Início » Negócios » Dona do AliExpress quer montar centro de distribuição em Viracopos

Dona do AliExpress quer montar centro de distribuição em Viracopos

Responsável pelo AliExpress, chinesa Alibaba estaria interessada em comprar concessão do Aeroporto de Viracopos para melhorar sua logística no Brasil

Emerson Alecrim Por

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), passa por uma grave crise financeira. A solução para o problema, pelo menos em parte, pode vir da China: a gigante Alibaba, responsável pelo site de comércio eletrônico AliExpress, estaria considerando criar um centro de distribuição no aeroporto.

Alibaba

A informação vem da Folha de S.Paulo, que explica também que a Global Logistic Properties (GLP), que representa a Alibaba no Brasil, já trata do assunto com a Aeroportos Brasil, grupo que controla Viracopos.

Para colocar o plano em ação, os chineses estariam considerando adquirir uma parte majoritária da concessão pertencente à Aeroportos Brasil (51%), que é formada pelas construtoras UTC, Triunfo e Egis. A Infraero aparece aqui com 49% de participação.

Se o plano for concretizado, a Alibaba deverá desenvolver um projeto para fazer Viracopos ter mais estrutura para transporte de cargas e menos para movimentação de passageiros. Faz sentido se levarmos em conta que o número de pessoas que usam o aeroporto de Viracopos vem caindo nos últimos meses.

Certamente, essa estrutura incluirá meios de priorizar o tráfego dos aviões que operam a serviço da própria Alibaba. Não é difícil entender a intenção dos chineses: em 2017, o Brasil foi o quarto país que mais comprou no AliExpress.

Serviço de cargas de Viracopos

Serviço de cargas de Viracopos

O grupo também estaria planejando montar operações no país para oferecer serviços de crédito e desenvolver projetos de logística. Além de melhorar a distribuição dos produtos, eventualmente, a iniciativa poderá ajudar a Alibaba a aumentar a sua presença em toda a América Latina.

Por enquanto, nenhuma das partes comenta o assunto. Mas, se a Alibaba tiver mesmo interesse pelo aeroporto, poderá enfrentar concorrência pesada: o grupo CCR, que já detém a concessão do aeroporto de Confins (MG), também estaria interessado em Viracopos.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Alicia Patterson

Ta aí, quem acha que a Alibaba ta de brincadeira rsrsrsrs sem falar que comprar no alibaba é bem tranquilo e seguro. Ele é mais recomendado pra quem quer revender... pra quem quiser aprende como comprar lá tem um link excelente vejam https://labs.ebanx.com/pt-b...

Dylan Pires

Correios é uma estatal, se ela é uma estatal ela é PÚBLICA, se ela é pública quem sustenta ela, quem paga ela, quem iniciou ela é o povo via impostos (roubo legalizado ), aí vem maluco dizer que o Correios faziam "de graça" kkkkkk

RABUGENTO SFQNS

Você não entendeu a ironia "entre aspas" ?

DanielBastos

Dependendo do produto que vc costuma comprar, pode até ser mais vantagem pagar imposto, frete e etc pra ter a garantia que vai chegar.

Antes do dólar disparar (um pouco mais), tava vendo se iria ou não importar um notebook. Correios nem pensar nesses casos. E o produto que eu queria, no BR ficava mais caro.

Mais aí o dólar subiu mais um pouco e a coisa desandou :(

Léx Ferracioli

Ahh me de papai :D

Matheus

Eu concordo que deveria haver cobrança, mas colocar um valor fixo não faz o menor sentido. Eu moro em Santos, a encomenda chega do lado da minha casa, não é justo que eu pague o mesmo que alguém que mora a mil km de distância. O preço deveria então ser da mesma forma que uma encomenda interna.

Fora isso, os correios acabaram de aumentar absurdamente o valor dos serviços.

Outro ponto, a gente deveria também poder escolher quem vai prestar esse serviço aqui dentro.

Matheus

Sinceramente não sei aonde o frete ficará mais barato. A maioria dos vendedores do Aliexpress permitem que seja escolhido DHL, mas além do frete ser muito mais caro (apesar de absurdamente mais rápido), você é SEMPRE taxado, mesmo para encomendas de valor menor que U$ 50.

Matheus

Para alguns vendedores o Mercado Livre já está trabalhando com Centro de Distribuição, dependendo do volume do vendedor, pode sim valer a pena deixar o estoque localmente.

Luizão

seria excelente, melhor ainda se tiver uma página no site só com itens que já estão em viracopos.

Diana

Li uma vez que nós já pagamos o transporte inclusive 2 vezes porque inclui a devolução.

Pégaso

O Aliexpress é tipo um mercado livre, então acho isso de estoque não funcionaria, isso ia se bom para lojas com Gearbest e a Banggood.

Jefferson Rodrigues

Até onde sei, sim. Pois o frete que pagamos é para sair do país de origem até o país final.

G3pp3t0

Só assim volto a comprar com a Aliexpress.

Marco Pacheco

Além disso, eles enviam pro sul como serviço postal, quando na verdade é encomenda. O serviço postal tem o acordo entre os correios de todo o mundo, mas não para encomendas.

RABUGENTO SFQNS

Recomendo que façam suas encomendas via DHL ou Fedex.

Como vocês afirmam o "frete ficará mais barato".

A legislação brasileira prevê o monopólio somente nos serviços de: carta; cartão postal; correspondência agrupada e telegrama.

Todo o resto pode ser transportado pelas empresas da conveniência de cada um. Cada um sabe o que lhe pesa no bolso.

Exibir mais comentários