Início » Software » O que são dados EXIF de fotos e como encontrá-los ou escondê-los

O que são dados EXIF de fotos e como encontrá-los ou escondê-los

Em cada foto, a câmera ou o celular gera e registra dados EXIF sobre como, quando e onde a imagem foi registrada

Por
13/09/2018 às 14h08
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

O Exchangeable Image File Format — ou apenas EXIF — é uma especificação que permite que fabricantes de câmeras digitais (e também de celulares ou outro aparelho com câmera) gravem informações sobre quais foram as condições técnicas (ou configurações) na hora da captura junto ao arquivo da foto, como um metadado.

Sendo assim, em cada foto, a câmera registra, automaticamente, como, quando e onde a imagem foi registrada. Esses metadados contêm informações como nome da marca e do modelo da câmera, as dimensões da foto e, quando disponíveis, coordenadas de GPS que revelam o local onde foi tirada (ocorre, especialmente, em smartphones).

Lentes Camera / Pixabay

Os dados EXIF são encontrados nos formatos JPEG, TIFF (imagem) e wave RIFF (áudio). Infelizmente, o único formato amigável para a web (em termos de tamanho) para manipular ​​é o JPEG. Outros formatos populares, como PNG e GIF, também podem conter metadados semelhantes. Além disso, os fornecedores de câmeras podem usar um formato de metadados proprietário da marca, parcialmente redundante com EXIF.

Esses dados podem ajudar iniciantes que tentam reproduzir as configurações e ferramentas que foram usadas em uma imagem. Alguns fotógrafos optam, inclusive, por esconder os dados EXIF ​​das fotos para proteger o seu estilo. Entretanto, há outros dados interessantes e usos para tais informações; veja quais são esses metadados.

Tipos de metadados EXIF registrados nas fotos

  • Data e Hora 
    a maioria das câmeras digitais registra a data e a hora na hora do clique;
  • Localização física
    as câmeras com GPS, especialmente os smartphones, podem georreferenciar fotos com coordenadas de GPS exatas de onde a foto foi tirada;
  • Dimensões
    Resolução da imagem, compactação, largura e altura (medidas em pixels);
  • Configurações da câmera
    incluindo a velocidade do obturador, tempo de exposição, tamanho da abertura, distância focal, modo de medição, velocidade ISO e orientação da câmera (rotação) no momento em que a foto foi tirada e se o flash foi usado ou não;
  • Informações de câmera
    marca, modelo, número de série e se uma lente foi usada;
  • Miniatura
    uma versão menor da imagem é armazenada para visualização rápida na tela LCD da câmera, gerenciadores de arquivos e software de manipulação de fotos.
Notebook Celular Camera / Pexels

Outras informações adicionais que podem incluídas na foto após terem sido tiradas:

  • Descrição e palavras-chave
    texto descrevendo o que a foto e tags que ajudem a encontrá-la depois;
  • Informações sobre direitos autorais
    fotógrafos e sites de banco de imagens podem proteger fotos com informações;
  • Dados de manipulação de imagem
    quando uma imagem é editada, o fabricante do software pode inserir seus próprios metadados identificando o software que fez as alterações e quem fez.

Quem criou o EXIF?

O formato foi desenvolvido pela JEIDA (Japan Electronic Industries Development Association) em 1995. Desde então, as informações são armazenadas no arquivo da foto para que fiquem em formato “não legível” para humanos. Mas, com um software correto, podem ser lidas e extraídas de qualquer foto — mesmo as que foram editadas.

Aliado dos fotógrafos

É é isso que faz do EXIF um ótimo aliado dos fotógrafos. Quando se trata de direitos autorais, o EXIF ​​é mais uma camada de proteção. Mesmo que a foto seja aberta no Adobe Photoshop e editada (por exemplo, com remoção da marca d’água), geralmente o sistema salva a imagem sem perder dados. Desta forma, podem até roubar sua foto, mas deixarão uma trilha de informações que pode-se usar para provar a propriedade.

Além de, claro, ajudar na organização da sua coleção e no rastreio de imagens com alguma característica específica que você pode estar procurando no seu acervo.

Aliado da polícia

Metadados de fotos e vídeos também são ótimos parceiros de policiais e investigadores.  Imagens de criminosos (e também de vítimas em cativeiros) podem ajudar a encontrá-los. Se um criminoso tirou uma foto ou fez um vídeo durante ou após um crime, qualquer geodata que tenha sido gravado pode ajudar os investigadores forenses a identificar a localização exata e o momento em que a foto foi tirada e iniciar uma busca.

Outro grupo que se beneficia dos dados EXIF são vítimas de roubos. Se o número de série de uma câmera estiver armazenado nos metadados, uma câmera roubada pode ser rastreada a partir do momento que as fotos registradas com ela forem publicadas.

Como encontrar ou esconder dados EXIF

Como ler dados EXIF

Há uma infinidade de sites com web apps capazes de ler dados EXIF na internet. Assim como aplicativos de “EXIF View” para Android, iOS (iPhone) e Windows Phone. Mas você pode buscar dados em qualquer visualizador de imagem, também no macOS e no Windows, buscando seções com nomes como Detalhes, Informações ou Metadados.

Atenção: datas podem estar erradas por erro ou falta de ajuste na própria câmera.

  • Como ler dados EXIF no Windows
  1. Encontre a pasta onde estão as imagens;
  2. Na miniatura, clique com o botão direito;
  3. Clique em “Propriedades”;
  4. Acesse a aba “Detalhes”;
  5. Nesta mesma tela, você pode editar algumas das informações.
  • Como ler dados EXIF no Mac
  1. Abra a foto na “Pré-Visualização”;
  2. No menu do topo, clique em “Ferramentas”;
  3. Clique em “Mostrar Inspetor”;
  4. Em mais informações, clique na aba “EXIF”;
  5. Nesta mesma tela, você pode remover as informações de localização.
EXIF MAC

Como esconder dados EXIF

Você pode remover os dados por completo com alguns aplicativos como Image Optim (macOS, Windows e Linux), aplicativos para Android e iOS (basta procurar por EXIF), no GIMP, ou nos detalhes do arquivo usando o Windows e do macOS (explicados acima).

Dados EXIF na nuvem e nas redes sociais

Você deve ter ficado preocupado com o fato de as fotos revelarem tanto sobre si mesmas, incluindo a localização exata do clique. É compreensível que você queira esconder alguns desses dados, principalmente em se tratando de redes sociais e armazenamento em nuvem. A Kaspersky fez um levantamento com serviços populares que permitem o upload de fotos e revela quais deles excluem dados EXIF no upload.

Excluem metadados:

  • Facebook
  • Twitter
  • VK.com
  • Instagram
  • eBay
  • Craigslist

Não excluem metadados:

  • Google+
  • Flickr
  • Google Photo
  • Tumblr

Vale notar que os serviços que não excluem metadados geralmente têm configurações de privacidade que permitem que os usuários escondam essas informações. A palavra-chave é ocultar: os serviços vão armazenar os metadados mas vão ocultá-los se assim você desejar. Esses mesmos dados ainda podem ser usados pelos próprios serviços.

Mais sobre: ,