Início » Celular » Oppo Dubai também nega vinda oficial ao Brasil

Oppo Dubai também nega vinda oficial ao Brasil

Filial da Oppo que teria dado respaldo para a operação na América Latina diz que não autorizou nenhum representante na região

Paulo Higa Por

A história do lançamento da Oppo na América Latina teve um desenrolar. Após a empresa chinesa desmentir que estaria preparando sua operação na região, um dos supostos responsáveis pela vinda da marca disse ter possivelmente havido uma falha de comunicação entre a Oppo China e a Oppo Dubai: a filial é quem teria dado o respaldo para a abertura do negócio no Paraguai. No entanto, ela também nega o caso.

Uma nova matéria do TudoCelular foi ao ar na quinta-feira (16), em resposta ao comunicado oficial da Oppo. O texto diz que o site “nadou contra a maré do século 21 e, antes de publicar qualquer nova informação, foi atrás de respostas. Entramos em contato com o grupo que, desde o primeiro encontro que teve com a gente, garantiu ser representante da Oppo na América Latina”.

Cesar Borba, indicado como o CEO da operação latina, disse ao veículo que o lançamento teria “respaldo da Oppo Dubai, que é a filial responsável pelas operações ocidentais da companhia”. Segundo ele, uma “falha de comunicação com a China” causou a confusão.

Trata-se de uma situação atípica, uma vez que uma expansão de mercado é um fato relevante para uma companhia: exige investimentos em pessoal, logística, pós-venda e certas formalidades, como a homologação dos produtos nas agências reguladoras (no caso, a Anatel), o que também é um gasto adicional. Por isso, a hipótese de que a filial não tivesse alinhado a comunicação com a sede era pouco provável.

O Tecnoblog procurou a Oppo, que declarou em nota que a filial de Dubai não tem autorização para abrir novos mercados. “Confirmamos com nosso representante em Dubai que eles nunca autorizaram qualquer organização ou indivíduos no Brasil ou no Paraguai a iniciar a operação ou fazer negócios na América Latina”, diz a Oppo em comunicado.

O evento de lançamento no Paraguai foi cancelado. A empresa responsável enviou nota à imprensa afirmando que prestará esclarecimentos em breve e que as razões para a desistência foram “as matérias recentemente divulgadas pela imprensa e mídia social onde foi colocada em dúvida o nosso relacionamento comercial de parceria para com a empresa Oppo”.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Dyenifer Rodrigues

Seria a primeira a comprar esse top dos tops

Joukyuu Kunitoshi

é isso que to falando cara mesma coisa que a XIaomi fazia

Allan Ferreira

A Xiaomi não vende mais aqui no Brasil, ultimo aparelho lançado foi o Redmi 2 Pro.
Xiaomi morreu por conta de não trazer aparelhos melhores ao nosso mercado, investiu em um aparelho muito simples... É uma pena.

Comentário Mil Grau℗

HTC Tinha ótimos celulares? A maioria dos smartphones da HTC ainda operavam com o Windows Mobile, enquanto que o Android já dominava completamente a parada. Não fez falta pq quem ousaria em comprar um smartphone com um OS obsoleto?

Comentário Mil Grau℗

Que a saga Oppo Brasil e seus blue caps continue!

Vegeta humilde

Não sei nem pra q o pessoal se incomoda com isso. Xiaomi veio, arregou, HTC existia aqui, tinha ótimos celulares, ninguém comprava. A oppo ia sofrer um dos dois males.
O brasileiro médio que gasta 1000-1500 num smartphone ta pouco se fudendo pra CxB, mal sabe como medir isso num celular, não faria a menor diferença a existência da marca aqui

Joukyuu Kunitoshi

Nem tem top da Meizu aqui, mesma coisa da Xiomi só tem no Maximo o Pro 6 Plus que é do tempo do S7

Robert Rey

Foi o "afã" de tentar dar uma notícias dessas em primeira mão, que acabaram por publicar algo errôneo. Eles falam tanto em fake news, e são exímios fabricantes destas. Casa de ferreiro, o espeto é de pau.

Robert Rey

Não vão não, pode ficar tranquilo.

Franco Luiz

Duvido muito

Franco Luiz

Sim poderiam aproveitar o hyper mas o custo Brasil é alto o preço seria equivalente aos vendidos no brasil e sem nenhum atrativo que faça as pessoas comprarem , Querendo ou nao e uma marca desconhcida pra mais de 70% da populaçao brasileira entao entre um motorola samsung asus e oppo a galera n ia nem da bola , so dariam se o preço fosse bem abaixo coisa que dificilmente aconteceria

Franco Luiz

Sinceramente como as pessoas acreditam em coisas q vem do pessimo site " tudo celular" os caras sao tao desesperados que agora fizeram ate uma parada chamada " caçadores de fake news" pra tentar interferir na politica e afins ..... tao desesperado por cliques site que praticamente sobrevive de brigas fanboys fazendo titulos exageradamente toscos pra fanboy de marca ou empresa briga em comentario e com isso resultar em visualizaçao ao site .... O canal no youtube entao apresentadores que parecem robo falando podem esta lendo um roteiro mas acredito que nem seja isso , acho que a forma de se comunicar deles é robotica mesmo é muito estranho nao parece natural

Kauã Pacheco

Que pisão no TudoCelular! Acho que agora aprendem a fazer matéria direito e a buscar informações concretas.

Jonas S. Marques

Ah, mas o público que compraria somos nós. Duvido que se um brasileirinho da vida visse Oppo na prateleira compraria. É só ver as vendas da Meisu, que mesmo tendo um ótimo custo benefício não consegue.

JHGouveia

...Maré do século 21... sei

Exibir mais comentários