Início » Negócios » Huawei aumenta previsão de vendas de smartphones e quer tomar liderança da Samsung

Huawei aumenta previsão de vendas de smartphones e quer tomar liderança da Samsung

Fabricante chinesa estima vender mais de 200 milhões de smartphones em 2018

Paulo Higa Por

Depois de ultrapassar a Apple no mercado global de smartphones, a Huawei quer roubar o primeiro lugar da Samsung. A fabricante chinesa aumentou sua previsão de vendas para 200 milhões de unidades até o final deste ano e mantém o objetivo de liderar o setor no último trimestre de 2019, de acordo com a Reuters.

Segundo a IDC, a Samsung vendeu 71,5 milhões de smartphones no mundo entre abril e junho (20,9%), seguido pelos 54,2 milhões da Huawei (15,8%) e 41,3 milhões da Apple (12,1%). Os chineses foram os que mais cresceram no trio, com um aumento de 40,9% em unidades em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto a Apple ficou estável (+0,7%) e a Samsung caiu 10,4% com as vendas fracas do Galaxy S9.

A previsão inicial da Huawei para 2018 era vender 180 milhões de smartphones, mas a empresa aumentou suas expectativas devido aos bons resultados no primeiro semestre — mais de 95 milhões de aparelhos já saíram das fábricas da empresa entre janeiro e junho. Ela lidera o mercado chinês (27,8%) e tem conseguido conquistar uma clientela mais premium com o P20 Pro, que chamou a atenção pela qualidade da câmera.

Não vai ser fácil chegar lá, uma vez que a Huawei sofre forte pressão do governo americano. Mas a fabricante tem conseguido melhorar sua participação na Europa, Oriente Médio e África, com aumento de 73% na receita no primeiro semestre, e ensaia sua entrada em novos mercados: os aparelhos da marca devem começar a ser vendidos no Brasil até setembro, em parceria com a Positivo.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

miguel vasconcelos

Segura o monstro kkk

Luís Carlos Soares

Huawei e positivo? Isso não vai prestar, já imagino como será a bela porcaria por parte da negativo

joaofla123

Também acho, porém percebo que lá fora já se encontra uma certa redução em relação ao valor inicial. A conversão direta seria em torno de 3500. Sabemos que com os impostos ficaria bem acima disso. Mas talvez menos que os 4900 que estao pedindo atualmente.

Suely Almeida

Mas se vier oficialmente pro Brasil, vai ser caro do mesmo jeito.

Uriel Dos Santos Souza

Venha pra cá logo :(

joaofla123

E a parceria com a Positivo para a venda de alguns modelos no Brasil, alguma novidade ou previsão? Já vejo o P20 Pro em alguns sites famosos de e-commerce (nesse caso, são aquelas sublojas, que provavelmente importaram o aparelho), mas o valor está bem alto, na minha opinião.