Início » Negócios » O Baidu está deixando o Brasil, mas seu antivírus permanece

O Baidu está deixando o Brasil, mas seu antivírus permanece

Por
05/07/2018 às 17h41
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A chinesa Baidu chegou ao Brasil em 2013 prometendo quebrar a hegemonia do Google por aqui. Em vez disso, ela promoveu seu antivírus e o portal Hao123 de forma bem questionável. Agora, a empresa está deixando o país.

Segundo o Valor, o Baidu vai encerrar totalmente sua operação no Brasil até setembro. Ela já fechou seu escritório em São Paulo, e tem duas pessoas cuidando da burocracia para terminar as atividades no país.

Baidu

Um ex-funcionário diz ao Valor que a operação local se tornou desnecessária, pois não há previsão de lançar novos produtos. É preciso apenas manter a base de 20 milhões de usuários brasileiros — incluindo aí o famigerado antivírus — e isso pode ser feito a partir da China.

De acordo com a Exame, o Baidu fez um grande ajuste em seus planos globais. A empresa comanda o maior site de buscas da China, mas desistiu de se expandir para outros países — ela mudou seu foco para inteligência artificial.

“Instalado com sucesso”

Em sua chegada ao Brasil, a empresa trouxe o Baidu Antivírus, o PC Faster e o navegador Spark Browser. O portal de buscas Hao123 já operava aqui antes. Até tivemos uma versão brasileira do buscador Baidu (que hoje redireciona para o Hao123).

O que aconteceu desde então, você provavelmente já sabe. Alguns sites de downloads embutiam o antivírus no instalador, ou alteravam a página inicial do navegador para o Hao123.

Se o usuário não tomasse o cuidado de clicar em “Recusar” — que ficava bem escondido à esquerda, longe do botão “Avançar” — o Baidu Antivírus seria instalado com sucesso.

Baidu Antivirus

Saída do Brasil

Em 2014, o Baidu comprou o Peixe Urbano, focado em cupons e compras coletivas, por cerca de R$ 10 milhões. Ela o revendeu para o fundo Mountain Nazca, que comanda os negócios do Groupon na América Latina.

E no ano passado, a empresa encerrou o fundo de investimento Easterly Ventures, que iria aplicar US$ 60 milhões em até 15 startups brasileiras durante quatro anos.

Tchau, Baidu. Por bem ou por mal, os brasileiros não esquecerão de você tão cedo.

Mais sobre: