Início » Celular » Galaxy J8 é um smartphone intermediário de R$ 1.899

Galaxy J8 é um smartphone intermediário de R$ 1.899

Samsung Galaxy J6 ganha versão com 64 GB de armazenamento por R$ 1.499

Paulo Higa Por

Os smartphones intermediários estão ficando bem caros no Brasil: nesta segunda-feira (30), a Samsung lançou o Galaxy J8, um aparelho com processador octa-core Snapdragon 450, tela de 6 polegadas com resolução HD+ e câmera dupla na traseira, por R$ 1.899. Ele chega para competir com celulares como Motorola Moto G6 Plus e LG Qnote+.

O Galaxy J8 segue o design do Galaxy J6, mas possui tela maior, com painel Super AMOLED de 6 polegadas (contra 5,6 polegadas do irmão mais simples), resolução de 1480×720 pixels e proporção 18,5:9. A capacidade de processamento não muda muito: ainda estamos falando de um chip econômico, o Snapdragon 450, acompanhado de 4 GB de RAM e 64 GB de espaço, com possibilidade de expansão por microSD.

A câmera traseira, que fica acima do leitor de impressões digitais, é dupla, com sensor principal de 16 megapixels (f/1,7) e um secundário de 5 megapixels (f/1,9) para tirar retratos com fundo desfocado. A gravação de vídeo é apenas em Full HD. Na frente, há uma câmera para selfies de 16 megapixels (f/1,9) com um flash LED ajustável, que permite três níveis de intensidade.

Uma característica interessante é a bateria com capacidade de 3.500 mAh, acima dos concorrentes Moto G6 Plus (3.200 mAh) e LG Qnote+ (3.150 mAh). Na prática, o Galaxy J8 acaba invadindo um pouco do território do Galaxy A6+, que tem a mesma bateria, processador e tamanho de tela, mas câmeras superiores. Ele também chegou caro ao país, por R$ 2.099, mas já pode ser encontrado por R$ 1,7 mil em promoções do varejo.

O Galaxy J8 começa a ser vendido nesta semana nas cores preto, prata e violeta. Ele está chegando ao varejo junto com uma nova versão do Galaxy J6 com mais capacidade de armazenamento (64 GB, contra 32 GB da variante apresentada em junho), que tem preço sugerido de R$ 1.499.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

terrylynodell

Silvajclaudio I do not agree

Eliézer José Lonczynski

Chega ser ridículo um comparativo do Moto G6 Plus com o J8 e essa bateria generosa com o carregador padrão leva umas 04 horas pra chegar em 100%.

Danilo Schreiner

Que bom cara, é ótimo usar um top de linha, pois até o obsoleto S7 é melhor que seu A8 em todos os quesitos (excetuando bateria).

Gabriel Naldis

Às ordens, fanboy.

Danilo Schreiner

Valeu fera. Obrigado pela audiência.

Gabriel Naldis

É mesmo? foda-se.

Danilo Schreiner

Tá certo cara. Você ganhou, vai lá e compra a linha "J".

Danilo Schreiner

Eu

Juliano Machado Olivetti

Não que o aparelho seja péssimo, afinal tudo depende do posicionamento de preço. A Samsung errou feio! Vamos ver como os potenciais consumidores deste produto vão se comportar, mas acho um produto de R$ 1.299,00 a no máximo R$ 1.399,00.

Gustavo Leandro

E quem tá falando em iPhone? (48)

Marcos

Mas esses preços de lançamento da Samsung não fazem o menor sentido. Comprei o A8 Plus por 1499, sendo que o sugerido é 2299 ou 2499, não lembro agora.

Marcos

Pera, lançaram um aparelho com Snapdragon 450 pra concorrer com o Snapdragon 630 do G6 Plus, serião mesmo?

Ismael Pini Gonzales

Bem, é óbvio que não dá para se fazer uma comparação direta entre SoCs e SOs diferentes (e em momento algum eu afirmei isso)...
Concordo que é bem mais simples quando você limita a sua escolha a apenas algum modelos pré-selecionados, sejam da Apple ou não. Para quem só compra iPhones, basta escolher o modelo mais recente quando "precisar" de um novo (assim como para os que preferem os Galaxy S).
Porém, boa parte dos usuários não gosta, ou não se pode dar ao luxo, de se limitar a alguns poucos aparelhos (geralmente mais caros).
Enfim, não acho que o trabalho de pesquisar entre diversos modelos é irrelevante. Sobretudo nessa época em que os intermediários custam quase 2000 reais.

Gabriel Naldis

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Zanac_Compile

É que não vale essa regra. Por exemplo, o Commodore Amiga era uma plataforma fechada e com um processador Motorola 68000 de 7Mhz fazia coisas impossível de ser feitas em um PC AT de 16Mhz com um processador Intel. Tem toda a questão da arquitetura, da otimização do sistema para aquele hardware.

Da mesma forma, um iPhone costuma ter muito menos memória e Hz do que os aparelhos de outros fabricantes, mas o desempenho é igual ou superior, isso pq não é as configurações técnicas que importam. O povo se incomodava muito com isso, de 2010 pra cá era uma revolta com o hardware do iPhone, até que ninguém mais reclama, afinal isso não faz sentido, igual TEKPIX, não é mais RAM, PIXEL ou HZ que dita o melhor aparelho.

Nesse caso do MOTO e SAM, ambos tem a mesma plataforma de hardware e de software, teoricamente, o mais caro deveria dar um respaldo, seja de otimização do sistema melhor, qualidade, suporte, atualizações que talvez o outro não oferecesse. Se não é isso, apenas grife, então é fogo... o usuário tem que baixar o nível no tecniches mesmo, é por essas e outras que prefiro ir de iphone, fechado, pago para não me incomodar, desempenho, segurança, atualizações para toda minha vida que está ali dependendo do aparelho.

Exibir mais comentários