Início » Negócios » Apple e Samsung lideram mercado de tablets, que continua em queda

Apple e Samsung lideram mercado de tablets, que continua em queda

O mercado vendeu 5 milhões de tablets a menos no segundo trimestre; Apple e Huawei cresceram

Victor Hugo Silva Por

A cada dia, os tablets parecem estar ficando menos atrativos para os usuários. A categoria apresentou uma nova queda no segundo trimestre de 2018, segundo o IDC, e vendeu 5,2 milhões de unidades a menos que o mesmo período do ano passado.

Entre abril e junho, as empresas venderam somente 33 milhões de tablets, o que representa uma queda de 13,5%. E, nesse cenário, Apple e Samsung seguem como as líderes do mercado, ainda que com avaliações bem distintas.

iPad Pro deverá ser lançado em evento da Apple em setembro

iPad Pro deverá ser lançado em evento da Apple em setembro

A fabricante do iPad tem larga vantagem para suas concorrentes, com 34,9% do mercado. Em relação ao segundo trimestre de 2017, a companhia teve um ligeiro crescimento, ao vender cerca de 100 mil tablets a mais.

Por outro lado, a Samsung vendeu menos aparelhos. Na comparação com o segundo trimestre de 2017 e o mesmo intervalo de 2018, a empresa comercializou 1 milhão de dispositivos a menos. O desempenho indesejado representa uma queda de 16,1%.

Para os analistas, a Apple e a Samsung deverão impulsionar suas vendas com a chegada do novo iPad Pro, previsto para o terceiro trimestre, e do Galaxy Tab S4, lançado na quarta-feira (1º)

Veja o ranking de venda de tablets, segundo a IDC:

  1. Apple: 34,9% (em 2017, 29,%);
  2. Samsung: 15,1% (em 2017, 15,6%);
  3. Huawei: 10,3% (em 2017, 8,2%)
  4. Lenovo: 6% (em 2017, 5,7%);
  5. Amazon: 4,9% (em 2017, 6,4%);
  6. Outras marcas: 28,8% (em 2017, 34,2%)

Enquanto a Samsung cai, a Huawei se aproxima da segunda posição. A companhia chinesa foi a que mais cresceu entre as cinco primeiras do ranking, ao comercializar 300 mil unidades a mais que o registrado no segundo trimestre de 2017. A alta foi de 7,7%.

Segundo a IDC, a companhia vendeu quase metade de seus tablets na região da Ásia-Pacífico (exceto o Japão) e triplicou seu tamanho entre os tablets dois-em-um. A categoria, inclusive, poderá ser a responsável por um crescimento da categoria, segundo a IDC.

“Embora consumidores e empresas tenham mostrado interesse no modelo dois-em-um, aqueles que operam em orçamentos mais apertados tiveram poucas opções disponíveis”, avalia Lauren Guenveu, analista de pesquisa sênior na IDC.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Leandro Hartmann

Compensa comprar um Mi pad 4? ou ainda o Ipad é insuperável ?

RodrigoCard

Passou da hora de um iPad Mini Pro, espero q caia mais as vendas ate sair um desse

Juninho

pois é, mas eu pagaria em um tablet no máximo com tela de 7, e muitos estão fazendo oque você disse, que é mais vantajoso

Alexandre

Não é à toa que Samsung vendeu 1 milhão a menos. Quando lançou o Galaxy Tab S3, com Snapdragon 820....já poderia tê-lo feito com o Snapdragon 835, afinal o processador já estava disponível a muito tempo.
Agora, o 845 já está disponível no mercado a muito tempo, tanto que o 855 está em produção pela Qualcomm e, mesmo assim lançam o Tab S4 com o 835. Aí é pedir para sifu....Baita falha de visão da empresa....
Tenho o Galaxy Tab S3 e ele foi um excelente produto, muito melhor em termos de produtividade do que o Ipad Pro que eu tinha.
Se a Samsung lançasse um Tab S4 com processador melhor que o 835....eu trocaria o meu atual por um novo....
Vão amargar uma queda maior ainda....por lançar um produto defasado tecnologicamente.

Felipe Liʍa

so pra entreter a pivetada na viagem das ferias da familia

Felipe Liʍa

tela 7... mais fácil comprar um phablet de 6"! pelo menos tem varias opcoes com boa autonomia d bateria!

Felipe Liʍa

pior q esses tablets zoados ja servem pra 90% das coisas q as pessoas usam num tablet hoje em dia: ver videos no YouTube/Netflix 😬

Juninho

investir em tablet android é desvantagem, a Samsung me parece que tem preguiça de lançar um tablet excelente pq até agora só lança tablets ok e caros que pelo menos para mim não valem o investimento, a Huawei anda atendendo o público que curte não é atoa que cresceu as vendas, um tablet com tela de 7 já é o suficiente para mim mas tem que ter uma bateria de no mínimo oito mil mAH tela amoled e o processador tem que ser o do ano, ou seja um tablet focado em desempenho

ochateador

Mais fácil comprar logo um iPad e usar por 5+ anos (tenho um a 6 anos e contando).
Sai caro mas aguenta o tranco sossegado.

Anakin

Nunca achei graça nos tablets, mas devem ter seus nichos de uso bem específicos, acredito que sumir não irá, mas ainda pode cair mais

Eric Viana

Futurologia é tão precisa quanto Astrologia.
"se os planetas se alinharem em conjunção ao centro da galáxia o mercado de PC acaba"...

tuneman

Exatamente. Previsões dadas mais na emoção do que na razao

Keaton

Esse tipo de previsão nunca deve ser levada a sério... algo parecido foi dito quando enfiaram aquelas m3rd4s de netbooks com processadores Atom... Aquilo mal rodava Windows 95.

Diego F. Duarte

Sem contar q, pelo menos aqui, os tablets em geral sao de baixa qualidade, ruins em desempenho, e capados.

É dificilimo achar um tablet com suporte a 4G mesmo hoje, e quando se acha, é mais caro que um notebook. Assim fica difcil... Eu tenho um LG GPad8 2015, eu n me vejo com outro tablet sem ter 4G, é mto capado.

Capitão Caverna

Os analistas.
Por isso não devemos leva-los a sério.

Exibir mais comentários