Início » Negócios » Ações do Facebook despencam 23% após redução no crescimento e aumento de gastos

Ações do Facebook despencam 23% após redução no crescimento e aumento de gastos

Na Europa, o número de usuários ativos mensais caiu 1 milhão; despesas devem aumentar entre 50% e 60% neste ano

Paulo Higa Por

As ações do Facebook na bolsa de valores de Nova York caíram 23% na noite desta quarta-feira (25) após a rede social anunciar os resultados financeiros do segundo trimestre de 2018. A empresa revelou aos investidores que os gastos devem aumentar entre 50% e 60% neste ano, e viu o número de usuários na Europa cair pela primeira vez na história.

A empresa continua lucrando bastante, mas o ritmo de crescimento é o menor em três anos, tanto em usuários quanto em receita. Houve aumento de 11% no número de usuários ativos, contra 13% no primeiro trimestre. O faturamento foi de US$ 13,2 bilhões, alta de 14% em relação ao mesmo período de 2017. Já o lucro chegou a US$ 5,1 bilhões, dentro das expectativas dos analistas, de acordo com a Reuters.

Ações do Facebook

Outros dados negativos pesaram contra a empresa. As despesas no trimestre subiram 50% em relação ao ano passado, para US$ 7,4 bilhões, e devem crescer neste ano devido aos investimentos em segurança, marketing e aquisição de conteúdo, em um momento em que o Facebook vem gastando para se adaptar às novas regras de privacidade.

Na Europa, onde o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (GDPR) passou a vigorar em maio, o Facebook viu o número de usuários cair pela primeira vez, com baixa de 1 milhão de usuários ativos mensais e 3 milhões de diários. Cada usuário na Europa rendeu US$ 8,76 — menos que os US$ 25,91 dos Estados Unidos e Canadá, mas mais que os US$ 1,91 do “resto do mundo”, o que inclui América Latina e África.

Apesar das más notícias (que resultaram na queda de US$ 150 bilhões em valor de mercado em duas horas), os números do Facebook não deixam de impressionar: a rede social alcançou 2,23 bilhões de usuários ativos mensais, e “cerca de 2,5 bilhões de pessoas” utiliza pelo menos um dos aplicativos da empresa, incluindo Instagram e WhatsApp, todos os meses.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Juaum

Que desculpa esfarrapada...

Juaum

Ela vem fazendo isso a alguns anos e sem muito sucesso.

rocarmo

Mas apesar disso, a empresa investe muito em P&D e pratica preços baixos pra ganhar mercado. Se ela cortar gastos e focar em rentabilidade, esse % de lucro sobe rapidinho e os investidores sabem disso, por isso precificam a ação dessa forma.

zoiuduu .

se o face for falindo, qual rede vai substituir ele?

Juaum

Aproxadamente, um lucro de 1,69%.
Valor de mercado puramente especulado em potencial. Coisa que vem acontecendo desde o surgimento da empresa.

rocarmo

Amazon teve lucro líquido de U$ 3 Bi em 2017 (para uma receita de U$ 177 Bi).

Mendonza

Curtidinha pq essa foi original. vuehaueh

Juaum

Concordo. Porém,o que se vê no mercado é a pressão constante por livros maiores.
Já a Amazon não parece sofrer desse mal.

Helliton Soares Mesquita

O que vale é a receita e se a empresa não está tendo prejuízo. Eles tem lucro, é um lucro baixo mas já dá pra tira eles da classificação em prejuízo.

Helliton Soares Mesquita

Robo ativado.
Escrever: Bolsonaro 2018.

Helliton Soares Mesquita

O MBL tem que aprender True News é:
Coreia do Norte ninguém passa fome, e eles só são baixos e magricelos porque não consomem carne, para poupar os outros seres vivos.
Cuba tem a melhor educação e saúde do mundo.
Suécia, é o país mais socialista do mundo.
Homossexuais, morrem mais na mão de héteros do que dos próprios homossexuais.

Gilvani

Concordo!

concordo totalmente.. to vendo bem mais gente usar o insta (sim, ok, é do Zuck) e cada vez menos o face.

Renan Alves

FAce tá lembrando o orkut em seus dias de morte, tá tomando as mesmas decisões, lembro que na época que o orkut tava começando a ir pro limbo a google deu a loca de inventar um monte de firula e dar ban por nada.
Até o proprio mark já deve ter percebido que o face logo logo cai no esquecimento. só não caiu ainda por falta de alternativa que chamem a atenção dos jovens.

Juaum

Enquanto isso, a Amazon que não da lucro, continua valendo horrores. Vai entender.

Exibir mais comentários