Início » Celular » Samsung, Motorola e LG são as empresas que mais vendem smartphones no Brasil

Samsung, Motorola e LG são as empresas que mais vendem smartphones no Brasil

Apple e Positivo também aparecem entre as cinco maiores do país; MediaTek domina mercado de processadores móveis

Paulo Higa Por

O trio formado por Samsung, Motorola e LG continua na liderança do mercado brasileiro de smartphones. Um relatório divulgado nesta quinta-feira (19) pela Counterpoint Research mostra que as vendas de aparelhos cresceram no Brasil no primeiro trimestre de 2018 e que os celulares de entrada, de até US$ 199, respondem por 80% das unidades comercializadas.

Em relação ao primeiro trimestre de 2017, as vendas de smartphones subiram 2,3% e tanto a Samsung quanto a Motorola cresceram: dois em cada três celulares vendidos no Brasil estampam uma das marcas. Já a LG, que perdeu a vice-liderança no pais em 2015, continua em uma situação pouco agradável: a fatia de mercado caiu de 13% para 11,4%.

Este é o ranking das empresas que mais venderam smartphones no primeiro trimestre de 2018 (entre parênteses, a fatia de mercado no mesmo período de 2017):

  1. Samsung: 45,6% (anteriormente 44,2%)
  2. Motorola: 19,8% (anteriormente 16,8%)
  3. LG: 11,4% (anteriormente 13%)
  4. Apple: 5,7% (anteriormente 5,8%)
  5. Positivo: 1,9% (anteriormente 1,4%)
  6. O resto: 15,6% (anteriormente 18,8%)

Entre as cinco, a Positivo foi a empresa que mais avançou no mercado de smartphones, com um crescimento anual de 33%. A Apple, que manteve a quarta posição, “perdeu mercado depois que decidiu parar de produzir no Brasil”, segundo a Counterpoint Research.

A consultoria diz que o mercado brasileiro é consolidado devido às fortes barreiras para a entrada de uma empresa, mas que o cenário pode mudar quando a Huawei voltar ao país, entre agosto e setembro. A fabricante, que conquistou a vice-liderança no mundo, fechou uma parceria com a Positivo para importar, distribuir, vender e prestar suporte técnico aos aparelhos da marca chinesa.

Independente do ranking de marcas, quem domina no Brasil são os aparelhos básicos: a faixa de US$ 100 (R$ 380) a US$ 199 (R$ 760) representou 49% do mercado, seguida pelos produtos de até US$ 99 (R$ 380), com 31%. Esses segmentos são representados pelos Samsung Galaxy J e Motorola Moto C. A faixa acima de US$ 500 (R$ 1.900), única em que a Samsung não é líder, representa apenas 5% das unidades vendidas.

A popularidade dos aparelhos mais simples no Brasil fez muito bem para a MediaTek: 38% dos smartphones vendidos no país são equipados com um processador da marca. O ranking de chips móveis é seguido por Samsung Exynos (2ª), Qualcomm Snapdragon (3ª), Spreadtrum (4º) e Apple (5º).

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Welltton Siqueira
É claro que essas empresas aí estão na frente... Pelo tanto de porcarias delas que chegam ao réclame aqui e sites do mesmo nível além de fabricarem as maiores porcarias só pra venderem e enganarem os consumidores ainda investem pesado em publicidade... Infelizmente quem sempre sai perdendo é o consumidor por fazer tão cheio as redes de assistências técnicas prova isso que a cada 100 de cada uma dessas que mais vendem, uma média de 42 a 59 dão defeitos conforme estudos e pesquisas especializadas...
Louis
Celular da Samsung dá problema o tempo todo.A questão é o custo benefício e tem boas câmeras mesmo nos baratos.
Louis
Tem sim. Multilaser, Positivo e Alcatel possuem aparelhos nessa faixa de preço.
Seraph
como eu disse, vários países
Highlander
Samsung não é mais líder em diversos mercados importantes como o chines, americano, indiano. Ela ainda é absoluta na Europa, Africa, America Latina e boa parte da Asia!
Highlander
Acredito que a Samsung continuaria líder do mercado, mas com uma vantagem bem pequena!
Highlander
Não é bem assim, aqui no Centro do Rio tem uma assistência técnica da Samsung e tem fila enorme para ser atendido. E tem esse relatório aqui também: https://www.tudocelular.com...
brunocabral
Cara, passe longe da Positivo. Minha mãe comprou essa bomba.
Ramon
Samsung vende bem pq é o Android com melhor qualidade de hardware. Difícil celular da Samsung dar problemas. Infelizmente os preços estão se tornando utópicos
Senna Sales
Na verdade e sendo vendo a U$$100,00, o preço de R$380,00 é a conversão do valor do aparelho sem impostos
Marcos Longo
carai cê olha tem Positivo e depois ''O resto''. Quem é O Resto perante Positivo nesse ranking.Positivo é foda só quem tem sabe.
Vitor Hugo
vale muito mais a pena pegar um Meizu M5C na ViStation. o problema deles é a falta de marketing mesmo.
John Smith
"que achou que vendendo qualquer merda por essas terras teria sucesso."Errada ela não pensou, pois esse é exatamente o modelo de negócio da Multilaser, por exemplo...
Seraph
Pelo preço, tem que ser capado mesmo kkk mas eu comprei um pra minha tia, de 600 reais, e pro básico ele da conta. Tem um ano já e sem problemas
grande_dino_2
Eita!512mb de ram com Android 6.0.Pelo menos tem frete di grátis!E deve ser por isso que a Positivo está crescendo no mercado, ainda mais nessa época de aparelhos cada vez mais caros e o dinheiro valendo cada vez menos.
Seraph
Tem sim, inclusive da Positivo. Aliás todo da positivo é Low Cost. As vezes se acha smart de até 350 e talz. Bem ruim, mas né, pelo preço...https://loja.meupositivo.co...
grande_dino_2
Independente do ranking de marcas, quem domina no Brasil são os aparelhos básicos: a faixa de US$ 100 (R$ 380) a US$ 199 (R$ 760) representou 49% do mercado, seguida pelos produtos de até US$ 99 (R$ 380), com 31%.Tem smartphone sendo vendido a R$380 no Brasil? Ou estamos falando de telefonia móvel no geral, o que inclui os feature phones?
Rookie naz
A culpa não é somente do governo, vide a Xiaomi que achou que vendendo qualquer merda por essas terras teria sucesso.
Seraph
Samsung é líder de vendas em vários países, e inclusive os que tem Xiaomi e turma. Nada contra importados, mas não retira o poderio da Samsung (Que eu nem gosto, mas reconheço)
Seraph
A Positivo vem crescendo bastante, e agora vai trazer a Huawei pra cá deve crescer mais. Agora, quais smart a Positivo tem que são bons? eu não conheço nenhum, e esse crescimento tem me chamado atenção.
Renatho Sinuma
Se acabasse a cartelização garantida por fluxos incessantes de "incentivo$" para determinados políticos e as barreiras de importação para marcas como Huawei, Oneplus e Xiaomi caíssem, DUVIDO que estas marcas continuariam sendo líderes em vendas...