Início » Brasil » Alguns motoristas do Uber estão seguindo rotas maiores para faturar mais

Alguns motoristas do Uber estão seguindo rotas maiores para faturar mais

Mudança em sistema tem feito motoristas do Uber optarem por trajetos mais longos ou congestionados para aumentar remuneração

Emerson Alecrim Por

Nas últimas semanas, usuários do Uber no Brasil têm notado um comportamento até então incomum entre motoristas do serviço: alguns deles passaram a seguir rotas mais longas ou congestionadas intencionalmente. O motivo? Uma mudança no sistema de remuneração que, agora, considera tempo e distância para estabelecer o valor pago por cada viagem.

Aplicativo Uber

Essa mudança foi implementada no começo de julho e, de acordo com o Uber, é uma tentativa de oferecer remuneração mais justa aos motoristas. Até então, a companhia cobrava taxa fixa de 20% (UberBlack) ou 25% (UberX) sobre cada corrida, mas agora pode flexibilizar essa porcentagem com base no tempo ou na distância que o motorista percorre para concluir o trajeto.

Essa é uma resposta a uma queixa antiga, afirma o Uber. No sistema anterior, o motorista recebia o valor estabelecido no início da viagem, mas se pegasse trânsito intenso ou uma rota mais longa para escapar de congestionamento, não era recompensado pelo tempo ou quilometragem adicional.

Com esses fatores sendo levados em conta, a taxa cobrada pelo Uber pode cair para até 1% em alguns casos. Como a compensação é tirada da porcentagem que cabe ao serviço, nada muda para o usuário.

Porém, quando a mudança foi anunciada, muita gente passou a desconfiar que motoristas começariam a pegar trajetos mais longos ou congestionados para se beneficiar do novo sistema. Essa turma estava certa: uma reportagem do UOL Tecnologia mostra que isso vem acontecendo.

Um dos relatos é o de um usuário que gastou quase uma hora em uma viagem saindo do Aeroporto de Guarulhos. A previsão inicial era de 40 minutos de duração, “até que o motorista começou a desviar do caminho do Waze na marginal Tietê”, disse o passageiro. Em outro caso, uma corrida em Maceió que deveria levar 35 minutos durou quase 50 minutos porque o motorista preferiu um trajeto mais extenso.

Aparentemente, o maior problema do novo sistema são as incertezas. Se de um lado a remuneração aumenta para corridas mais longas ou demoradas, por outro, motoristas reclamam que viagens curtas geram remuneração mais baixa do que no antigo sistema.

Não é por acaso que muitos condutores têm enviado mensagens aos usuários perguntando sobre o destino e cancelado corridas quando percebem que o trajeto é curto. Essa prática é proibida pelo Uber.

Aumentar distâncias da viagem deliberadamente também é. Ao UOL, o Uber disse considera inaceitável essa atitude e informou que mantém equipes e tecnologias para analisar viagens suspeitas ou violações de termos de uso.

Nas estimativas da empresa, a proporção de motoristas que cometem esse desvio de conduta é menor que 1%. De todo modo, o Uber orienta ao passageiro que se sentir prejudicado que faça uma denúncia por meio do aplicativo. Caso alguma irregularidade seja comprovada, o condutor poderá ser descredenciado da plataforma.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lucas Maia

Tudo é uma questão de ter empatia.

O pq, do motorista perguntar
qual é o destino? Em relação aos motoristas honestos, a pergunta é ocasionada pelo
fato do app não mostrar o destino final, ou o destino de embarque ser uma região de risco, ocasionando uma insegurança ao motorista no momento de deslocamento por medo de ocorrer um assalto ou assassinato, portanto o momento ao telefone, é uma forma de tentar identificar se o passageiro está mal intencionado, ou se o motorista também está.

Até pq, já ouvi e li relatos de passageiros que se negaram em dizer o destino, e no momento do embarque o destino era o assalto.

