Início » Aplicativos e Software » Windows 95 vira aplicativo para Windows, macOS e Linux

Windows 95 vira aplicativo para Windows, macOS e Linux

Projeto do desenvolvedor Felix Rieseberg no GitHub transformou o Windows 95 em um programa instalável

Felipe Ventura Por

Testar o Windows 95, ou qualquer sistema operacional antigo, pode ser meio trabalhoso para quem não está acostumado com máquinas virtuais. Felizmente, o desenvolvedor Felix Rieseberg (que trabalha no Slack) resolveu transformar o antigo produto da Microsoft em um aplicativo que você pode instalar no Windows, macOS e Linux.

Não tem muito segredo: você vai até a página do projeto no GitHub, escolhe a versão para seu sistema operacional e faz o download de até 129 MB. Instale o programa e clique no ícone “windows95”.

Foto por Yining Zhang/Flickr

Você será recebido pela clássica interface do Windows 95, primeira vez que a Microsoft adotou um botão Iniciar para acessar aplicativos e mais. Pressione ESC quando quiser liberar o cursor do mouse.

É possível admirar o visual consistente do sistema (o Windows 10 tem problemas com isso) e seus efeitos 3D; jogar Campo Minado; mexer nas configurações; e abrir o Internet Explorer 3. Infelizmente, não há como ficar online nem ouvir sons.

“Este é o Windows 95 rodando em um aplicativo Electron. Sim, é o sistema completo. Desculpa”, escreve Rieseberg no GitHub. “Isso só funciona bem por acidente, e foi na maior parte uma piada.”

O Electron é um framework de código aberto para criar programas desktop com tecnologias normalmente voltadas para a web, como HTML e JavaScript. Ele é usado pelo WhatsApp, Slack e Discord em seus aplicativos para Windows e Mac.

Para rodar o Windows 95 dessa forma, usa-se o projeto “v86” de virtualização x86 em JavaScript. Ele emula um computador das antigas com processador Pentium e placa de vídeo SVGA.

Rieseberg usa aqui uma cópia do Windows 95 preservada pelo site WinWorld, que também guarda versões antigas do macOS, MS-DOS e distribuições Linux. “Este projeto é fornecido apenas para fins educacionais”, avisa o desenvolvedor. “Ele não é afiliado à Microsoft nem foi aprovado pela empresa.”

Com informações: The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Cristina Nascimento

Em certas áreas eu olho pra frente, agora (off topic) em matéria de música, meu amigo... tnt nacional como internacional, tá tudo praticamente um lixo. Minha biblioteca musical só tem museu e cada dia morre um dos artistas da minha geração arquivados lá. Fico triste, mas, "music never dies, never gets old".

Anubis

Eu fujo da nostalgia como o “diabo foge da cuz”.

Para alguns, a nostalgia trás um certo relaxamento. Porém, para mim, trás depressão.

Olhar para trás me deprime. Por isso, sempre olho para frente.

OFF:

Eu fuJo

Ele foGe

( se eu fujo; logo, ele deveria fujir e não, fugir. )

Nosso idioma além de morto é burro. A finalidade de um idioma é facilitar a comunicação. E não inviabilizar para a grande massa.

Rafael Rocha

Ah, nostalgia... Tempos de usar o Visual Basic, jogar paciência e, claro, Wolfenstein e Doom.

Alberto Prado

Vi a notícia essa semana que fizeram o mesmo com o Win2000. Só que ele roda no navegador.

Molinex

Se não foi aprovado então não vou testar...
Claro que vou kkkk
Até porque não cheguei a usar o win95, comecei com o 98. Vou dar uma brincada pra relembrar os velhos tempos