Início » Jogos » Fortnite para Android foi lançado com falha de segurança no instalador

Fortnite para Android foi lançado com falha de segurança no instalador

Problema já foi corrigido no instalador, mas a falha pode ainda estar em alguns aparelhos

André Fogaça Por

O lançamento de Fortnite para Android é garantia de problemas ao ensinar o caminho da abertura da segurança dos smartphones com o sistema operacional móvel do Google. Risco tão elevado que o Google já encontrou um meio onde malwares podem chegar até o aparelho com ajuda do instalador oficial do game - e a Epic, desenvolvedora do título, ficou bem brava ao ver o alerta do gigante das buscas.

Fortnite

Abrir o Android para a instalação de apps que não são encontrados dentro da Play Store não é algo novo, mas abre também a porta da segurança do aparelho para que qualquer coisa consiga entrar no dispositivo sem muitas dificuldades - um vírus, por exemplo. A falha que o Google descobriu aparece quando o usuário procura e instala algum app que consegue entrar no meio do download do Fortnite e instalar outras coisas além do jogo, trocando o endereço interno de download que o instalador utiliza, para baixar de outro servidor - que não vai baixar o jogo, mas sim vírus, malwares e outras coisas.

Como tudo começou

A desenvolvedora do game foi avisada pelo Google no dia 15 de agosto, enquanto a falha ainda não era de conhecimento público. A Epic precisou de dois dias para criar um patch que remedia o problema e liberou para todo mundo que já baixou o instalador.

Para ajudar na segurança de todos os usuários, a empresa responsável pelo título solicitou ao Google que não publicasse nada sobre a vulnerabilidade durante 90 dias, tempo necessário para que a maioria dos usuários já estivesse com o jogo corrigido e praticamente eliminando a possibilidade de hackers tirarem proveito do problema. O Google não fez isso e publicou o que encontrou.

“Foi irresponsabilidade do Google divulgar detalhes técnicos da falha tão rapidamente, enquanto muitas instalações não haviam sido atualizadas e ainda estavam vulneráveis”, comentou a Epic.

Como corrigir o problema

Se você é um usuário de Android e tem o Fortnite instalado, basta abrir o app instalador e atualizar para a versão 2.1.0 - o que é feito automaticamente, quando o aplicativo é aberto. Caso o instalador esteja presente, mas o download do jogo ainda não foi feito, a atualização será realizada primeiro. Se ainda há dúvidas ou receio, é recomendado desinstalar o programa que baixa o jogo e instalar novamente, com um novo download do site da Epic e que já vem com a correção.

O Android conta com um pequeno antivírus chamado Play Protect, que pode ser utilizado ao entrar na Play Store. Ele verifica se há algum malware já instalado e toma as devidas atitudes para remover. De qualquer forma, é de suma importância que seu Android esteja bloqueado para qualquer instalação de algo fora da Play Store.

Com informações: Android Central.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lucas[144] 1 (GAMES)

Aparelho Asus zenfone 4

Breno Ribeiro

A população em geral ainda não está pronta para baixar apks.

Higo

O Google estava procurando uma chance de ferrar a Epic, um furo. E achou. Azar da Epic que deu motivo para tomar essa tromba. Por outro lado, não acho o Google tão errado nesse ponto. Quando centtenas de milhares de usuários experimentarem problemas no Android decorrentes dessa gambiarra da Epic, aí a culpa será do Google, né?

Trovalds

Quando lançaram o Android focaram justamente nos "diferenciais" em que a Apple fazia restrições. O flash, por exemplo, tinha sido abolido desde o primeiro iPhone, enquanto o Android patinou nele por um tempo até finalmente admitir que o plugin era um consumidor ávido de bateria. Até hoje tem coisa restrita a nível de API no iOS que o Android oferece sem maiores problemas mesmo sendo um risco enorme pra espionar o celular.

Trovalds

Sabe-se lá não. O nome disso é retaliação. O game é popular, movimenta uns bons milhões de dólares em microtransações in-game e o Google não vai ver os 30% da parte dele porque a EPIC não colocou na loja

Carlin

O problema e que nem todo mundo precisa dessa liberdade, quantos caíram nos falsos App de Fortnite que infestaram a loja? Imagino que graças ao hype do jogo a Epic teria poder de barganha com o Google, não para o Google abri mão dos 30% mais tentar reduzir ou buscar outros benefícios! Enfim, repito, nem todo mundo precisa dessa liberdade toda, boa parte dos usuários comuns precisam é da comodidade de poder baixar apps a vontade de um loja confiável/nativa!

Moisés Martins

Verdade, isso até ajudar o público ir atrás da atualização.

Moisés Martins

Não sei se você leu a matéria mas 2 dias depois a Epic games corrigiu a falha, qual o problema de expor isso ao público?

Trovalds

Bom, isso foi um dos diferenciais nos primórdios do Android justamente pra dizerem que "nós te damos liberdade". Claro, um diferencial que se mostra extremamente nocivo já que o Google não sinaliza que vai extinguir isso e obrigar a se instalar aplicativos somente de dentro da loja.

André Fogaça

Problema é que a economia levou a problemas sérios. Remover o bloqueio de instalação de apps fora da Play Store é abrir a segurança de qualquer Android. Péssima ideia :(

Seraph

"Do pouco que eles vão monetizar" kkkkkkkk que piada

Seraph

Digo o mesmo, você que se incomodou, não eu. #Paz

Trovalds

Block é vida. Use sem moderação.

Trovalds

O Google está certo nas suas atitudes sim, amiguinhos! E enquanto isso existem milhares de APKs contaminadas ou vulneráveis rodando pela internet e o Google não tá nem aí pra elas. E de tempos em tempos o próprio Google tem que fazer a limpa dentro da própria loja porque deixam passar aplicativo problemático.

MAS a culpada é a EPIC malvadona que não quer postar aplicativo dentro da loja pra não deixar 30% do pouco que eles vão monetizar com Android. Com o detalhe que o Android PERMITE que isso ocorra.

Definitivamente eu tento entender alguns internautas... mas é em vão.

Seraph

Só não replicar os meus e ta sussa, seguindo a lógica.

Exibir mais comentários