Início » Brasil » CNH digital teve procura de apenas 0,36% dos condutores

CNH digital teve procura de apenas 0,36% dos condutores

A CNH digital está disponível em todo o Brasil desde abril, mas exigências e falta de informação fazem a adesão ainda ser baixa

Emerson Alecrim Por

A versão digital da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) está disponível em todo o Brasil desde abril, mas a procura tem sido baixa: até agora, apenas 0,36% dos motoristas aderiram ao documento eletrônico. Entre as razões estão as exigências para a emissão e a falta de informação.

O objetivo principal da CNH digital é permitir que o cidadão tenha a opção de comprovar, por meio do smartphone (Android ou iPhone), a sua habilitação para dirigir veículos (mesmo quando o dispositivo estiver sem acesso à internet). A versão eletrônica também pode ser usada para outros fins, como comprovar identidade nos embarques de voos domésticos.

CNH-e

Mas, apesar da praticidade, o número de motoristas que tinham a CNH digital até o início de julho correspondia a 0,36% dos cidadãos habilitados em todo o território brasileiro, como já dito. Essa porcentagem representa pouco menos de 250 mil pessoas.

São Paulo começou a disponibilizar a CNH digital em março e, rapidamente, se tornou o estado que mais emitiu o documento. Mesmo assim, a adesão na região também é baixa: somente 50 mil motoristas solicitaram o documento até agora, aproximadamente.

De acordo com a apuração do Estadão, uma das explicações para a baixa adesão está justamente nos procedimentos de solicitação. Em primeiro lugar, é preciso ter uma CNH impressa com QR Code. Esse recurso só está disponível nos documentos emitidos a partir de maio de 2017; quem tirou ou renovou a CNH antes disso deve pedir uma segunda via, que é paga (não é necessário esperar o documento vencer para solicitar).

Depois, é preciso comparecer a uma unidade de atendimento do Detran para fazer validação cadastral. O procedimento só pode ser realizado no próprio smartphone por quem tem o e-CPF (um certificado digital). O problema é que, na sua versão mais simples, o e-CPF tem validade de um ano e custa cerca de R$ 100. Dificilmente alguém vai desembolsar esse valor só para ter a CNH digital.

Outra dificuldade é a falta de informação. Dúvidas a respeito de procedimentos de solicitação e aceitação da CNH digital ainda são muito frequentes. Também há casos de motoristas relatando dificuldades técnicas para fazer o aplicativo do documento funcionar no celular — mais de 2 milhões de downloads já foram feitos, mas o número de smartphones com CNH digital ativada não chega nem a 13% disso.

CNH digital - modelo

Responsável pelo aplicativo, o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) foi questionado pelo Estadão a respeita da baixa avaliação da ferramenta na Google Play Store e na App Store. Para o órgão, a baixa pontuação nesses serviços pode estar associada a cidadãos que procuram a CNH digital, mas não conseguem fazer a solicitação por terem uma versão imprensa do documento sem QR Code.

Ainda que sem entrar em detalhes, o Serpro também explicou que uma nova versão da CNH digital está a caminho e incluirá dados do veículo, o que deve tornar o documento mais interessante.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Josué Júnior

Não é, precisa ir até ao Detran ou ter e-CPF.

johndoe1981

Pessoal, eu fui no Detran semana passada para solicitar a 2ª via da minha CNH, e na hora o atendente cadastrou o meu email e telefone, que segundo ele, é a tal da validação. Recebi a nova CNH hoje, e como já tinha cadastro no portal do Denatran, bastou informar lá alguns números da CNH. Aí basta logar no app com o cadastro feito no Denatran (CPF e senha), digitar o código de acesso gerado no site do Denatran, criar um PIN de 4 dígitos e pronto, a CNH Digital vai aparecer. No meu caso não foi preciso voltar lá no Detran, ainda bem.

Andrey Castro

Quando vi sobre a CNH digital fiquei super empolgado, afinal, poderia sair de casa basicamente com meu celular sem me preocupar com uma eventual blitz. Daí comecei os procedimentos, e na boa, o gênio que bolou esse burocracia toda para um serviço tão bacana tá de parabéns, tira todo ânimo de usar a versão digital.

Gabriel Martins Silva

A minha é recente e tem o QRCode, mas só de ter que ir até o Detran já desanimei. Sem falar que meu celular é lento, até eu abrir o aplicativo... zzzz Continuar com o papelzinho mesmo, não está atrapalhando em nada.

zoiuduu .

sem ter nada pago, e nunca paguei por nadica de nada

Bardni

Eu uso, mas não uso. Nao serve pra nada pq ngm me para e de qualquer forma to sempre com a carteira fisica dentro com os cartoes.
Mas tirando isso, fo ide graça, já havia renovado minha carteira em Novembro/17 e só precisei cadastrar no denatran.

Marcos Felipe

pelo simples fato de eu ter que ir ao Detran já larguei a alternativa.

Lucas Lima Freire Brito

Acho sacanagem fazer a CNH digital, sendo que precisa ter um papel com um QR Code, sem noção, por que eu vou ter que esperar 3 anos

SiouxBR

A vantagem da declaração pré-preenchida fornecida pelo e-CPF é que além da declaração do ano anterior - que você citou - ela traz os valores recebidos (salários, dividendos da bolsa de valores, receitas recebidas de empresas) e pagos (despesas médicas, previdência privada, entre outros) por você.

Jose Aldo

Eu também! Basta instalar o programa da declaração de ajuste disponibilizado pela Receita. Aí, vc escolhe no menu importar declaração do ano anterior que vc tem armazenada no hd ou pendrive. Quando inicia o programa pela 1a vez, após instalado ele pergunta. Então, é só inserir os dados que faltam. Faço isso desde que foi implantado o sistema via transmissão no banco usando diskete ou quem tinha acesso à internet, que não lembro quando. Seguramente +25 anos. Nunca usei e-cpf. Novidade para mim.

luiscesarfc

É só mais uma opção. Ainda continuo achando que sacar um pedaço de papel da carteira, é bem mais rápido, prático e seguro, pois não tenho a preocupação de o agente resolver olhar mais de perto sua CNH digital e resolver pegar seu smartphone. Ele pode não ter o mesmo cuidado do dono. Shit happens.

DanielBastos

Eu não vejo o meu a tanto tempo que nem.sei se ele existe ainda.

DanielBastos

Xerox ou foto do documento em papel tem a mesma finalidade de conferência.
Exigir ela em um app especifico é inventar problema.

Andre Vicente da Cunha

É uma maneira de facilitar a vida, afinal tecnologia é pra isso. A e-CNH é um documento válido em território nacional para qualquer aplicação da qual a CNH física é necessária. Certamente no futuro, não haverá mais a física e nós perguntaremos a quem ainda a tem, porque essa pessoa continua "no século passado".

Concordo que se a obtenção dela hoje está difícil, isso precisa ser facilitado. Porém temos que pensar na segurança, não é legal ser uma coisa fácil a ponto de "qualquer um" poder usar a sua e-CNH.

Trovalds

Acredito eu em falha. Se fosse no meu caso eu iria na agência mais próxima do DETRAN pra checar se tá tudo em ordem, só por desencargo e pra evitar multa. Porque depois que acontecer o pior, pra explicar que você conseguiu validar online sem ter e-cpf vai ser bem difícil.

Exibir mais comentários