Início » Computador » Primeiros chips Intel Core de nona geração devem chegar em outubro

Primeiros chips Intel Core de nona geração devem chegar em outubro

Primeira leva de processadores Intel Core de nona geração deve vir com os chips Core i9-9900K, Core i7-9700K e Core i5-9600K

Emerson Alecrim Por

Já não é novidade que a Intel vai deixar os processadores Cannon Lake, com tecnologia de 10 nanômetros, para 2019 (se não houver mais atrasos). Mas isso não quer dizer que não teremos novidades ainda neste ano: a nona geração de chips Core deve ser anunciada oficialmente em 1º de outubro. Pelo menos é o que informa o Wccftech.

Processador Intel

Fontes próximas à Intel informaram ao veículo que a primeira leva de lançamentos terá três processadores. O processo de fabricação continuará sendo de 14 nanômetros, a exemplo da geração atual, mas com melhorias que permitirão mais núcleos e frequências um pouco maiores. Todos serão desbloqueados. São eles:

  • Intel Core i9-9900K: 8 núcleos, 16 threads, clock de 3,6 GHz (4,7 GHz em boost), 16 MB de cache, TDP de 95 W, preço estimado em US$ 450;
  • Intel Core i7-9700K: 8 núcleos, 8 threads, clock de 3,6 GHz (4,6 GHz em boost), 12 MB de cache, TDP de 95 W, preço estimado em US$ 350;
  • Intel Core i5-9600K: 6 núcleos, 6 threads, clock de 3,7 GHz (4,3 GHz em boost), 9 MB de cache, TDP de 95 W, preço estimado em US$ 250.

No mês passado, a Intel acabou colocando referências às CPUs de nona geração em um documento online que, pouco tempo depois, foi atualizado para remover essas informações. Dos três modelos acima, apenas o Core i5-9600K tinha sido listado ali, mas, antes disso, já havia rumores sobre o lançamento dos outros dois. As chances de os três modelos terem essas especificações são realmente grandes.

Foto: Flickr/huangjiahui

Obviamente, o Core i9-9900K (o único com Hyper-Threading) vai ser o carro-chefe da nona geração. Mas, se o documento vazado em julho estiver certo, os novos processadores também serão compostos por pelo menos outros quatro chips Core i5, além de dois modelos Core i3. Esses processadores devem ser lançados no início de 2019.

É claro que somente os testes dirão se eles apresentarão ganho significativo de desempenho em relação à geração atual, mas, com base nas especificações descritas, é prudente não esperar por grandes diferenças. Provavelmente, a Intel está mais preocupada em fazer frente à linha Ryzen, da AMD. Se a data de lançamento for confirmada, logo mais descobriremos quão acirrada vai ser essa disputa.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Nikolas Souza

Mesma coisa de vc comparar i5 8400 e i7 7700 ( são equivalentes) , esse i7 8/8 será equivalente ao 8700 6/12 com 5 a 10% a mais de performance sendo generoso ainda... em resumo o que inovou nessa 9a geração foi só o i9... o resto é requentado, 5% de melhora para o modelo anterior e olhe lá... melhor esperar a 10a geração e ver se saem os 10nm. Ai sim teremos motivo para trocar... eu vou segurar meu i7 3770 mto... ja tive i5 8400 e se o foco for jogo e uso cotidiano não muda m. nenhuma !

Orley Lima

Esses ainda vem com Spectre e Meltdown né?

Macgyver Freitas

O HT melhora em geral uns 40% o desempenho, e ir de 6 para 8 núcleos é uma melhora de 33%, com mais os aprimoramentos da geração mais nova, (que se for pra 10nm deve ter um avanço razoável) o novo i7 deve ser um pouco superior ao anterior, mesmo vindo sem HT. Agora eu quero ver como eles vão ficar no mercado após a AMD lançar os próximos Ryzen em 7nm e tlvz com mais núcleos

Macgyver Freitas

Com os Ryzen de 7nm e possivelmente 16 núcleos chegando por volta de março do ano q vem, acho q independente de preferir Intel ou AMD vale a pena esperar pra ver como ficam os preços

Dênis Victor

Essa notícia está estranha ou foi erro de digitação.
A Intel vai reduzir o número de threads no I7?
Isso me soa meio esquisito.
Seria uma aposta muuuuito ousada. Teria que confiar muito no potencial single core de cada núcleo.

Gustave Dupré

Obvio que não, então porque só o Brasil seria afetado? No grupo do Teclab, o pessoal estava falando sobre isso, no canal da Chipart e Terabytes a mesma conversa, mas até agora nada de concreto.

ochateador

E a intel produz chip no Brasil por acaso ?

Renan Alves

e eu ainda com meu celerom

Gustave Dupré

Algum noticia sobre os boatos do problema na linha de produção da Intel e que possivelmente só o Brasil está sendo afetado?