Início » Celular » iPhone trava devido a código de censura que Apple fez para a China

iPhone trava devido a código de censura que Apple fez para a China

Felipe Ventura Por

A Apple lançou o iOS 11.4.1 esta semana para bloquear acessórios USB usados na invasão de iPhones, além de corrigir alguns bugs. Um deles envolve o código de censura que a Apple adicionou para agradar o governo da China.

O pesquisador de segurança Patrick Wardle explica o caso à Wired. O iPhone de uma amiga dele tinha um bug estranho: toda vez que aparecia o emoji da bandeira de Taiwan, os apps travavam instantaneamente.

No GIF abaixo, o teclado tenta sugerir o símbolo, mas o app fecha por causa disso. O local está definido como "EUA", mas os idiomas ativos incluem o inglês e o mandarim.

O que aconteceu

Depois de alguma investigação, Wardle descobriu que havia um erro no código que censura o emoji de Taiwan. Ele é ativado quando o local está definido como "China", ou quando um dos idiomas ativos é o mandarim.

Em casos extremos, o iOS não tratava o emoji como ausente. Em vez disso, ele era interpretado como uma entrada inválida, o que é pior: isso fazia cada app fechar, ou o iPhone inteiro travar.

O pesquisador informou a Apple sobre a falha em junho; ela foi corrigida no iOS 11.4.1. A empresa diz apenas que "um problema de negação de serviço foi resolvido com melhorias no uso da memória".

Desde 2017, o iOS deixou de exibir a bandeira do país caso o local esteja configurado como "China". O símbolo não aparece no teclado de emojis, nem nas mensagens — você vê apenas um ☒. Essa censura permanece em vigor.

Taiwan vem operando desde 1945 como uma nação soberana: ela tem sua própria moeda, um sistema de governança multipartidário, e uma bandeira. No entanto, a China não reconhece sua independência.

A Apple já fez outras concessões para continuar operando na China. Ela transferiu os dados de usuários chineses para servidores localizados no país; e removeu aplicativos de VPN da App Store que não foram autorizados pelo governo.

Com informações: Wired, Ars Technica.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

linuxuser5000

Só rindo mesmo, como sempre o esquerdista nunca tem argumentos.

@Sckillfer

Comunista... Tá!

zoiuduu .

que lindeusa de país,

linuxuser5000

Pela mesma lógica não, porque os Estados Unidos NÃO OBRIGA que a Apple mantenha os seus servidores no país e nem que censure, ao contrário do que a DITADURA COMUNISTA da CHINA FAZ.

DiEGO CASTILHO

Fatality!

Nicolas_RS

China, modelo de liberdade de expressão e democracia.

Marco Pacheco

Pela mesma lógica, os servidores da Apple nos Estados Unidos são utilizados ao Bel prazer pela Casa Branca...

Você sabe muito bem qual a resposta! Portanto acho que a discussão se encerrou.

Robert Rey

Só o fato dela exigir que os dados de cidadãos chineses fiquem em servidores na China nem precisa de um "pedido formal". Você sabe muito bem que eles serão usados ao bel prazer do PCC.

Marco Pacheco

Não vi nenhum caso do governo chinês pedindo dados de usuário para a Apple... está misturando alho com bugalhos

DeadPull

Engraçado como no território americano, quando o governo precisa de ajuda pra hackear um iPhone, a Apple o manda plantar batatas. Mas no caso da China, a maçã segue a cartilha do governo sem fazer nenhuma objeção. Eita poder que tem um mercado consumidor de 1 bilhão e trezentos milhões de habitantes.