Início » Antivírus e Segurança » Google continua permitindo que apps terceiros leiam seus e-mails

Google continua permitindo que apps terceiros leiam seus e-mails

O gigante das buscas pouco fez para que a prática fosse restringida

André Fogaça Por

De acordo com uma carta enviada pelo Google nesta quinta-feira (20) para os senadores dos Estados Unidos, a empresa continua permitindo que aplicativos terceiros tenham acesso aos seus e-mails. Eles conseguem ler e compartilhar os dados encontrados, sem muitas dificuldades e mesmo depois do próprio Google ter desistido de fazer isso.

E-mails são acessados sem dificuldade

O gigante das buscas coloca algumas exigências para que os dados sejam compartilhados com outras empresas, como deixar transparente quem pegou e para onde a informação foi, deixando o usuário ciente de que seus e-mails são fonte de conhecimento para além do próprio destinatário.

Os dados que são buscados geralmente são informações sobre compras, quem são os destinatários mais comuns e tudo isso é focado em publicidade mais relevante – como propaganda de piscinas, se você começa a trocar algumas mensagens sobre piscina com um amigo.

Foto por Drew Tarvin/Flickr

“Os desenvolvedores podem compartilhar dados com terceiros, desde que sejam transparentes com os usuários sobre a maneira pela qual os dados estão sendo usados”, escreveu, na carta, a vice-presidente de políticas públicas e assuntos governamentais do Google nas Américas, Susan Molinari.

A carta ainda diz que alguns dos desenvolvedores conseguem ler o e-mail por completo, sem restrições, deixando claro que a privacidade de 1,4 bilhões de usuários do sistema de e-mails do Google está bastante fragilizada. Ao menos os usuários podem remover acesso destes apps, dentro das configurações de cada conta do Google.

A empresa não está diretamente ligada ao escândalo que aconteceu com o Facebook e a Cambridge Analytica em 2016, mas o pedido de resposta foi feito pelo republicano John Thune, logo depois de uma reportagem que mostrava que os desenvolvedores tinham mais acessos aos dados de contas do Google.

O Google não respondeu tudo

A resposta mostra que o Google pode não utilizar mais o Gmail como fonte de informações para publicidade, mas que pouco faz para que outras empresas sigam este caminho. A carta diz apenas que se alguma atividade suspeita é encontrada em um dos apps que tem acesso ao Gmail, o Google suspende suas atividades e avisa aos usuários sobre o ocorrido.

Uma audiência está marcada para o dia 26 deste mês com o Google, Apple,Twitter e a operadora de telefonia móvel americana AT&T, com Comitê de Comércio do Senado para responder perguntas sobre privacidade de seus usuários. Certamente que a carta desta semana será munição para os senadores.

Com informações: The Wall Street Journal.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Cristina Nascimento

Entendi, obrigada!

Trovalds

Nos contratos tem escrito cláusulas a respeito. E recentemente a UE impôs que os dados que as empresas coletam dos usuários fossem apresentados nos seus contratos de forma mais explícita e detalhada.

Cristina Nascimento

Se em alguns casos é bem explícito, seria ilegal, não?

Trovalds

Privacidade ninguém tem faz tempo. A diferença é que agora está mais escancarada a forma que se espiona. Antigamente era mais sutil.

Tiago Freitas

Deveria ter ao menos uns 2GB nas contas grátis.
Mas pra manter todo aquele aparato de segurança que eles usam não deve ser nada barato.
Eu mando e-mails que precisam de criptografia pra pessoas muito específicas. Então o espaço grátis deles me atende muito bem.

Até o fim do ano vou tentar pegar uma conta no Lavabit.
Os servidores deles ficam no Texas, Estados Unidos; o que é péssimo pra quem se preocupa com privacidade.
Mas andei dando uma olhada no site e vi alguns recursos bem legais que me interessaram. Eu também li a política de privacidade deles... Com tanto que você não tenha nenhum plano para explodir os Estados Unidos, a política de privacidade deles me pareceu bastante razoável para um mero mortal.

johndoe1981

6 por 5,999...

alexhenriquepv

Bando de mimimi. Usa outro serviço e para de reclamar.

Cristina Nascimento

Tinha q pagar a gente, já q é nossa privacidade q foi pro lixo. Se fosse assim seria ótimo.

João
João

Protonmail é bom para contas corporativas, já que a versão gratuita tem míseros 500mb de espaço. Eu já acho os 19gb do gmail pouco com meu toc...

Gabriel Rodriguez

Ta e dai? A galera acha que vao comprar uma casa e sujar o nome delas

Tiago Freitas

Vá nas configurações da sua conta Google e procure algo do tipo: "Apps e sites com permissão de acesso a minha conta."

E sim, o procedimento funciona!

Tiago Freitas

Meus parabéns!!! O ProtonMail é ótimo! Eu também uso ele.

Para as pessoas que começam a se preocupar com a privacidade e segurança em seus e-mails, o ProtonMail é sempre a minha recomendação número 1.
Ele é muito fácil de ser usado. Praticamente não exige nenhuma curva de aprendizado.
E ele usa o protocolo OpenPGP. O que é excelente do ponto de vista da segurança.

Tiago Freitas

No PC eu uso o Thunderbird para gerenciar os meus e-mails. Eu tenho um grau de confiança razoável na fundação Mozilla.
Mas mesmo assim, eu acho que seria muito benéfico se as pessoas passassem a criptografar o seus e-mail. Seria o fim desse tipo de abuso.

É uma pena que a criptografia de e-mails usando o protocolo OpenPGP não é tão difundida no Brasil.

Paul

Acho q não...
Esse histórico do Gmail é até antigo.

Exibir mais comentários