Início » Celular » Samsung é processada após bateria do Galaxy Note 9 pegar fogo

Samsung é processada após bateria do Galaxy Note 9 pegar fogo

Ação judicial pede que Samsung seja proibida de vender Galaxy Note 9 nos EUA; celular custa R$ 5.499 no Brasil

Felipe Ventura Por

A Samsung está sendo processada nos EUA: uma usuária diz que seu Galaxy Note 9 entrou em combustão espontânea dentro da bolsa. A empresa prometeu que a bateria do celular era segura e que não iria explodir, ao contrário do Note 7.

Segundo o New York Post, a agente imobiliária Diane Chung estava no elevador de um prédio quando seu Note 9 “ficou extremamente quente”. Ela parou de usá-lo e o colocou na bolsa. De repente, ela “ouviu um assobio estridente” e notou que uma fumaça espessa estava saindo do aparelho.

Chung entrou em pânico, apertou os botões do elevador para sair logo, e chutou o celular para fora quando chegou ao saguão. Outra pessoa teve que pegá-lo com um pano e colocá-lo em um balde d’água. O fogo danificou tudo que estava na bolsa. O incidente ocorreu em 3 de setembro, de acordo com documentos judiciais.

“Bateria do Galaxy Note 9 está mais segura do que nunca”

A Samsung acreditava ter deixado para trás o fiasco do Note 7, que sofreu um recall de 2,5 milhões de aparelhos. “A bateria do Galaxy Note 9 está mais segura do que nunca. Os usuários não precisam mais se preocupar com as baterias”, disse DJ Koh, chefe da divisão móvel da Samsung, em agosto.

O Note 9 tem bateria de 4.000 mAh, um aumento considerável em relação aos 3.300 mAh do Galaxy Note 8 (o Note 7 tinha 3.500 mAh). Koh disse que seus engenheiros confiam na segurança do novo smartphone, graças a uma verificação de 8 pontos para a bateria — o processo envolve inspeção por humanos, análises de raio-X e testes extremos.

Chung pede indenização por danos morais, sem especificar um valor, e quer que a Samsung seja proibida de vender o Note 9. Ele custa US$ 999,99 nos EUA e R$ 5.499 no Brasil.

Em comunicado, a Samsung diz: “não recebemos nenhum relato de incidentes semelhantes envolvendo um dispositivo Galaxy Note9, e estamos investigando o assunto”.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

thiagoeidi

Enquanto isso, a Asus tem o Zenfone 3 Zoom com uma bateria de 5.000mAh e sem problemas.
De qualquer forma, uma unidade ou outra pode acontecer de passar por problemas. Tem carros por ai que custam mais de 300k e dão problemas graves, por que um celular não estaria sujeito a isso?

raphael_silva

Por isso qualidade duvidosa, mas é algo muito antigo, hoje nem se tem mais relatos.

Marcos Guilherme

kkkk, qualquer hora bummmmm!!! Sei não!

Felipe Silva

o note 7 começou de um por um tbm kkk qdo assustou fizeram recall em tudo

Felipe Silva

kkkkkkkkkk

Felipe Silva

Tipo e tempra reinou nessa epoca kkkk

Felipe Silva

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk tava demorando já, cuidado com a bomba relógio hem

Anderson Olliveira

E a Samsung querendo zoar a Apple. A coitada

Winicius Rodrigues

E a sansung honrando os maus e velhos hábitos

paulo yan

Acredito que seja um caso isolado. Isso pode acontecer, embora seja raro. Mas dado o histórico com o Note 7, o sinal de alerta já se acende.

S Y N T H W A V E + L O V E R

Pode até ser. Mas se explodir um segundo, vamos ver se é chantagem ou não...

S Y N T H W A V E + L O V E R

Fake news sempre existiram. Só ficou popular porque o presidente alaranjado cunhou o termo recentemente.

S Y N T H W A V E + L O V E R

Não é comum ver celular explodindo, meu amigo. Nem deveriam esquentar tanto ao fazer tarefas simples... Acontece nada. Esse projeto de celular é uma bomba. Ainda cobram absurdos por algo que põe sua vida em risco. Imagina um troço desse derretendo o rosto de alguém, ou pessoas que costumam dormir com celular perto...

Carlin

Os fantasmas, eles sempre voltam! Espero que tudo se resolva, só de imaginar em outro possível recall do Note 9, é melhor esquecer que um dia essa linha saiu do papel!

Jonas

Já aconteceu isso com diversos carros.

Exibir mais comentários