Início » Gadgets » Apple Watch lidera o mercado de wearables

Apple Watch lidera o mercado de wearables

O lançamento do Apple Watch com LTE foi o maior responsável pelo crescimento da empresa neste ramo

André Fogaça Por

De acordo com uma pesquisa publicada pelo IDC nesta terça-feira (4), a Apple está dominando o mercado de dispositivos vestíveis com o Apple Watch, registrando 17% de todo o mercado mundial no segundo trimestre deste ano - crescimento de 38,4% em um ano. Marcas famosas e conhecidas neste ramo, como Fitbit e Garmin ficaram bem atrás da rival fabricante de iPhones.

A empresa de pesquisas ainda aponta que o que fez o Apple Watch velejar tranquilo na liderança é o desejo dos usuários por produtos mais completos, com mais recursos do que o mostrador de horas, notificações e uma ou outra solução em software. O lançamento da versão do relógio inteligente da empresa da maçã capaz de conversar com a rede de dados móveis foi o que fez a Apple subir e continuar liderando este segmento, já que com ele a empresa consegue vender o relógio até mesmo em lojas de operadoras.

Seguindo a marca de Cupertino, a Xiaomi aparece com 15,1% do mercado, que inclui muito mais do que relógios e vai para tênis, smartwatches para o público infantil e diversas variantes da Mi Band - com sucesso notável na Europa e parte do Oriente Médio.

A única empresa que perdeu participação quando comparado com o mesmo período de 2017, é a Fitbit que passou de 12,8% de todos os vestíveis para 9,5% neste ano. A IDC ainda aponta que mesmo com um resultado ruim, o lançamento do wearable Versa mostrou que a empresa ainda respira e consegue ser uma das poucas que aposta apenas neste tipo de gadget.

Fitbit Versa

Fitbit Versa

A Apple deve lançar uma nova versão do Watch, o Series 4 e ele, segundo rumores, terá tela com maior aproveitamento do corpo e continuará com a possibilidade de conexão em redes LTE.

Com informações: IDC.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

marcos_5000

Eu tenho um Amazfit BIP, e pra mim smartwatch só tem utilidade pra monitoramento de sono ou pra mostrar a hora, então tirar ele pra carregar ao dormir estaria fora de cogitação. skopakspoaksop

Jhon

Tenho um Watch há mais de dois anos e nunca tive problema com bateria. Quando vou dormir tiro e deixo ao lado da cama carregando, sempre chego no fim do dia com 70% de bateria

grande_dino_2

São mercados se convergindo.
Garmin sempre foi focado no mercado esportivo, buscando oferecer alta precisão de rastreamento para deslocamento (distância percorrida, velocidade instantânea/média), saúde (batimento cardíaco) e outras coisas específicas de cada esporte.
Os wearables são algo com foco mais generalizado, com uma atenção maior pra integração com o smartphone.
A convergência ocorre porque os wearables conseguem entrar no mercado da Garmin e é isso que está acontecendo, mas a precisão (e a duração da bateria) desses wearables ainda deixa a desejar.
É aquela velha história, é melhor ter algo que faça bem uma coisa do que ter algo que faça mal muita coisa.

Arley Martins

Eu vou de Mi Band 3. Paguei 120 reais com frete rápido china brasil, 15 dias recebi, não taxou e estou usando feliz da vida tendo que carregar a cada 25 dias.

$350 dólares ou quase R$1.500,00 em um relógio que tem que carregar a cada 2 dias no máximo, valeu mais esse não é o meu mundo econômico, embora se eu tivesse grana eu compraria um apple watch porque acho muito top ele e tem tudo.

Pedro Machado

A garmin não é concorrente direto por ser de outro ramo? Pq conheço muito mais gente que usa um garmin do que o Apple Watch

Caio Alexandre

*Fingindo surpresa*