Início » Computador » AMD revela novos processadores Athlon e Ryzen Pro

AMD revela novos processadores Athlon e Ryzen Pro

Novos chips AMD Ryzen Pro são voltados a computadores de alto desempenho; processador AMD Athlon 220GE vem para ser opção econômica

Emerson Alecrim Por

O segmento de processadores acaba de ficar um pouco mais acirrado: nesta quinta-feira (6), a AMD anunciou a sua nova geração de chips Ryzen Pro, voltada a computadores de alto desempenho, bem como os modelos Athlon Pro, para desktops acessíveis.

AMD Ryzen Pro

AMD Ryzen Pro

No começo do ano, a AMD prometeu lançar uma grande variedade de processadores Ryzen ao longo de 2018. A promessa está sendo cumprida. No primeiro semestre, as linhas Ryzen 3, 5 e 7 foram renovadas, incluindo ali modelos da série Ryzen Pro U, para laptops.

Em maio, a companhia anunciou os processadores Ryzen 3 Pro 2200G, Ryzen 3 Pro 2200GE, Ryzen 5 Pro 2400G e Ryzen 5 Pro 2400GE, todos voltados a desktops. Agora, essa linha está sendo complementada com um novo chip Ryzen 5 Pro e dois processadores Ryzen 7 Pro, todos direcionados a computadores de alto desempenho, como PC gamers e workstations. São eles:

  • Ryzen 5 Pro 2600: 6 núcleos, 12 threads, frequência de 3,4 GHz (máximo de 3,9 GHz), cache de 19 MB, TDP de 65 W.
  • Ryzen 7 Pro 2700: 8 núcleos, 16 threads, frequência de 3,2 GHz (máximo de 4,1 GHz), cache de 20 MB, TDP de 65 W;
  • Ryzen 7 Pro 2700X: 8 núcleos, 16 threads, frequência de 3,6 GHz (máximo de 4,1 GHz), cache de 20 MB, TDP de 95 W.

Os três possuem como base a arquitetura Zen+, com processo de fabricação de 12 nanômetros (se bem que ela é vista como um mero aprimoramento do processo de 14 nanômetros da primeira geração). Como não poderia deixar de ser, a promessa é a de mais desempenho.

AMD Athlon + Ryzen Pro

Só para dar uma noção, a AMD afirma que o Ryzen 7 Pro 2700X conseguiu ser 10% mais rápido que um Ryzen 7 Pro 1700X, além de 24% mais ágil que um Intel Core i7-8700 em benchmarks, embora sem dar detalhes sobre os testes.

Os novos chips Ryzen Pro já estão sendo enviados a fabricantes como Dell, HP e Lenovo.

AMD Athlon Pro

Os anúncios também incluem chips para computadores focados no custo-benefício. A nova linha Athlon Pro chega para atender a esse segmento com processadores que custam menos de US$ 100. Todos têm GPU integrada.

No anúncio de hoje, a AMD destaca o Athlon Pro 200GE, que possui arquitetura Zen de 14 nanômetros e traz dois núcleos, quatro threads, clock de 3,2 GHz (sem boost), 5 MB de cache, TDP de 35 W, além de GPU Vega 3 (com três unidades computacionais ativadas).

É uma linha realmente barata: nos Estados Unidos, o Athlon 200GE custará por volta de US$ 55 e começará a ser vendido no dia 18 (ainda não há informações de lançamento no Brasil). O modelo faz frente ao chip Pentium G4560, da Intel. A AMD destaca que a novidade pode ser até 169% mais rápida que a sua APU A6-9500, de geração anterior.

AMD Athlon

Note que existe o Athlon Pro 200GE e o Athlon 200GE (sem o ‘Pro’). Mas eles são praticamente iguais. A diferença, basicamente, reside no fato de que o modelo Pro é voltado a uso corporativo, portanto, está sujeito a estratégias diferentes de marketing e suporte.

A AMD promete lançar ainda os chips Athlon 220GE e Athlon 240GE, mas os detalhes só serão liberados no próximo trimestre.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Denis Campos

Ryzen Pro U, quero logo notebook com AMD

Luizão

Athlon Pro 200GE + um SSD barato de 120 GB = PCs corporativos ultra velozes pro dia a dia

Thiagoatl

Não seria milagre, o A6-9500 é bem fraquinho, se for igual um Pentium 4560 já vai dar os 169% mais desempenho lllk

DumbSloth87

Tá bom querido, então quando lançar quero ver tu conseguir comprar um, ou melhor, vai agora na sua loja favorita e tenta comprar um Ryzen Pro de primeira geração.

A série Pro só é vendida pra integradores de sistema (Dell, HP, etc) pra ser usada em desktops corporativos montados.

Eduardo

Os processadores nem foram lançados ainda! Para de tirar conclusões precipitadas meu amigo, os Rysen Pro vão ser mais fortes que os Rysen atuais, eles rodam vários jogos pesados, então eles são focados para gamers!

Vitor Hugo

mas eles não tem o mesmo desempenho em tudo? a diferença é o suporte, né?

DumbSloth87

Não são pra gamers pq os processadores "normais" (sem o Pro), tem o mesmo desempenho em games e custam menos.

Caique Reis

Ele quis dizer que o foco e as comparações não incluem games

Vitor Hugo

e onde isso significa que eles não são pra gamers também?

DumbSloth87

Para de falar que a série Pro é pra gamer, não é! Toda Série Pro da AMD é voltada ao mundo corporativo, com certeza os benchmarks que a AMD diz que bate o i7-8700K são todos de produtividade, nada de jogos.

Keaton
A AMD destaca que a novidade pode ser até 169% mais rápida que a sua APU A6-9500, de geração anterior.

Essa frase me soa estranho. Ele terá até 169% do desempenho do anterior ou 269%? No primeiro caso, seria "até 69% mais rápida"... Já no segundo caso, seria milagre. haha

Macgyver Freitas

Tava mesmo faltando um CPU AMD pra fazer frente ao G4560

Wendel

Estou pensando em montar um PC básico com esse Athlon.

Zé das Covi

Esses atthlon podem fazer um sucesso aqui no brasil, foram bem famosos por bastante tempo e aqui a galera não gosta muito de gastar