia vai ser reestruturado. É o que revela Eddy Cue, vice-presidente sênior de software e serviços da Apple, em entrevista ao TechCrunch.

Apple Maps

Atualmente, o Apple Maps é complementado com bases de dados de serviços como OpenStreetMap e TomTom. De um lado, essa abordagem permite que a ferramenta cubra mais áreas. Por outro, a Apple não consegue garantir a precisão e a validade dos dados fornecidos.

A Apple sabe que a melhor forma de aumentar a qualidade do serviço é seguindo a fórmula de sucesso do Google Maps: trabalhar com dados próprios, tanto quanto possível. É por isso que a companhia fala em investir milhões de dólares em tecnologias próprias para coletar e atualizar imagens em tempo hábil, bem como para tornar as informações do serviço mais relevantes.

Na verdade, esse é um trabalho que começou há algum tempo e envolve diversas tecnologias. Uma delas são as imagens obtidas por satélite, obviamente. A Apple vem apostando em imagens com resolução mais alta e pretende destacar áreas de vegetação ou vias só para pedestres, por exemplo.

Carro do Apple Maps

Outra abordagem são as imagens em 360 graus registradas por carros. Essa também é uma tecnologia óbvia, mas agora a Apple está aprimorando o uso de GPS, câmeras e outros recursos para melhorar a identificação de faixas de pedestres, prédios e outras estruturas importantes.

Cue também reconheceu que a Apple está colhendo dados vetoriais de iPhones para indicar no Maps, em tempo real, pontos com mais fluxo de carros ou pedestres. No entanto, o executivo garante que apenas parâmetros de localização são considerados, sem que informações pessoais sejam associadas a eles.

As primeiras mudanças da nova fase do Apple Maps serão mostradas já na versão beta do iOS 12, mas contemplará apenas alguns pontos da Califórnia. É claro que a intenção da Apple é oferecer uma cobertura mais ampla, mas isso vai levar tempo.

O Apple Maps vai exibir mais detalhes, mas o padrão de design será mantido

O Apple Maps vai exibir mais detalhes, mas o padrão de interface será mantido

Se tudo ficar do jeito que a Apple espera, o serviço de mapas será capaz de fornecer informações mais precisas e em tempo real sobre tráfego, vias para pedestres, áreas de esportes e lazer, interior de prédios, entre outros. O plano é oferecer um mapa que seja o mais parecido possível com o “mundo real”.

Ainda não dá para saber se a ferramenta será capaz de fazer frente ao Google Maps. Mas o mais importante é saber que finalmente a Apple está dando a atenção que o seu serviço de mapas precisa ter. É torcer para que todas essas prometidas melhorias possam ir muito além dos Estados Unidos.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Mickão

Chegar no Google Maps, esquece, mas melhorar a ferramente é sempre bem vindo pra quem gosta de usar.

Caleb Enyawbruce

É exatamente essa minha dúvida

Arley Martins

Poxa, faz uma parceria forte com o Google e encerra esse Apple Maps que nasceu morto. Imagina o Google e a Apple investindo no Maps, colocando uma versão paga de 0,99 centavos de dólares anual com um monte de frescuras nos mapas. Rende muita grana isso.

Marco Pacheco

Gosto muito do Here. Quando morava na Europa eu baixava mapas de cidades e/ou regiões inteiras para uso off-line. Isso ajudava um bocado a evitar o roaming internacional, pois era normal sair da França onde morava, atravessar parte da Suíça e voltar pra a França (e evitando o caro pedagio francês e usando o baixo pedagio suíço ). Minha operadora era francesa e não cobria roaming de dados na Suíça, mas me permitia receber ligações sem pagar deslocamento (eu trabalhava na Suíça e isso era importante caso a esposa me ligasse ).

Paulo Neto

Nada de chegar no Brasil... inútil

Fábio Moser

Nunca vou esquecer o lançamento da primeira versão do Apple Maps, há alguns anos, quando Parques Japoneses foram parar em São Paulo, a Torre Eiffel foi passear em Londres e algumas capitais mudaram de nome 😂😂😂

Mas falando sério agora, o Google Maps precisa de um concorrente a sua altura, espero que a Apple chegue lá, todos ganhamos com isso. 😀

ochateador

Talvez ambos usem o mesmo fornecedor de informações.

DeadPull

Será que agora o Apple Maps vai deixar de indicar a rota do Alemão pra quem só quer chegar em Copacabana?

Caleb Enyawbruce

Duvida: de onde vem os dados de transporte publico do Apple Maps? Se parecem tanto com os do Google que achei que viessem de lá...

Gertrudes, a Lhama

Provavelmente o investimento tá sendo feito pensando no "iCar".

Magnosama

A melhor coisa que a Apple poderia fazer nessa área, ela fez...

que foi liberar o Google Maps e o WAZE no Carplay.

Eu agradeço.