Início » Mobile » Huawei Kirin 980 promete maior desempenho que Snapdragon 845

Huawei Kirin 980 promete maior desempenho que Snapdragon 845

Processador octa-core da Huawei é o primeiro de 7 nm a chegar ao mercado, e quer "derrotar" concorrente da Qualcomm

Por
16 semanas atrás

A Huawei usa seu próprio processador, chamado Kirin, em celulares como o P20 Pro. Ela anunciou a nova geração do sistema-em-um-chip na IFA 2018: o Kirin 980 é 20% mais rápido que seu antecessor, e promete ultrapassar o desempenho do Snapdragon 845.

Segundo a Huawei, o Kirin 980 é o primeiro sistema-em-um-chip de 7 nm a chegar ao mercado. Ele também é o primeiro com núcleos ARM Cortex-A76, modem 4G de 1,4 Gb/s, unidade dupla de processamento neural, e suporte a RAM LPDDR4X de 2.133 MHz mais rápida.

A fabricante está determinada em “derrotar” o Snapdragon 845. Ela diz que o Kirin 980 atinge taxa de quadros 22% maior em jogos consumindo 32% menos energia. Além disso, ele consegue abrir apps mais rápido por ter latência 22% menor e largura de banda 20% maior.

Kirin 980 tem oito núcleos e chip gráfico 50% mais rápido

São oito núcleos no total. Dois núcleos grandes Cortex-A76 rodando a 2,6 GHz são ativados para tarefas mais exigentes, como jogos. Dois núcleos intermediários de 1,92 GHz ajudam em processos como navegar na web.

Por sua vez, os quatro núcleos Cortex-A55 rodam a 1,8 GHz e consomem menos energia; eles cuidam de processos em segundo plano, como reprodução de música. O Kirin 980 consegue combinar diferentes tipos de núcleos.

Ele também é o primeiro com chip gráfico Mali-G76. A ARM promete desempenho até 50% maior em relação à geração anterior (G72), além de 30% mais eficiência de energia.

Este chip é fabricado no processo de 7 nanômetros da TSMC (Taiwan Semiconductor Manufacturer Company). Isso leva a um desempenho até 20% mais rápido, e consumo de energia até 40% menor, se comparado a processadores de 10 nm.

Maior desempenho em inteligência artificial, 4G e Wi-Fi

O Kirin 980 possui duas NPUs (unidades de processamento neural). A Huawei diz que elas são capazes de rodar tarefas de inteligência mais rápido que os concorrentes. Seu chip consegue reconhecer até 4.500 imagens por minuto no modelo Resnet 50, contra 2.371 do Snapdragon 845 e apenas 1.458 do Apple A11.

Também temos aqui um ISP duplo (processador de sinal de imagem), que promete ser 46% mais rápido em processar imagens da câmera que seu antecessor, o Kirin 970.

Ainda não acabou. O Kirin 980 tem suporte a RAM mais rápida — LPDDR4X de 2.133 MHz — que deve acelerar a multitarefa. Ele vem com modem LTE Cat.21, que permite atingir velocidades de até 1,4 Gb/s no 4G. E ele será compatível com o modem Balong 5G para as redes de próxima geração.

A Huawei diz oferecer o Wi-Fi mais rápido do mundo em um smartphone: seu chipset atinge velocidades de 1.732 Mb/s, contra os 866 Mb/s do Snapdragon 845 com modem da Qualcomm. Até o GPS deve ser mais preciso graças ao posicionamento de frequência dupla.

É bastante coisa! Veremos o Kirin 980 no Huawei Mate 20, a ser lançado em 16 de outubro; e no Honor Magic 2 com câmera deslizante.

Com informações: Engadget, The Verge.