Início » Brasil » Candidatos à presidência defendem identidade digital única no Brasil

Candidatos à presidência defendem identidade digital única no Brasil

Amoêdo, Boulos, Meirelles, Alckmin e Marina defendem uso de novo documento

Victor Hugo Silva Por

O primeiro turno da eleição presidencial ocorre em 7 de outubro. Até lá, os candidatos usarão o maior espaço possível para mostrarem suas ideias. Nesta terça-feira (7), cinco candidatos apresentaram propostas de governo no âmbito tecnológico e concordaram com a adoção de uma identidade digital única no Brasil.

Durante o GovTech, os postulantes à presidência afirmaram que a medida reduz a burocracia. O evento foi mediado pelo apresentador Luciano Huck, que teve conversas com os candidatos na seguinte ordem: João Amoêdo (Novo), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), Geraldo Alckmin (PSDB) e Marina Silva (Rede). Veja abaixo um resumo de cada proposta:

Os candidatos defenderam a identidade digital única durante o GovTech Brasil

Os candidatos defenderam a identidade digital única durante o GovTech

João Amoêdo

Para o candidato do Novo, o documento digital irá melhorar a gestão da saúde e servirá para substituir CPF, RG e título de eleitor. Segundo ele, o projeto seria realizado com uma parceria público-privada. Ele também defendeu a criação de um ministério responsável por políticas na área digital.

“Acho que podemos incentivar a ampla adoção de sistemas digitais para melhorar a oferta de serviços públicos”, disse Amoêdo.

Guilherme Boulos

Em um possível governo do PSOL, a identidade digital seria batizada de Login Cidadão Digital. Com ela, o candidato espera reduzir a burocracia e aumentar a participação popular em temas de maior discussão.

“Uma democracia 5.0 com participação digital, através de plebiscitos, referendos”, imaginou Boulos.

Henrique Meirelles

O ex-ministro da Fazenda defendeu a digitalização do governo. Para ele, o novo documento permitirá facilitar o acesso a serviços públicos, além do compartilhamento de dados de saúde em hospitais públicos e privados.

“Um cartão que registra todos os dados do usuário, inclusive, por exemplo, o histórico médico”, propôs.

Geraldo Alckmin

Já ex-governador de São Paulo propôs o documento como um recurso para diminuir a burocracia e, consequentemente, destravar a economia. Segundo ele, o Brasil não é mais atrativo para investidores e precisa de reformas para retomar o crescimento.

“O Brasil tem essa cultura de cartório, de estabelecer regras, de custos, de carimbos. Precisamos inverter, facilitar a vida das pessoas, que podem fazer tudo de casa, pelo celular”, afirmou.

Marina Silva

Além de defender a identidade digital única, a candidata da Rede propôs a criação de sistemas que estimulem a participação popular e que tornem os dados públicos mais transparentes. A candidata disse que unirá políticas tocadas individualmente pelos ministérios.

“Um programa de integração das diferentes tecnologias que já estão em uso no governo”, sugeriu.

Durante o evento, os cinco candidatos apresentaram outras propostas na área de tecnologia, como programas de incentivo à criação de startups e de universalização da banda larga no país.

Com informações: Estadão, Telesíntese.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lucas Santos

Parece até trecho de um livro de locutor onisciente kkkkkk

Arthur Soares

Vai ser tão bem implementado como o cartão magnético do CPF foi.

angelobio

CNH é o único com validade e que precisa fazer curso e prova. Titulo de eleitor precisam tet dados de zona e sessão logo reimprimir documento único por causa de zona e sessão tbm é desnecessário. Documento único + CNH + título. Tem coisas que não devem ser apenas um login num site.

Igor

Outra coisa que nunca vi comentarem é sobre o cartão sus, ele não é tão nacional como parece. Pra ser atendido em postos de prefeitura tem que vincular o cartão a cidade onde vc reside.

Keaton

Essa coisa já era pra ter saido do papel.

Carlin

Legal, só vai ser mais um documento....
Da pra fazer uma analogia ao e-Titulo, a versão digital da carteira de motorista e tantos outros, são apps e mais apps que instalados! Eita lá talvez a percepção de digitalizar precisa se revisada por esses ai!

Sem fala da infraestrutura, creio que pensar no banco de dados é bem mais "fácil" e "simples" que lidar com a estrutura que ainda carece nesse país, lembrando que a internet nem sempre funciona nas escolas publicas nesse pais.

Fabio Montarroios

ora, o ideal era vc mesmo identificá-los combinando outras fontes. é o q eu fiz e, a partir disso, tirei minhas próprias conclusões. pra mim é evidente q o autor do texto é capaz de hierarquizar os assuntos tratados no evento. todos eles pertinentes de algum modo, como este é em alguma medida, claro, a públicos específicos, mas ter pinçado justamente esse é o q pega. se mais matérias vierem ok, mas se morrer nisso é uma pena, pq poderiam ter feito mais e melhor.

Fabio Montarroios

eles falaram de outros assuntos dentro do âmbito da tecnologia, pois essa era a proposta do evento como um todo. no texto consta essa informação, diga-se. o q eu observo é q a matéria falou de 1 ponto apenas.

e, cara, sinto muito, mas se vc não vê as implicância do uso (ou não) de tecnologias nas nossas mazelas nacionais, fica complicado... não há como dissociar política e tecnologia. o q não se confunde com tecnologia a tecnologia apenas do ponto de vista do consumidor (aquele compra um celular, por exemplo) e por política a política partidária (aquele q vota nesse ou naquele candidato).

Igor B.

Pois é... um documento decente que não seja em papel, por exemplo :)

Caleb Enyawbruce

"Democracia 5.0" é igual ao "360 graus" dos vendedores de soluções diversas. Tipo o que foi o "web 2.0"

fan

Talvez porque esse site fale sobre tecnologia e não das nossas mazelas sociais ?

“Uma democracia 5.0 com participação digital, através de plebiscitos, referendos”, imaginou Boulos.

Não sabe nem o que ele quis dizer.

Dênis Corte

Esse fim de semana passou no Futura uma série/documentário (Expresso Futuro) justamente sobre identidades digitais pelo mundo. Achei muito interessante o tema, até me fez buscar outros episódios dessa série. Quem quiser ver o acesso é gratuito no Futura Play: http://www.futuraplay.org/v...

Edit: No youtube também: https://www.youtube.com/wat...

John Smith

Bastaria tornar o atual documento de identidade num documento nacional com esse número único.

Bruno Tenório Souza

Isso já deveria ser padrão há muito tempo, mas como estamos no Brasil, nada funciona e por algum motivo se gasta milhões de reais.

Exibir mais comentários