Início » Gadgets Segurança » Amazon Echo ganha recurso para afastar ladrões de residência

Amazon Echo ganha recurso para afastar ladrões de residência

O Away Mode usa o Amazon Echo para reproduzir conversas e simular a presença de pessoas na casa

Por
18 semanas atrás

Além de ser um assistente pessoal, o Amazon Echo também pode funcionar como um segurança para residências. Um novo recurso usa o dispositivo para tentar enganar ladrões que estão em busca de casas vazias.

Batizado de Away Mode (ou Modo Ausente), a funcionalidade simula a presença de pessoas dentro de uma casa com gravações de conversas reais. O objetivo é fazer o ladrão desistir do furto por acreditar que há alguém na residência.

Away Mode é recurso de segurança para casa no Amazon Echo

Para isso, os diálogos reproduzem situações que podem ocorrer dentro de um lar. Eles variam de uma dona de casa irritada até um casal discutindo enquanto assiste à TV.

Ao todo, o sistema tem sete faixas com cerca de uma hora cada. Portanto, ele não será útil caso você fique muito tempo longe de casa.

Desenvolvido pela Hippo Insurance, o Away Mode oferece prévias das conversas em seu site e pode ser instalado no Echo por meio do site da Amazon. Em sua página, ele é descrito como uma proteção que afasta invasores de residências com o “poder do constrangimento humano”.

“É como uma cena de ‘Esqueceram de Mim’, exceto que em vez de recortes de papelão, são conversas insuportáveis criadas pelos redatores de programas Saturday Night Live, It’s Always Sunny in Philadelphia e UCB”, continua a descrição.

A avaliação do Away Mode feita por usuários do Amazon Echo é bastante variada. O recurso tem 2,9 estrelas (de um total de 5) na página da Amazon e recebeu comentários que o apontam de promissor a inútil.

A nova função do Amazon Echo pode ser uma alternativa para alguns métodos de segurança. No entanto, como lembra a chefe de marketing da Hippo Insurance, Andre Collins, ela não pode ser usada como a primeira medida para proteger uma casa.

Com informações: Mashable, The Next Web.

Mais sobre: ,