A reportagem é bem displicente em relação ao motorista adotar uma rota congestionada, os apps como uber e 99, pagam centavos de centavos por minuto adicional, isso levando em consideração que o tempo de viagem seja muito maior do que o previsto, portanto é uma falácia dizer que é vantajoso ficar parado no trânsito, por este motivo vejo diversos motoristas optarem em rodar no período noturno, uma vez que o tráfego é menor, o que economiza combustível.

Em relação a rota, vamos acorda meu povo, há duas opções, e elas são totalmente simples, a 1ª é o motorista seguir o aplicativo de GPS, e a 2ª é o passageiro indicar o caminho de preferência. Em todas elas, podem haver condições adversas de tempo, ou seja, por exemplo
ocorrer um acidente na via, começar a chover, ou iniciar o horário de pico, o qual o trânsito pode piorar ou GPS recalcular a rota.

Welber Maba

Quem aluga conta faikes???

Welber Maba

Pode até fazer,mas bem menos,pq é fiscalizado, já de aplicativo,sem fiscalização.Muito maior

Bruno César Ribeiro Francisco

E outra, as pessoas que utilizam uber, acham que todos são Desempregados, ou que moram na zona leste, ou que estão passando fome, essas pessoas não desiludidas com a vida e não sabe correr atrás da vida, essas são as que criticam, pessoas sem perspectiva de vida e evolução

Bruno César Ribeiro Francisco

Engraçado, povo nunca teve dinheiro pra Andar de taxi, sempre andou de metrô e ônibus, aí aparece uma tecnologia e querem reclamar, e simples e só não usar, eu faço uber, e sempre pergunto se a pessoa quer seguir a rota dela ou se posso seguir o GPS, as pessoas que estão reclamando não dirige em SP, em que o trajeto inicial é de 30 minutos e derrepende vira de 1 hora, o Certo e ir reclamar com os governantes pra arrumar solução para esse trânsito de São Paulo, e as pessoas tem que parar de serem mesquinhas, faço uber a 1 ano, hoje tenho minha empresa, tenho outras rende e ainda sim Continuo fazendo uber para diminuir meus custos, ao invés de reclamar, pega um carro e vai trabalhar pra ver o quanto é bom ser onesto e ser criticado por uma minoria de pessoas acomodadas na vida.

Gesonel o Mestre dos Disfarces

ô viralatinha, isso tá acontecendo fora do brasil também:
https://www.wsj.com/articles/uber-drivers-take-riders-the-long-wayat-ubers-expense-1534152602

Vinícius Jorge

Sim, taxistas são santos, seres angelicais que nunca trataram mal clientes, nunca estupraram ninguém, nunca ajudaram a assaltar passageiro, nunca fizeram merda no trânsito
(Vai pegar taxi no RJ pra ver) kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Um monte de taxista faz merda, é comprovadamente ilegal e só sabem repetir " huurrrrr durrrr uber ilegal"

Fica triste não amigo, tem mercado pra todo mundo, tanto pro seu táxi quanto pros aplicativos.... Mas, conselho de amigo, sugiro já ir aprendendo a fazer outra coisa, pois quando vierem os carros autônomos a profissão de motorista será mais uma a cair no limbo das profissões obsoletas e ultrapassadas

Welber Maba

Sorry!!Quem é ilegal e estupra, não é o Táxi..https://olhardigital.com.br/noticia...

Thiago Tietze

Ou seja, um mau profissional não é?
Já parou pra pensar o porque de você ter optado pelo Uber?
Se a opção foi "ter perdido o emprego", já parou pra pensar o porquê de tê-lo perdido?

Pra algumas pessoas, tudo faz sentido. Tudo se explica.

Eduardo Cortez

Simples usem a 99

Paulo Said

Exatamente perguntamos qual o destino e se não responder cancelamos, chegamos ao local demorou mais que 5 minutos cancelamentos, doa a quem doer...

Paulo Said

Exatamente

Cacio Frigerio

A questão de trocar de serviço eh os motoristas não são exclusivos. A imensa maioria trabalha em mais de um serviço.

Vinícius Jorge

Quem detém mais de um alvará e aluga pra terceiros é que é ilegal, sorry

Alberto Prado

Ah sim. Valeu.

Exibir mais comentários