Início » Celular » Sony revela sensor de 48 MP para câmeras de celulares

Sony revela sensor de 48 MP para câmeras de celulares

IMX586 é um sensor para smartphones que gera fotos de 8000x6000 pixels e promete baixo ruído mesmo com pouca iluminação

Paulo Higa Por

Seu próximo celular pode ter uma câmera com sensor de 48 megapixels: a Sony revelou nesta segunda-feira (23) o IMX586, que estará disponível para smartphones topo de linha lançados a partir de setembro. O componente é ultracompacto e promete tirar fotos noturnas com baixo nível de ruído.

Sony Xperia / Câmera

O IMX586 possui 8 mm de diagonal e pode capturar imagens de até 8000×6000 pixels. Os pixels medem apenas 0,8 micrômetros — a Sony diz que este é o primeiro sensor de imagem do mundo com pixels tão pequenos, permitindo que o componente “possa ser instalado em muitos smartphones”, segundo a Sony.

Mas há um problema: em geral, quanto maior a densidade de pixels de um sensor de imagem, pior, porque há mais interferência eletromagnética e as fotografias tendem a ficar com mais ruído antes de serem tratadas por software. Como a Sony resolveu isso? Com uma estrutura de pixels conhecida como Quad Bayer.

Basicamente, em um sensor organizado no esquema Quad Bayer, há quadrados de 2×2 pixels com a mesma cor. Quando você estiver fotografando em ambientes com bastante luz, a câmera converte a estrutura Quad Bayer em uma Bayer padrão, gerando uma fotografia de 48 megapixels. Assim:

Sensor de imagem Quad Bayer

Se a iluminação estiver ruim, os pixels adjacentes são combinados, criando uma imagem de 12 megapixels com o menor ruído possível. Nesse modo, cada pixel fica com o tamanho equivalente a 1,6 micrômetro — maior que os 1,4 µm do Samsung Galaxy S9+, 1,22 µm do iPhone X e 1,55 µm do Sony Xperia XZ2 Premium, por exemplo.

A Sony também diz que o IMX586 tem alcance dinâmico “quatro vezes melhor que produtos convencionais”, tirando fotos com “mínimo estouro de iluminação ou perda de detalhes em áreas de sombra”. Na gravação de vídeos, é possível filmar em 4K a 90 quadros por segundo (haja processador!), 1080p a 240 fps e 720p a 480 fps.

As primeiras amostras do IMX586 serão enviadas às fabricantes a partir de setembro. Normalmente, a Sony reserva os sensores de imagem novos por um tempo para seus próprios smartphones — então espere encontrá-lo na câmera de algum Xperia XZ3 ou XZ4, a ser revelado nos próximos meses.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jãoã

Tem galera que repara até na beleza do sensor? kkk

Felipe Locatelli

Asus e LG tem tempo de até 32 segundos de exposições. Se Souber estabilizar o celular consegue fotos muito boas do céu noturno!

Thiago H. S. Zampollo

E o lumia 1020 possui um sensor de 41mpx!

JeronimoPW

Como assim, isso é um sensor... kkk

Mateus B. Cassiano

O que exatamente você sente falta? Tirando o tempo de exposição que é capado a no máximo 1 segundo (na concorrência já vi chegar até 10 segundos) e a ausência de captura em modo RAW, praticamente qualquer Xperia de 2016 pra cá tem os mesmos recursos manuais da concorrência...

B. C. N.

Beleza é algo relativo

Uriel Dos Santos Souza

isso não impede que esse sensor seja usado em um celular aranha ;)

Renan Alves

pena que é feio,

Julio Cesar Santos

Penso que a Sony tomou a decisão certa: aperfeicoar a câmera, do que partir para essa modinha de "smartphones aranhas" com duas, três e sabe-se lá quantas mais objetivas ainda iriam colocar em outros lançamentos.

Everton

Incrível, Sony. Parabéns! Mas ainda acho que os smartphones Sony deixam a desejar e acho que isso é proposital: deve ser mais lucrativo pra Sony desenvolver pras fabricantes e pra não ter conflito de interesse, seus smartphones são feitos para não concorrer diretamente com os flagships que geralmente possui seus componentes. Enfim, não sei se isso faz sentido...

Wellington Gabriel de Borba

Ainda queria as câmeras compactas de volta. Os celulares não são tão evoluídos assim e a gente não tem que dar um rim por uma pro.

Maicon Bruisma

Haja processamento pra tirar uma foto dessas em um tempo curto.
O tamanho do sensor ainda é o convencional, não é?
E outra, o sensor tem 48 MP e faz oversampling pra 12 MP ou ao contrário? Pergunto isso pq o lumia 1020 tem o sensor de alta resolução e aí faz o oversampling para que a foto tenha 5 MP sem perder qualidade, se no caso da Sony for ao contrário então não é muito diferente do que as outras empresas fazem.

Pois é. OS engenheiros de software da Sony sempre pecaram nesse quesito. Com esse novo processador de imagem (AUBE) eu vi umas fotos vazadas que são lindas... vamos ver no real agora, quando lançarem..

Posso mexer em iso e tempo de exposição sem problemas no meu xz1C.

Problema da Sony sempre foi seus profissionais de algoritmo pra fotografia. Sony sempre fez os melhores sensores e vendia para varias fabricantes de celular, e essas fabricantes sempre conseguiam um resultado melhor que a própria Sony, o que sempre foi incompreensível.

Gabriel Cruz Moreira (Coisas d

Seria bonito um Google Pixel com essa câmera

Exibir mais comentários