Início » Mobile » O retorno da Palm pode não ser tão incrível assim

O retorno da Palm pode não ser tão incrível assim

Por
19 semanas atrás

Com retorno prometido para este ano e com a conta de apenas cinco meses restando para o fim de 2018, o único smartphone da Palm que apareceu em alguma agência reguladora no planeta parece não ser tão empolgante assim.

Foto por anthony_goto/Flickr

De acordo com informações do site Android Police, temos apenas o nome do modelo que será lançado, PVG100, e alguns dados sobre a forma como ele funciona em redes Wi-Fi. O que chama atenção é a falta de suporte para redes de 5 GHz, o que pode deixar claro que ao menos este modelo não é tão incrível como poderia ser.

Ao menos a versão do Android que rodará no dispositivo é a Oreo (8.1), mas a ausência de antena para redes mais velozes do que 2.4 GHz coloca o dispositivo em uma categoria de intermediário mais simples.

Além destes dois dados, não há nada em lugar algum – até o momento. Principalmente o quanto do legado da Palm será inserido neste gadget, seja por um teclado físico deslizável como aconteceu no Pre, ou então se ele será apenas um Android qualquer que tem nome de marca conhecida – como acontece hoje com a Nokia.

 

Palm Pre, lançado em 2009 (imagem: divulgação)

O Pre foi lançado há quase 10 anos e foi um dos primeiros aparelhos com o também extinto webOS, que foi comprado pela HP quando levou a Palm inteira e depois pela LG, que utiliza o sistema operacional até hoje em seus aparelhos de TV inteligentes.

Vale lembrar que a Palm faz parte da TCL, grupo chinês que recentemente lançou alguns produtos no Brasil, incluindo smartphones mais simples. Outras marcas que são controladas pelo mesmo grupo incluem a Alcatel e a BlackBerry.

Com informações: Android Police.