Início » Celular » Mi A2 e Mi A2 Lite são os novos Android One da Xiaomi

Mi A2 e Mi A2 Lite são os novos Android One da Xiaomi

Xiaomi Mi A2 e Xiaomi Mi A2 Lite trazem especificações intermediárias, Android praticamente puro e preços acessíveis (lá fora)

Emerson Alecrim Por

A Xiaomi escolheu esta terça-feira (24) para anunciar, na Espanha, o Mi A2 e o Mi A2 Lite. Os dois modelos chegam para atualizar as opções da marca que fazem parte do Android One, programa do Google criado para melhorar a experiência oferecida pela plataforma em smartphones mais acessíveis.

Xiaomi Mi A2

Mas não estamos falando de uma novidade em todos os sentidos. Assim como o Mi A1 é baseado no Mi 5X comercializado na China, o Mi A2 tem como base o Mi 6X que a Xiaomi anunciou em abril.

Essencialmente, a única diferença entre ambos é que o Mi A2 traz, como requisito do programa Android One, o Android 8.1 Oreo puro (com previsão de atualização para o Android P), sem a interface MIUI. O hardware é praticamente o mesmo, portanto:

  • Tela IPS de 5,99 polegadas, resolução de 2160×1080 pixels e formato 18:9;
  • Processador octa-core Snapdragon 660 de 2,2 GHz;
  • 4 ou 6 GB de RAM;
  • De 32 a 128 GB de armazenamento;
  • Câmeras traseiras com 12 e 20 megapixels (sensores Sony IMX486 e IMX376, respectivamente);
  • câmera de 20 megapixels na frente (também um Sony IMX376);
  • Bateria de 3.010 mAh com Quick Charge 3.0;
  • Bluetooth 5.0, Wi-Fi 802.11ac e porta USB-C.

O Xiaomi Mi A2 não tem conexão para fones de ouvido, slot para microSD e NFC.

Xiaomi Mi A2 Lite

Xiaomi Mi A2 Lite

O Mi A2 é um intermediário com configurações bastante interessantes, mas isso é refletido nos preços. Não que ele seja caro, mas o Android One também contempla opções mais simples e, consequentemente, mais acessíveis. Para esse segmento, a Xiaomi preparou o Mi A2 Lite. O modelo tem as seguintes especificações:

  • Tela de 5,84 polegadas com resolução full HD e notch (pois é);
  • Processador octa-core Snapdragon 625 de 2 GHz;
  • 3 ou 4 GB de RAM;
  • 32 ou 64 GB de armazenamento;
  • Câmeras traseiras de 5 e 12 megapixels;
  • Câmera frontal de 5 megapixels;
  • Bateria de 4.000 mAh;
  • Bluetooth 4.2, Wi-Fi 802.11n e micro-USB.

Considerando as especificações, o Xiaomi Mi A2 deve atrair usuários que buscam mais desempenho e câmeras melhoradas. Mas, além dos preços mais baixos, o Mi A2 Lite deve ter como grande vantagem a autonomia: a combinação do Snapdragon 625 com a bateria de 4.000 mAh sugere que o smartphone pode ficar mais tempo longe da tomada.

Preços e disponibilidade

Os preços sugeridos pela Xiaomi são os seguintes:

  • Mi A2 com 4 GB de RAM e 32 GB de armazenamento: € 249;
  • Mi A2 com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento: € 279;
  • Mi A2 com 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento: € 349;
  • Mi A2 Lite com 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento: € 179;
  • Mi A2 Lite com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento: € 229.

As vendas dos dois modelos estão previstas para agosto, começando pela Espanha e chegando a outros 40 mercados, progressivamente. O Brasil, obviamente, não estará entre eles.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Finn

Desculpa desenterrar o comentário depois de tanto tempo, mas tive uma dúvida que foi engatilhada pelo seu comentário. O suporte da Google tende a ser melhor que o da Xiaomi, não? Primeiro pq as atualizações e patchs de segurança sempre sairão primeiro no Android One que no resto dos celulares com UI, e segundo que o suporte da Google até supera a média do suporte das

Cassiano Galli

Alguém ja usou ele no 4g da vivo?

Hugo Piovesan

Muito provavelmente o hardware é exatamente o mesmo, assim como foi no 5X e A1

Hugo Piovesan

Pensei o mesmo também.

lordkelvinx

To com uma dúvida desde o lançamento: trocar meu S7 (flat), com 2 anos de uso no Mi A2 128GB? Os 32GB no S7 já não estão dando pra mim, isso pq a mais de um ano uso um MicroSD com 32GB, mas é aquela história: apps só na interna! Vou perder um processador MUITO bom, ficar com um 660 que tem "basicamente" o mesmo desempenho do 8890 (menos processamento gráfico que não chega perto mesmo), perder a resistência a água (que uso as vezes), uma câmera traseira MUITO BOA... To bem perdido na verdade... Qualquer aparelho com memória cheia se torna lento e gastão em bateria, e é o que vivencio hoje.

O que uso mais: memória, redes sociais, apps gerais, fotografias. Não filmo muito, portanto OIS não deve ser tão faltante pra mim...

Gabriel Barrado

Atualizou, o meu passou pra 8.1 semana passada. Se estagnar com 2 anos, vai ate o Android 9, depois disso penso se vale a pena passar pro Lineage...

Viniuau_

Só flashear depois, aproveita e faz root também.

Osmani Lourenço

review do mi a2 lite

Fábio Carneiro

Mi A2L é o Mi A1 com notch e micro USB. Ele deveria ter um Snapdragon 630, câmeras melhores e o Mi A2 virava o A2 Plus...Mas dane-se, é a Xiaomi, não vai aposentar o meu Mi A1 de qualquer jeito.

Daniel Marcos Lopes

Desculpa eu errei é o 636 que e suportado .
www.qualcomm.com/productos/...

Mauricio

Depois do redmi note 4x, acho que a única evolução nos intermediários foi com o lançamento note 5. Redmi 5 plus, redmi 6 e suas variantes, redmi s2 e esse a2 lite são basicamente o note 4x com carcaça e android mais novo.

Mauricio

Queria algo mais compacto, também. Mas pelo jeito esse barco já partiu. Só coisa gigante, rsrs.

Crock, o Dillo

Sério? E onde consigo um "hacker-engenheiro" pra reabilitar?

Ed. Blake

A Xiaomi renova todas as linhas a cada semestre.
Eu também acho muito surreal mas é a política deles.

Além do mais, antes de comprar qualquer aparelho eu checo o XDA.
Jamais dependerei de software de fabricante.

Daniel Marcos Lopes

So que para funções bancárias , como pagamento via NFC nas maquininhas o qr-code não funciona. Além disso a placa da Qualcoom já vem com NFC eles que desabilitam .

Exibir mais comentários