Início » Comportamento Software » Linus Torvalds pede desculpas pelo comportamento agressivo e tira folga

Linus Torvalds pede desculpas pelo comportamento agressivo e tira folga

Criador do Linux, conhecido pela sinceridade agressiva, decidiu tirar folga para mudar seu comportamento

Por
17/09/2018 às 18h03
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Linus Torvalds é conhecido por sua sinceridade agressiva, dizendo que as correções da Intel para Meltdown e Spectre eram um “completo lixo”, e mostrando o dedo do meio para a Nvidia. O criador do Linux está repensando suas atitudes, no entanto, pedindo desculpas e tirando uma folga para melhorar seu comportamento.

“Meus ataques desrespeitosos por e-mail foram pouco profissionais e foram desnecessários, especialmente nas vezes em que eu fiz ataques pessoais”, escreve Torvalds no LKML (Linux Kernel Mailing List). “Na minha busca por um patch melhor, isso fazia sentido para mim. Eu sei agora que isso não foi aceitável, e realmente sinto muito.”

Linus Torvalds em 2012, mostrando o dedo do meio para a Nvidia

Por anos, Torvalds disse que não acreditava em ser educado e sensível para discutir o kernel do Linux. “Eu prefiro ser realmente hostil, e ideias ruins devem ser derrubadas de forma agressiva”, ele argumentou em 2015. “Eu não sou uma pessoa legal e não me importo com você; eu me importo com a tecnologia e com o kernel.”

Às vezes, Torvalds pegava pesado nas ofensas. Tome, por exemplo, essa observação de 2012: “eu sugiro que o gênio que achou ser uma boa ideia ler as coisas UMA P*RRA DE BYTE POR VEZ com chamadas de sistema para cada byte deveria ser retroativamente abortado”.

Esse tipo de atitude vem afastando alguns desenvolvedores. “Eu não podia mais contribuir para uma comunidade onde eu era respeitado pela minha técnica, mas onde eu não podia pedir por respeito pessoal”, escreveu Sage Sharp em 2015.

Torvalds diz que foi confrontado na última semana, e descobriu que precisa mudar um pouco de comportamento. “Eu quero pedir desculpas às pessoas que foram prejudicadas pelo meu comportamento pessoal, e que eu talvez tenha afastado completamente do desenvolvimento do kernel”, ele escreve no LKML.

Foto por Antoine Turmel/Flickr

Linux ganhou código de conduta: “seja respeitoso”

Por que a mudança de atitude? A agressividade de Torvalds pode ter se tornado um problema interno muito grande. Os 30 mantenedores do kernel Linux se esforçaram para incluí-lo no Linux Maintainer Summit, evento anual para discutir o processo de desenvolvimento.

A cúpula estava prevista para acontecer em Vancouver (Canadá), mas Torvalds acidentalmente marcou férias com a família na mesma época em Edimburgo (Reino Unido). Ele preferia não participar: “eu estava na maior parte esperançoso em não ter que ir para a cúpula do kernel, à qual eu fui a cada ano por quase duas décadas”. No entanto, os outros desenvolvedores decidiram transferir o encontro para Edimburgo.

Além disso, o Linux ganhou um código de conduta para garantir um “ambiente aberto e acolhedor”. Entre os princípios, temos “ser respeitoso com pontos de vista e experiências diferentes” e “mostrar empatia em relação a outros membros da comunidade”. Até então, havia apenas um “código de conflito” deixando claro que a qualidade do código deveria ficar acima de tudo.

Torvalds diz que vai tirar uma folga “e obter ajuda sobre como entender as emoções das pessoas e responder adequadamente”. No entanto, ele deixa claro que não deixará o Linux tão cedo: “eu quero continuar neste projeto em que venho trabalhando há quase três décadas”.

Com informações: Ars Technica.

Mais sobre: ,