Início » Jogos » Microsoft pretende criar serviço de aluguel do Xbox One

Microsoft pretende criar serviço de aluguel do Xbox One

O pacote Xbox All Access incluirá o console, a Xbox Live e o Xbox Game Pass por US$ 22 mensais

Por
47 semanas atrás

Em tempos de Netflix e Spotify, as assinaturas digitais são cada vez mais comuns e têm chegado a novos patamares. A Microsoft, por exemplo, prepara uma espécie de serviço de aluguel envolvendo o Xbox One.

Ele prevê um pacote com o próprio console, além das assinaturas da Xbox Live e do Xbox Game Pass para quem optar por uma assinatura mensal. De acordo com o Windows Central, ele será chamado de Xbox All Acess e poderá ser liberado ainda este mês.

Foto: Engadget

Foto: Engadget

A Microsoft pretende oferecer um plano básico de US$ 22 por mês durante dois anos. Ele daria acesso ao Xbox One S. Para o mesmo período, também haverá um plano de US$ 35, em que os assinantes receberiam o Xbox One X.

Caso os preços sejam confirmados, o serviço será bastante vantajoso. Atualmente, o Xbox One S de 500 GB é vendido na Microsoft Store dos EUA por US$ 230. Na mesma loja, o Xbox One X de 1 TB custa US$ 500.

Somam-se a esses valores os US$ 60 anuais da Xbox Live, que permite jogar online com outras pessoas, e os US$ 10 mensais do Xbox Game Pass, que dá a opção de baixar e rodar sob demanda os jogos da biblioteca da Microsoft.

O gasto total para ter tudo isso de forma avulsa com o Xbox One S seria de US$ 590 (conta US$ 528 da assinatura). Para o Xbox One X, as despesas chegariam a US$ 860 (contra US$ 840). Ainda segundo o Windows Central, os jogadores teriam os consoles por definitivo após os dois anos de contrato.

Inicialmente, o serviço será limitado à Microsoft Store e outras lojas de varejo nos Estados Unidos. No entanto, ele poderá ser levado para mais países de acordo com a avaliação da empresa.

Ao que tudo indica, o Xbox All Access será um serviço bem-sucedido. Ao mesmo tempo em que deverá atrair os jogadores com uma forma mais fácil de adquirir o Xbox One, ele pode ajudar a Microsoft a aumentar sua base de usuários em várias frentes.

Com informações: The Verge.