Tecnoblog

Google Assistente ganha cards preditivos com um resumo para seu dia

O Google Assistente para iOS e Android exibe os cards preditivos que víamos no Google Now

Por muitos anos, o Google Now exibia cards com previsão do tempo, próximos compromissos na agenda, trânsito até seu destino, entre outros. Ele foi substituído pelo Google Assistente, e essas informações perderam destaque na interface. Agora, elas estão disponíveis em um toque.

O Google Assistente recebeu uma atualização no iOS e Android que “ressuscita” os cards preditivos do Now. Eles nunca foram removidos, mas ficou mais fácil acessá-los: basta tocar em um novo botão na interface.

Para acessar a nova experiência no Android, chamada “Visual Snapshot”, é preciso abrir o Google Assistente e tocar no ícone localizado no canto superior direito. No iOS, basta abrir o aplicativo e os cards serão exibidos.

Assim como antes, você verá itens como:

  • tempo de viagem até locais que você costuma frequentar;
  • lembrete de onde você estacionou o carro;
  • previsão meteorológica;
  • compromissos na agenda;
  • reservas de restaurante;
  • ingressos de cinema;
  • voos futuros;
  • contas a pagar;
  • preços de ações;
  • compras recentes e suas respectivas datas de entrega.

Além disso, o Assistente se integra a alguns apps de terceiros. Por exemplo, ele vai exibir uma prévia de suas anotações no Google Keep, Any.do, Bring!, Todoist e outros.

Há também recomendações personalizadas de música e podcasts. (O Android tem um player de podcasts escondido; e um app dedicado que funciona melhor.)

E, para tornar o uso mais intuitivo, o Assistente sugere algumas ações que ele é capaz de fazer. Isso inclui comandos como transmitir vídeo para sua TV, exibir pontos de interesse nas proximidades, enviar mensagens de WhatsApp/Telegram/Messenger usando a voz, e até brincar com alguns jogos embutidos.

As novidades começam a ser distribuídas a partir desta terça-feira (17), em todos os idiomas suportados pelo Google Assistente. No entanto, talvez você precise esperar alguns dias para ter acesso.

Com informações: Google, Ars Technica.